Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9814
Tipo de Documento: Monografia
Título: Reforma do ensino médio : vozes dos estudantes
Autor(es): Santos, Alexandre Oliveira Nascimento
Data do documento: 27-Ago-2018
Orientador: Menezes, José Américo Santos
Resumo: A presente pesquisa teve o objetivo de Identificar o estado de conhecimento dos estudantes sobre as mudanças propostas pela reforma do ensino médio, bem como, se os mesmos estão de acordo com a reforma sugerida. Para cumprir com tal objetivo foi utilizado uma pesquisa descritiva, com uma abordagem que se aproxima da perspectiva qualitativa. Tivemos como sujeitos colaboradores da pesquisa 193 estudantes, sendo que 98 frequentam a rede particular de ensino e 95 a rede pública. Para a coleta dos dados junto aos sujeitos colaboradores da pesquisa, nos valemos do questionário misto que consiste em perguntas fechadas e abertas. Dentre as principais constatações obtidas podemos destacar a falta de consensos entre os diferentes seguimentos da sociedade brasileira, inclusive no cenário educacional brasileiro, que apresentem posições bem distintas sobre essa Reforma do Ensino Médio proposta pelo governo. Para aqueles que defendem, muitas vezes por membros do próprio governo, justificam que é a melhor maneira de melhorar educação no Brasil, de dar autonomia aos estudantes escolherem o futuro e atribuir sentido no ensino médio perante aos alunos. Para os que são contrários a argumentação, dentre outros pontos, faz critica a flexibilização das disciplinas, a capacidade das escolas brasileiras de ofertar os itinerários formativos e o curso técnico e a falta do dialogo na construção do texto. Outro resultado obtido trata-se das contradições dos sujeitos dessa pesquisa no que se refere à aceitação dessa Reforma, primeiro foi indagado sobre o acompanhamento dos alunos com as propostas dessa reformulação do ensino, ficou constatado que a maioria não buscou informações sobre, entretanto, grande parte dos estudantes da escola particular concordam com a Reforma, em contra partida, os alunos da escola pública discordam. Dentre as justificativas apresentadas por aqueles que estão de acordo é que esse novo modelo de ensino vai proporcionar uma melhoria no ingresso na Universidade, para aqueles que divergem, dentre os motivos está a flexibilização das disciplinas que é apontado como importantes no processo de formação dos estudantes. Com isso, é imprescindível ressaltar que o governo não ouviu com responsabilidade setores estratégico que pensam o Ensino Médio, preocupando-se predominantemente em midiatizar o debate
Abstract: The present research aimed to identify the students' knowledge of the changes proposed by the high school reform, as well as whether they are in accordance with the suggested reform. To meet this objective, a descriptive research was used, with an approach that approached the qualitative perspective. We had 193 students as research subjects, of which 98 attended the private teaching network and 95 were public schools. In order to collect the data from the collaborating research subjects, we use the mixed questionnaire consisting of closed and open questions. Among the main findings we can point out the lack of consensus among the different segments of Brazilian society, including in the Brazilian educational scenario, that present very different positions on this High School Reform proposed by the government. For those who defend, often by members of the government itself, they justify that it is the best way to improve education in Brazil, to give students autonomy to choose the future and to make sense in the secondary education towards the students. For those who are against argumentation, among other points, criticizes the flexibility of disciplines, the ability of Brazilian schools to offer the training itineraries and the technical course and the lack of dialogue in the construction of the text. Another result obtained is the contradictions of the subjects of this research with regard to the acceptance of this Reformation, first it was asked about the follow-up of the students with the proposals of this reformulation of the teaching, it was verified that the majority did not look for information on, however, great part of the private school students agree to the Reform, contrary to contrary, public school students disagree. Among the justifications presented by those who agree is that this new model of teaching will provide an improvement in the entrance to the University, for those who differ, among the reasons is the flexibility of the disciplines that is pointed out as important in the process of training students . With this, it is essential to emphasize that the government has not responsibly heard strategic sectors that think about High School, focusing predominantly on mediaizing the debater
Palavras-chave: Educação Física
Ensino de educação física
Reforma do ensino médio
Estudantes do ensino médio
Escola
High school reform
High school students
School
área CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::PLANEJAMENTO E AVALIACAO EDUCACIONAL
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DEF - Departamento de Educação Física – São Cristóvão - Presencial
Citação: Santos, Alexandre Oliveira Nascimento. Reforma do ensino médio : vozes dos estudantes. São Cristóvão, SE, 2018. Monografia (licenciatura em Educação Física) – Departamento de Educação Física, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2018
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9814
Aparece nas coleções:Educação Física

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Alexandre_Oliveira_Nascimento_Santos.pdf1,17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.