Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/10290
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorSantos, Tainara Farias-
dc.date.accessioned2019-01-23T11:28:27Z-
dc.date.available2019-01-23T11:28:27Z-
dc.date.issued2017-10-09-
dc.identifier.citationSantos, Tainara Farias. Padrões de ocorrência de cavalos-marinhos (SYNGNATHIDAE, Hippocampus reidi (GINSBURG, 1933)) em um rio de maré do estuário do Rio Vaza-Barris, Sergipe. São Cristóvão, SE, 2017. Monografia (bacharelado em Ecologia) – Departamento de Ecologia, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/10290-
dc.languageporpt_BR
dc.subjectEcologiapor
dc.subjectEnsino de ecologiapor
dc.subjectPreservação ambientalpor
dc.subjectEcossistemapor
dc.subjectCavalos-marinhospor
dc.subjectRio Vaza-Barris (SE)por
dc.subjectRecursos hidricospor
dc.titlePadrões de ocorrência de cavalos-marinhos (SYNGNATHIDAE, Hippocampus reidi (GINSBURG, 1933)) em um rio de maré do estuário do Rio Vaza-Barris, Sergipept_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.contributor.advisor1Schwarz Junior, Roberto-
dc.description.resumoOs cavalos-marinhos são peixes ósseos pertencentes ao gênero Hippocampus, pertencem a família Syngnathidae, e algumas características ecológicas desse grupo os tornam bastante vulneráveis à exploração. A comercialização irregular do cavalo-marinho tem sido destinada para o uso em aquariofilia ou secos, para diversos fins, contribuem para o declínio das populações. Assim o objetivo desse trabalho foi analisar os padrões de ocorrência, estrutura populacional e aspectos ecológicos do gênero, suscitando medidas de conservação desses peixes. Para tal foram realizados três transectos com aproximadamente 50 metros, às margens do rio Vaza-Barris. Estimou-se uma densidade populacional de aproximadamente 75 indivíduos. Foram marcados 68 peixes da espécie Hippocampus reidi, sendo 31 fêmeas; 35 machos e 2 indeterminados (não apresentaram diferenciação sexual). A proporção sexual entre machos e fêmeas foi aproximadamente de 1:1, com predomínio de machos, comum em espécies monogâmicas. As raízes de vegetação de mangue Rizophora mangle foi o substrato de apoio preferencial dos cavalos-marinhos correspondendo à 70.5%. Quanto a composição em grupo observados foram encontrados 50 indivíduos sozinhos; 8 casais; 7 duplas e 1 grupo de três indivíduos. Pode-se concluir que existe uma população distribuída de cavalos-marinhos da espécie Hippocampus reidi no estuário do rio Vaza-Barris, mas diante dos fatores ambientais que problematizaram a coleta de dados estima-se que a população desses peixes seja maiorespt_BR
dc.publisher.departmentDECO - Departamento de Ecologia – São Cristóvão - Presencialpt_BR
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMASpt_BR
dc.publisher.initialsUniversidade Federal de Sergipept_BR
dc.description.localSão Cristóvão, SEpt_BR
Aparece nas coleções:Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tainara_Farias_Santos.pdf785,25 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.