Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/13041
Document Type: Caderno pedagógico
Title: Leitura de charges em uma perspectiva sociocognitivo-discursiva de referenciação : o caso das anáforas indiretas.
Authors: Sousa, Pedro Amaral
Issue Date: 11-May-2018
Advisor: Carvalho, José Ricardo da Silva
Resumo : Caros colegas professores de língua portuguesa, este caderno pedagógico foi elaborado especialmente para contribuir com as propostas de leitura e interpretação de texto nas aulas de língua materna. Nessa perspectiva de leitura, sugere-se a formalização escrita de possíveis respostas às questões colocadas como fio condutor das discussões apenas como forma de apoio à leitura e facilitar a análise das ideias do corpo discente sobre os textos. Para isso, parte-se da concepção sociocognitivo-discursiva de referenciação, que essencialmente se opõe a concepção realista. As pesquisas realizadas pela Linguística Textual apontam para uma passagem da noção de referencia para a referenciação. Cavalcante (2015) explica que com as teses de Lorenza Mondada e com a tese de Denis Apothéloz, respectivamente publicadas em 1994 e 1995, marcam a passagem dessa noção de referencia para a referenciação. Na proposta da referenciação, ao contrário da proposta da corrente teórica da referência, os referentes não traduzem a correspondência entre a as coisas do mundo real que eles representam e nem correspondem somente às expressões referenciais manifestas no cotexto. Certamente, o que tem de mais importante nessa mudança é a compreensão de referente ou objeto de discurso em sua dinamicidade tanto sincrônica quanto diacrônica. No que se refere a essa perspectiva de troca do uso do termo referência para a denominação referenciação, cabe analisar o percurso traçado pelos pesquisadores, visto a importância da mudança conceitual dessa abordagem para as práticas de ensino de Língua Portuguesa nas escolas brasileiras, notadamente quando se trata das implicações do texto dentro de uma visão de interação humana, de coerência como uma das condições fundamentais para sua interpretabilidade e dos processos referenciais diretamente a eles relacionados. Assim sendo, as pesquisas sobre os processos referenciais não se se prendem unicamente ao conteúdo linguístico do texto, isto é, considera também outras simioses nele presentes. As descobertas na área de referenciação já apontam para outros aspectos como o imagético do texto. A título de exemplo, Custódio Filho (2009) defende a consideração de outras semioses, além da verbal, na instalação e modificação dos referentes. Além dele, Bernardino Silva (2014) vê a possibilidade da presença de introduções referenciais, de anáforas diretas e indiretas nos textos que contém em sua composição a escrita e a imagem. Nascimento (2014) também aponta para a construção de referentes em textos verbo audiovisual com base nas categorias de meta função composicional da Gramática do Design Visual. Pesquisas com teor vêm ao encontro do sentido textual a partir dos vários elementos linguísticos e imagéticos negociados pelos participantes da interação. O caderno pedagógico em questão é uma tentativa de melhorar a aprendizagem de Língua Portuguesa por meio das contribuições da LT na área da referenciação e dos processos referenciais, mais especificamente das anáforas indiretas. Visando contribuir com a leitura e interpretação de textos em língua materna, foram feitas quatro propostas pedagógicas com o gênero discursiva charge. Em cada uma delas será proposta um texto chárgico como meio para o trabalho com as anáforas indiretas, processos referenciais tão fundamentais para a construção do sentido textual. Como se trata de um gênero discursivo – charge - que comporta simioses verbais e imagéticas em sua composição, as atividades buscam valorizá-las igualmente e ressaltam o teor colaborativo entre ambos. A proposta pedagógica I será desenvolvida em três etapas. No primeiro momento será feita uma atividade com duas questões objetivas e outras subjetivas com a notícia ―Judiciário, a nova arena do retrocesso trabalhista‖ de Miguel Martins e Rodrigo Martins para recuperar as informações sobre a reforma trabalhista pretendida pelo presidente Michel Temer após assumir a presidência. No segundo momento é sugerido assistir ao Filme ―Tempos Modernos‖ de Charles Chaplin, pois a charge a ser trabalhada o tem como intertexto. Em seguida será um debate sobre o contexto trabalhista da época a partir de perguntas subjetivas. Por último, vem à leitura e interpretação do texto chárgico ―Tempos Modernos‖ de Pataxó. As questões subjetivas versam sobre os processos anafóricos indiretos e o sentido pretendido na charge como gênero discursivo que visa à crítica. Na proposta pedagógica II, serão necessárias apenas duas etapas. Na primeira etapa, fará a leitura e interpretação da notícia ―A delação de Delcídio‖ de Débora Bergamasco. As atividades com duas questões objetivas e outras subjetivas sobre o texto ajudará na recuperação de informações importantes o caso do senador Delcídio do Amaral com a Lava Jato. Nessa segunda etapa, as questões objetivas que orientam a leitura e a interpretação do texto chárgico de Renato Aroeira serão feitas em comparação com o texto ―A lição de anatomia do Dr. Tulp‖ (The anatomy lecture of Dr. Nicolaes Tulp), pois é estabelecida a relação intertextual com essa grande obra de arte do século XVII. E ainda com texto de Débora Bergamasco da atividade anterior, visto a intertextualidade instauradora de temporalidade. Na III proposta pedagógica serão indicadas duas etapas. Primeiro, a leitura e interpretação da notícia ―Reforma política volta à discussão no Congresso; veja as propostas‖ de Ranier Bragon. Trata-se da tentativa de reforma política brasileira, direcionando para pontos importantes como o combate a corrupção no país. As duas questões objetivas e as subjetivas buscam essa recuperação de informações. Segundo, a leitura e interpretação do texto chárgico ―REFORMA POLÍTICA‖ de Ivan Alves. Nessa segunda etapa, será necessário compará-la, por meio das questões objetivas, com o texto jornalístico de Ranier Bragon, ou seja, com a notícia da atividade anterior, principalmente quando se pretende questionar da credibilidade política apontada na charge de Ivan Alves. A IV proposta pedagógica será desenvolvida em três etapas. A leitura e interpretação da notícia ―Por unanimidade, STF transforma Cunha em réu pela segunda vez‖ de Isadora Peron e Gustavo Aguiar. O texto destaca a segunda vez que o deputado Eduardo Cunha se torna réu diante do STF por alimentar, com dinheiro público desviado de contratos na Petrobrás, conta secreta na Suíça. Novamente serão colocadas duas questões objetivas e outras subjetivas. Posteriormente, vêm à leitura e interpretação do capítulo I do livro Macunaíma, escrito pelo autor brasileiro Mário de Andrade e do Filme Macunaíma, abordando a construção do anti-herói brasileiro por meio do personagem de mesmo nome; A terceira etapa se volta a leitura e interpretação do texto chárgico ―MACUNHAÍMA‖, de Renato Aroeira. Ao mesmo tempo deverá ser comparada com os textos trabalhados nas etapas I e II: a notícia, o capítulo do livro de Mário de Andrade e o filme Macunaíma.
Keywords: Língua portuguesa
Intertextualidade
Leitura
Anáfora
Linguística textual
Referenciação
Processos referenciais
Charge
Subject CNPQ: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Language: por
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação Profissional em Letras
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/13041
Appears in Collections:Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PEDRO_AMARAL_SOUSA-Cadernopedagógico.pdf1,88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.