Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/1243
Tipo de Documento: Artigo
Título: Efeito dos tratamentos silviculturais sobre a deformação residual longitudinal em clones de Eucalyptus
Título(s) alternativo(s): Effect of forestry treats on the growth stresses in Eucalyptus
Autor(es): Cardoso Júnior, Antônio Américo
Trugilho, Paulo Fernando
Lima, José Tarcísio
Rosado, Sebastião Carlos da Silva
Data do documento: Set-2007
Abstract: O objetivo deste trabalho foi verificar a influência do espaçamento e da idade na deformação residual longitudinal (DRL) associada às tensões de crescimento, em clones de Eucalyptus. O material foi coletado nas regiões de Vazante e Paracatu, noroeste do Estado de Minas Gerais, Brasil. Foram avaliados no primeiro experimento quatro clones (6, 7, 10 e 44) em três espaçamentos (3x3, 6x4 e 10x4 m) e no segundo experimento, três clones (6, 7 e 44) em três idades (84, 96 e 156 meses). Para medir a DRL foi utilizado o extensômetro do “CIRAD-Forêt – Growth Strain Gauge”. Pelos resultados obtidos verificou-se que existiu efeito significativo da interação entre clone e espaçamento e entre clone e idade para a DRL. No primeiro experimento a DRL do clone 6 foi maior com o aumento do espaçamento, ao passo que para os outros três, os espaçamentos não provocaram alterações nos valores da DRL. O efeito de idade sobre a DRL, demonstrou que apenas para um clone houve redução da DRL com o aumento da idade. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT: The objective of this paper was to verify the spacing and age influence in the longitudinal residual strain (DRL) in clones of Eucalyptus associated to the growth stresses. The material was collected at Vazante and Paracatu regions, Northwest of Minas Gerais State, Brazil. An extensometer CIRAD-Forêt was used for determining the DRL. Two experiments were evaluated: the first one with four clones (6, 7, 10 and 44) in three spacing (3x3, 6x4 and 10x4 m) and other one with variations in three clones (6, 7 and 44) in three ages (84, 96 and 156 months). The results showed that there was significant effect of both interaction clone-spacing and clone-age on DRL. For the first experiment the results showed that clone 6, increased with the opening spacing, while for clones 7, 10 and 44, the spacing have not caused alteration in the magnitude of DRL. The second experiment, evaluating the effect of the age on DRL, showed that DRL of clone 6 suffered reduction with the increase of age, while for clones 7 and 44 the age have not caused alteration in the magnitude of DRL.
Palavras-chave: Tensão de crescimento
DRL
Espaçamento
Eucalyptus
ISSN: 1413-9324
Instituição/Editora: Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Citação: CARDOSO JÚNIOR, A. A. et. al. Efeito dos tratamentos silviculturais sobre a deformação residual longitudinal em clones de Eucalyptus. Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 75, p. 77-84, set. 2007. Disponível em: <http://www.ipef.br/publicacoes/scientia/nr75.asp>. Acesso em: 23 set. 2014.
Licença: Licença Creative Commons
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/1243
Aparece nas coleções:DCF - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EfeitoDosTratamentos.pdf623,21 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.