Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11332
Document Type: Dissertação
Title: Entre consciências vigiadas e identidades híbridas : a trajetória de Antônio Henriques e os percursos culturais e identitários dos cristãos-novos face à atuação da inquisição portuguesa no âmbito da diáspora atlântica sefardita (1603- 1662)
Authors: Santos, Nelson Santana
Issue Date: 11-Feb-2019
Advisor: Silva, Marcos
Resumo : Durante o domínio holandês sobre o nordeste do Brasil (1630-1654) a prática do judaísmo foi oficialmente permitida, diversamente do que ocorrera no restante do período colonial. Após a reconquista portuguesa, a religião judaica voltou a ser proibida e aos seus adeptos, ali residentes, foi concedido o prazo de três meses para que deixassem a região. A maioria dos judeus partiu para outros países, sobretudo para a própria Holanda. Aos poucos que ficaram restava a prática compulsória do cristianismo e o risco de serem presos e processados pela Inquisição. A presente dissertação busca investigar os possíveis conflitos identitários vivenciados pelos cristãos-novos presos (e processados) pela Inquisição portuguesa, residentes na Capitania de Pernambuco, neste período imediatamente posterior ao final do domínio holandês. Busca verificar se a circunstância de estarem tais cristãos-novos situados num contexto de transição de um ambiente de liberdade de consciência religiosa para um cenário de retomada da obrigatoriedade do catolicismo e da vigilância inquisitorial engendrou conflitos identitários e, em caso positivo, quais as características destes eventuais conflitos, assim como das eventuais estratégias adotadas no sentido de superá-los. Para tanto, optou-se por estudar a trajetória de Antônio Henriques, aliás, Isaac Cohen Henriques, o único cristãonovo preso pela Inquisição Portuguesa no período pós-holandês pela prática pública do judaísmo durante o domínio neerlandês sobre o Brasil. A importância do estudo de sua trajetória se deve ao fato de tratar-se do único caso (suficientemente documentado) de um cristão-novo que viveu a dúplice experiência do exercício público do judaísmo e da posterior decisão de permanecer no Brasil após a saída dos holandeses, mesmo sob o risco de ser preso e condenado pela Inquisição.
Abstract: During the Dutch dominion over northeastern Brazil (1630-1654) the practice of Judaism was officially permitted, unlike in the rest of the Colonial Period. After the Portuguese reconquest, the Jewish religion was again banned and its adherents, resident there, were granted a period of three months to leave the region. Most of the Jews went to other countries, especially to Holland itself. To the few that stayed remained the compulsory practice of Christianity and the risk of being arrested and prosecuted by the Inquisition. The present dissertation seeks to investigate the possible identity conflicts experienced by the New Christian prisoners (and prosecuted) by the Portuguese Inquisition, residing in the Captaincy of Pernambuco, in this period immediately after the end of the Dutch rule. It seeks to verify whether the circumstance of such New Christians situated in a context of transition from an environment of religious freedom of conscience to a scenario of retaking the obligation of Catholicism and inquisitorial vigilance has generated identity conflicts and, if so, what the characteristics of these conflicts, as well as any strategies adopted to overcome them. To that purpose, it was decided to study the trajectory of Antônio Henriques, moreover, Isaac Cohen Henriques, the only New Christian imprisoned by the Portuguese Inquisition in the post-Dutch period for the public practice of Judaism during the Dutch dominion over Brazil. The importance of the study of its trajectory is due to the fact that it is the only case (sufficiently documented) of a New Christian who lived the double experience of the public exercise of Judaism and the subsequent decision to remain in Brazil after the departure of the Dutch, even at the risk of being arrested and convicted by the Inquisition.
Keywords: História
Cristãos-novos
Identidade social
Inquisição
Sefarditas
Diáspora dos judeus
Diáspora atlântica
New christians
Identities
Sephardim
Atlantic diaspora
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Language: por
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em História
Citation: SANTOS, Nelson Santana. Entre consciências vigiadas e identidades híbridas : a trajetória de Antônio Henriques e os percursos culturais e identitários dos cristãos-novos face à atuação da inquisição portuguesa no âmbito da diáspora atlântica sefardita (1603- 1662). 2019. 132 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2019.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11332
Appears in Collections:Mestrado em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NELSON_SANTANA_SANTOS.pdf1,68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.