Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12750
Document Type: Tese
Title: Condicionantes socioambientais de saúde de marisqueiras da Ilha de Mem de Sá, Itaporanga D’Ajuda-SE
Authors: Santos, Lorena Xavier Conceição
Issue Date: 31-Oct-2019
Advisor: Ribeiro, Adauto de Souza
Co-advisor: Lacerda, Roberto dos Santos
Resumo : O ato de trabalhar, além de ser o meio de prover o sustento pecuniário necessário para a sobrevivência do corpo físico, é também o meio para manutenção de uma mente sadia. Porém, dependendo de como, quanto e onde estes ofícios forem realizados, poderá também o trabalho ser promotor de infortúnios, ser a origem de enfermidades ou o responsável pelo agravamento de doenças pré-existentes, devendo assim haver vigilância e adequamento dos postos de trabalho. O presente trabalho apresenta relevância científica e social, pois teve como motivação explorar o universo ocupacional das marisqueiras da Ilha fluvial de Mém de Sá, localizada no estuário do Rio Vaza Barris, dentro dos limites do município de Itaporanga D’Ajuda, estado de Sergipe. Apesar da pesca artesanal ser uma atividade econômica que exerce significativo papel na economia brasileira, muitos dos sujeitos sociais envolvidos nestas tarefas – em sua maioria, mulheres, são invisíveis nas esferas clinico-epidemiológicas e institucionais na saúde do trabalhador. Vivenciar o modo de trabalho e a vida destas mulheres torna-se, portanto, parte fundamental para compreensão e mensuração de possíveis agravos à saúde física e mental dessa classe trabalhadora. Para tanto, esta tese de doutoramento teve como objetivo geral, analisar o grau de sustentabilidade da atividade de mariscagem desenvolvidas pelas pescadoras artesanais da Ilha de Mem de Sá, no estado de Sergipe. Para a realização deste trabalho fez-se necessário compreender de maneira holística características referentes a cada fase da atividade de pesca artesanal e mariscagem. Principal fonte de renda de 90% dos participantes desta pesquisa, a mariscagem é também parte da identidade e cultura desta comunidade. Métodos mistos em pesquisa foram utilizados para a obtenção dos dados de ordem qualitativa que representasse com fidedignidade o tipo de análise proposto nesta tese, foram: Abordagem etnográfica, como a realização de 8 visitas in-loco a Ilha e aos pontos de pesca no mangue, além de um período de imersão ocorrido no período de 18 a 21 de abril de 2019 na comunidade, com realização de observação participante e direta da atuação das marisqueiras em seus locais de trabalho; técnica bola de neve, seguindo os padrões de procedimentos de coleta, organização e produção de dados e do conhecimento. Para a obtenção dos dados de ordem quantitativa, a autora realizou levantamento de dados através de pesquisa documental realizada na colônia de pescadores Z 9, dados qualiquantitativos acerca da Higiene Ocupacional também foram mensurados pela autora, a partir da aferição de riscos ambientais relacionados ao trabalho proposto pela Portaria MTb n. º 3.214, de 08 de junho de 1978, através da NR-09. As variáveis de riscos físicos ambientais analisadas foram: Radiação não ionizante (Raios UVA e UVB), Ruído, Estresse Térmico, Iluminância e Umidade. Os critérios metodológicos para verificação dos riscos ergonômicos basearam-se em verificações qualiquantitativas, seguindo os padrões estabelecidos pela Norma Regulamentadora 17 e pelo, Guia do Finish institute of ocupational health para análise ergonômica de postos de trabalho. Os riscos acidentais foram mensurados através do conceito de probabilidade de riscos defendida pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) frente a deficiência em medidas de controle para minimizar estes riscos. A determinação dos condicionantes socioambientais de saúde da atividade ocupacional das marisqueiras da Ilha de Mem de Sá, deu-se a partir da aplicação das metodologias de maneira sistemática, buscando a precisão de todos os dados, para a partir de então haver a mensuração dos condicionantes ambientais, sociais e econômicos. Estimou-se um índice global de ameaças à saúde a partir dos condicionantes socioambientais igual a 0,352 ± 0,178 para a atividade de mariscagem na ilha Mem de Sá, em uma escala entre 0 ~ 1, a qual foi considerada um índice médio ruim a péssimo. A dimensão sociocultural foi a mais relevante em cenários futuros da atividade mariscagem, pois a cultura local tem força de coesão no controle e manutenção da atividade da pesca de mariscos entre as mulheres e a família. Todavia, o estudo considerou que a atividade de mariscagem, avaliada nesta tese, pode ser considerada como uma atividade insustentável para as mulheres, nas dimensões ambientais e econômicas. Ações que valorizem os saberes e o trabalho de pesca artesanal e tradicional desenvolvido na Ilha de Mém de Sá precisam de incentivadas, a fim de promover melhorias relacionados a aplicação de medidas de controle de riscos ambientais e de acidentes ligados a pesca artesanal de mariscos, aprimorando assim, as técnicas e práticas já utilizadas pela comunidade, atribuindo ao ofício das marisqueiras parâmetros com foco na qualidade de vida e do trabalho.
