Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9787
Document Type: Dissertação
Title: Caracterização espaço temporal da endemicidade de hanseníase nos bairros de Aracaju, Sergipe, Brasil
Authors: Silva, Cindy Menezes
Issue Date: 9-Aug-2017
Advisor: Feitosa, Vera Lúcia Corrêa
Resumo : A hanseníase é uma doença infectocontagiosa, causada pelo bacilo Mycobacterium leprae, crônica, com alta capacidade de contágio e baixa capacidade do adoecimento das pessoas. No Brasil, é considerada como um problema de saúde pública. Aracaju e vários de seus distritos possuem elevadas taxas de detecção. Aracaju apresentou em 2011 um índice de detecção de 21,7 casos para 100 mil habitantes, classificado como de muito alta endemicidade. O objetivo do estudo foi avaliar as características epidemiológicas e espaciais da hanseníase através do banco de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificações, nos bairros de Aracaju, Sergipe, Brasil nos anos de 2011 a 2015. Trata-se de um estudo ecológico, retrospectivo com base em banco de dados secundários de portadores de hanseníase cadastrados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação de Aracaju nos anos de 2011 a 2015. Foi utilizado o Programa de Regressão Joinpoint Versão 4.1.1.5, teste de permutação de Monte Carlo e Incremento Percentual Anual para cálculos de tendências temporais, e o programa TerraView 4.2 para a elaboração de mapas temáticos sobre indicadores de hanseníase. Além de estatísticas de auto correlação espacial como estimativa de Kernel, Índex de Moran Global (I) e Local (LISA) aplicadas para caracterização dos padrões de distribuição espacial. Através [do Incremento Percentual Anual foi constatada uma redução gradual ] de menos 10,2 (p< 0,05) casos da doença nos anos estudados. A cor parda, nível de instrução escolar de ensino fundamental incompleto, sexo feminino e a classificação operacional multibacilar foram os mais representativos nos casos gerais, sendo que a razão de chances do homem pertencer a essa classificação foi 2,74 vezes maior (OR= 2,74; IC95%= 1,94-3,86). A forma clínica tuberculoide foi mais predominante entre os casos e a indeterminada teve uma redução de menos de 19,6 (p< 0,05) do Incremento Percentual Anual. O índice global de Moran foi positivo e significativo (0,41; p< 0,01), o cluster de maior risco para o adoecimento e a maior densidade da incidência média de casos para estimativa de Kernel se localizou na porção centro e norte do município. A compreensão do panorama da distribuição geográfica e do perfil dos portadores da hanseníase em Aracaju foi relevante por poder permitir um maior e melhor conhecimento sobre a situação de hanseníase no município.
Abstract: Leprosy is an infectious disease, caused by the bacillus Mycobacterium leprae, chronic, with high capacity of contagion and low capacity of people's illness. In Brazil, it is considered as a public health problem. Aracaju and several of its districts have high detection rates. Aracaju presented in 2011 a detection rate of 21.7 cases for 100 thousand inhabitants, classified as of very high endemicity. The objective of the study was to evaluate the epidemiological and spatial characteristics of leprosy through the database of the Notifiable Diseases Information System, in the Aracaju, Sergipe, Brazil neighborhoods from 2011 to 2015. This is an ecological, Retrospective study based on a secondary database of leprosy patients enrolled in the Aracaju Notification of Injury Information System from 2011 to 2015. It was used the Joinpoint Regression Program Version 4.1.1.5, Monte Carlo permutation test and increment Annual Percentage for calculations of temporal trends, besides the TerraView 4.2 program for the development of thematic maps on leprosy indicators. Besides of this, it was used spatial autocorrelation statistics such as Kernel estimation, Global Moran (I) and Local (LISA) Indexes applied to characterize spatial distribution patterns. Through [the Annual Percentage Increment was observed a gradual reduction] of less 10.2 (p <0.05) cases of the disease in the years studied. Brown color, incomplete elementary school education level, female gender and multibacillary operational classification were the most representative in general cases, and the odds ratio of the man belonged to this classification was 2.74 times higher (OR = 2 , 74, 95% CI = 1.94-3.86). The tuberculoid clinical form was more predominant among the cases and the indeterminate had a reduction of less than 19.6 (p <0.05) of the Annual Percentage Increase. The Moran global index was positive and significant (0.41, p <0.01), the cluster with the highest risk for illness and the highest density of the mean incidence of cases for Kernel estimation was located in the central and northern portion of the County. The understanding of the panorama of the geographic distribution and the profile of leprosy patients in Aracaju was relevant because it allowed a greater and better knowledge about the leprosy situation in the city.
Keywords: Hanseníase
Aracaju, SE
Epidemiologia
Análise espacial
Geoprocessamento
Leprosy
Epidemiology
Spatial analysis
Geoprocessing
Subject CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA
Sponsorship: Fundação de Apoio a Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe - FAPITEC/SE
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em Biologia Parasitária
Citation: SILVA, Cindy Menezes. Caracterização espaço temporal da endemicidade de hanseníase nos bairros de Aracaju, Sergipe, Brasil. 2017. 102 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Parasitária) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2017.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9787
Appears in Collections:Mestrado em Biologia Parasitaria

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CINDY_MENEZES_SILVA.pdf1,42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.