Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/6391
Document Type: Dissertação
Title: Criopreservação de sêmen de tambaqui Colossoma macropomum em criotubo
Authors: Carvalho, Allan Charles Marques de
Issue Date: 13-Sep-2013
Advisor: Maria, Alexandre Nizio
Resumo : A criopreservação de sêmen em criotubos reduz o tempo necessário para o envase, congelamento e descongelamento das amostras, além de otimizar os procedimentos de fertilização artificial. No entanto, nenhum estudo ainda foi realizado com o sêmen de tambaqui neste recipiente. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a influência do tipo de criotubo (1,6 e 4,5 mL) e do tempo de descongelamento (60ºC/70s e 60ºC/90s) sobre a qualidade e fertilidade do sêmen de tambaqui criopreservado. Para isso, amostras de sêmen foram diluídas em solução de congelamento (1:9 v/v) composta por 75% de glicose 290 mOsm, 10% de metilglicol e 5% de gema de ovo, sendo envasadas em criotubos de 1,6 e 4,5 mL, congeladas em vapor de nitrogênio líquido no botijão dry-shipper (-175ºC) e armazenadas em botijão criogênico a -196°C. Para avaliação do tempo de descongelamento do sêmen, os criotubos foram imersas em água a 60°C durante 70 s ou 90 s e a qualidade espermática imediatamente avaliada (Motilidade total - MT; Motilidade progressiva - MP; Velocidade curvilinear - VCL; Velocidade em linha reta - VSL e Velocidade média da trajetória - VAP). Neste estudo foi determinado também o tempo de viabilidade dos espermatozoides descongelados, mantidos sob refrigeração a 5°C e avaliados durante 24 horas. Além dos parâmetros de cinética espermática foram avaliadas a morfologia e a integridade da membrana plasmática dos espermatozoides. A capacidade de fertilização do sêmen foi avaliada a partir das amostras descongeladas no melhor tempo. Todos os parâmetros de cinética espermática apresentaram valores superiores quando as amostras de sêmen foram descongeladas por 90s em relação ao tempo de 70s, independentemente do tipo de criotubo. Não foram observadas diferenças significativas nos parâmetros de cinética espermática pós-descongelamento entre as amostras congeladas nos criotubos de 1,6 e 4,5 mL, com exceção da MT que foi superior nos criotubos de 1,6 mL (47±14%) em comparação com os criotubos de 4,5 mL (40±11%), independentemente do tempo de descongelamento. Após ativação, os espermatozoides reduziram significativamente os valores dos parâmetros de cinética dentro de 37 segundos, exceto a MT que se manteve constante neste período. Baseando-se na maior parte dos parâmetros espermáticos avaliados (VCL, VSL, VAP e Integridade da membrana plásmatica para ambos os criotubos e MT, MP e Morfologia espermática somente para o criotubo de 1,6 mL) o sêmen congelado manteve sua qualidade durante 3h após o descongelamento. A taxa de fertilização obtida com o sêmen in natura (74±6%) foi superior ao sêmen criopreservado (1,6 mL - 45±9% e 4,5 mL - 41±12%). Os dois criotubos não diferiram entre si neste parâmetro. Uma alta correlação significativa (p<0,05) foi observada entre a fertilização e a cinética espermática (MT - 89%; MP - 86%; VCL - 79%; VSL - 69% e VAP - 78%). Conclui-se que os criotubos de 1,6 e 4,5 mL podem ser utilizados na criopreservação do sêmen de tambaqui, sendo recomendado seu descongelamento a 60°C por 90s e seu uso em procedimentos de fertilização dentro de 3 horas após o descongelamento desde que mantido a 5°C.
Abstract: The semen cryopreservation in cryotubes reduces the time needed for filling, freezing and thawing of the samples, while optimizing the procedures for artificial fertilization. However, no study has yet been performed with tambaqui semen in this container. The aim of this study was to evaluate the influence of cryotubes (1.6 and 4.5 mL) and thawing time (60ºC/70s and 60ºC/90 s) on the quality and fertility of tambaqui cryopreserved semen. For that, semen samples were diluted in freezing solution (1:9) composed with 75% glucose 290 mOsm , 10% methylglycol and 5% egg yolk, and frozen in liquid nitrogen vapor (in a dry shipper), and stored in liquid nitrogen (-196 °C). The semen samples was thawed at 60ºC in bath water during 70s or 90s and the semen quality was evaluated (Total motility - MT; Progressive motility - MP; Curvilinear velocity - VCL; Straight-line velocity - VSL and Average path velocity - VAP). In this study was also determined the time viability of spermatozoa thawed, maintained under refrigeration at 5°C, and assessed over 24 hours. Besides the kinetic parameters were evaluated sperm morphology and membrane integrity of spermatozoa. The fertilizing capacity of semen was evaluated from the samples thawed in the best time. All parameters of sperm kinetic showed higher values when the semen samples were thawed in 90 s compared to 70 s, independently of cryotube type. No significant differences were observed in sperm kinetic parameters after thawing between samples frozen in 1.6 ml and 4.5 mL cryotubes, except for total motility that was higher in 1.6 mL (47 ± 14% ) compared with 4.5 mL cryotubes (40 ± 11%), independently of thawing time. After activation, the spermatozoa significantly reduced the values of kinetic parameters within 37 seconds, except the MT which remained constant during this period. Relying on the sperm parameters evaluated (VCL, VSL, VAP and membrane integrity for both cryotubes and MT, MP and morphology only for 1.6 mL cryotube) the frozen semen maintained the quality during 3h after thawing. The fertilization rate obtained with fresh semen (74±6%) was higher than cryopreserved semen (1.6 mL - 45±9% and 4.5 mL - 41±12%). The two cryotubes did not differ in this parameter. A high correlation (p <0.05) was observed between fertility and sperm kinetics parameters (MT - 89%, MP - 86%; VCL - 79%; VSL - APV and 69% - 78%). It is concluded that 1.6 and 4.5 mL cryotubes can be used in the cryopreservation of tambaqui semen being recommended to be thawed at 60°C for 90s and their use in fertilization procedures within 3 hours after thawing since kept at 5°C.
Keywords: Peixes
Peixe - Reprodução
Peixe de água doce
Peixe - Criopreservação
Peixe - Inseminação artificial
Criopreservação de orgãos, tecidos, etc
Zootecnia
Cinética espermática
Fertilização
Artificial insemination
Cryopreservation of organs, tissues, etc
Fishes
Fishes
Fishes
Fishes
Freshwater fishes
Subject CNPQ: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA
Language: por
Program Affiliation: Pós-Graduação em Zootecnia
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/6391
Appears in Collections:Mestrado em Zootecnia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALLAN_CHARLES_MARQUES_CARVALHO.pdf588,94 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.