Abstract: Working is not only the means to attain a person’s income and to provide goods to the physical body but also the means for the maintenance of a healthy mind. However depending on how, where and when the labor activity is carried out, working may as well become a source of illnesses, or else may deepen preexisting health problems. For this reason, it must be surveilled by authorities, and the workplace must adjusted to ensure a minimum health standard for those who develop their daily jobs. This present research is scientifically relevant, because it aims to explore the occupational universe of the shellfish collectors from Mem de Sá island, located in the river Vaza Barris estuary, within the municipality of Itaporanga d’Ajuda, state of Sergipe, Brazil. Although artisanal fishing and shellfish collecting are important economic activities in Brazil, the workers carrying out the job – mostly women - are off the national occupational health charts. To observe these collectors’ labor activity becomes thus a fundamental step to the understanding and measuring of the possible work-related mental and physical health problems that can affect them. For this reason, this doctorate research aims to analyze the degree of sustainability of the Mem de Sá shellfish collectors’ labor activity. For the development of this research, it was needed to understand in a holistic manner the characteristics of each step involved in the activities of artisanal fishing and shellfish collecting. These being the main revenue source for 90% of the participants in this research, shellfish collecting is also an important part of this community`s culture and identity. The methodologies used to collect qualitative data that faithfully represented the kind of analysis proposed here were: ethnographic research, for 8 visits to the island, and to the fishing points in the mangrove, as well as and immersion period that occurred from April 18 to 21, 2019, and the development of direct participating observation and accompanying the shellfish collectors in their work places; and snowball technique, following the standards of collection, organization and data and knowledge production. For collecting quantitative data, the author made a documental analysis in the fishermen`s colony Z 9, a qualiquantitative one on Occupational Hygiene, through the measurement of work-related environmental risks as proposed by MTB Decree n. 3214, of June 8 1978, as put forward by NR-9. The analyzed environmental physical risk variables were: nonionizing radiation (UV and UVB rays), noise, thermal stress, illuminance and humidity. The methodological criteria used to verify ergonomic risks was based on the qualiquantitative analysis, following the standards put forward by NR-17 and by the Finish Institute of Ocupational Health guidelines for ergonomic analysis of the work place. Accidental risks were measured through the concept of probability risks sponsored by the World Labor Organization regarding the deficiency in control measures to minimize this risk. The sustainability indicators for the Mem de Sá Island shellfish collector’s occupational activities were a result of the application of methodologies in a systematic way, seeking precision in all data, before the measurement of environmental, social and economic indicators. The global index 0,352 ± 0,178 was estimated shellfish collecting in Mem de Sá, from a scale 0 to 1, the average IS being considered bad or very bad. The sociocultural dimension was the most relevant one in shellfish collecting, because local culture has cohesion and strength to control and carry on with this artisanal activity amongst women and family in general. However this thesis has considered that shellfish collecting may be considered an unsustainable activity for women, in the environmental and social dimensions. Projects that highlight the value and the importance of their local knowledge and activities must be incentivized in order to promote better environmental and accident risk control measures, thus improving techniques and practices used in the community and bringing about more quality of life for the shellfish collectors.
Keywords: Pesca artesanal
Saúde ocupacional
Doenças profissionais
Sustentabilidade e meio ambiente
Saúde e trabalho
Comunidade tradicional
Doenças do trabalho
Sustentabilidade socioambiental
Artisanal fishing
Traditional community
Occupational health
Occupational diseases
Socioenvironmental sustainability
Subject CNPQ: OUTROS
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
Citation: SANTOS, Lorena Xavier Conceição. Condicionantes socioambientais de saúde de marisqueiras da Ilha de Mem de Sá, Itaporanga D’Ajuda-SE. 2019. 165 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2019.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12750
Appears in Collections:Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LORENA_XAVIER_CONCEICAO_SANTOS.pdf4,33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.