Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/1356
Document Type: Artigo
Title: Filigranas da memória: história e memória nas comemorações dos centenários de Canudos (1993-1997)
Authors: Sá, Antônio Fernando de Araújo
Issue Date: 2006
Abstract: Como contraponto à organização de marcos instauradores da memória política dominante no Brasil, as comemorações dos centenários da Guerra de Canudos possibilitaram a compreensão da emergência de vozes alternativas à da memória instituída. Intimamente ligadas a diferentes projetos políticos de reconstrução do passado, estas comemorações produziram, nos anos 1990, uma intensa produção cultural na mídia, universidades, movimentos sociais, exército e na cultura popular. Na primeira parte, intitulada História e Memória na Era das Comemorações, realizei, a partir da imagem de um quebra-cabeça (puzzle), um debate teórico-metodológico sobre os problemas levantados na tese, quanto às complexas relações entre história e memória na contemporaneidade. Assim, efetuo uma revisão historiográfica, relacionando história cultural e história da memória, com o objetivo de inquirir os usos da memória na sociedade brasileira contemporânea e suas interações com a constituição da identidade nacional. A imagem do “palimpsesto” foi utilizada para pensar a historiografia e a memória nas comemorações da Guerra de Canudos. Na segunda parte da tese - Filigranas da Memória nos Centenários de Canudos (1993-1997) -, investigo as formas como foram comemorados os centenários da Guerra de Canudos nos movimentos sociais, instituições da sociedade civil e no aparelho do Estado - universidades e exército, enfatizando as batalhas da memória de Canudos. Aqui percebemos uma verdadeira obsessão do presente com relação ao passado com a constituição de “lugares da memória” no Sertão do Conselheiro, região em que Antônio Conselheiro deixou rastros em suas andanças. Na terceira e última parte – História, Mídia e Imagens da Memória nos Centenários de Canudos -, faço uma análise das representações produzidas sobre os centenários a partir dos meios de comunicação de massa e eletrônicos, visando compreender as interseções entre política, memória, cultura de massa e identidade social, a partir da atualidade de Canudos como um evento de mídia. Partindo da noção de lugares de memória, construída por Pierre Nora, ressalto a importância dos meios de comunicação de massa e eletrônicos como espaços privilegiados no arquivamento e produção da memória contemporânea. Como resposta à emergência cada vez maior de uma consciência camponesa que interpelava (e interpela) toda a sociedade brasileira, as batalhas simbólicas em torno das comemorações dos centenários da Guerra de Canudos (1993-1997) ofereceram ao pesquisador uma plêiade de representações sobre Canudos. De um lado, emergiu uma leitura mais pessoal e íntima da vida da comunidade, através de fotos, vídeos e artes plásticas, em que os artistas se pautaram na tradição oral, buscando uma associação com a atualidade da luta pela terra no Brasil contemporâneo. Ao mesmo tempo, são perceptíveis algumas permanências nas representações de Canudos na contemporaneidade, oriundas dos diferentes suportes referentes à época da guerra propriamente dita, como é o caso das fotografias de Flávio de Barros e da presença atual de Euclides da Cunha na construção da memória de Canudos, especialmente por conta do destaque dado à superprodução cinematográfica comemorativa do centenário da Guerra de Canudos, o filme de Sérgio Rezende. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT: In contrast with the organization of establishing landmarks for the predominant political memory in Brazil, the commemorations of Canudos War centennials provided the comprehension of emerging alternate voices to the instituted memory. Intimately linked to different political projects of past reconstruction, these commemorations produced, in the 1990’s, an intense cultural production in the media, universities, social movements, Army and in folk culture. In the first part - History and Memory in the Commemorations Age – the image of a puzzle is the starting point for developing a theoretical-methodological debate about the problems raised in the thesis, in terms of the complex relations between history and memory in contemporarity. Thus, I carry out a historiography review, associating cultural history and the history of memory, aiming at inquiring the usages of memory in the contemporary Brazilian society and its interactions with the constitution of the national identity. The image of the “palimpsest” was used to think the historiography and the memory in the commemorations of Canudos War. In the second part of the thesis – Filigrees of Memory in Canudos Centennials (1993-1997) – I investigate how the commemorations took place in social movements, civil society institutions and in the State apparatus – universities and army – emphasizing the battles of Canudos memory. Here we notice a true obsession of the present in relation to the past, with the constitution of “realms of memory” in Conselheiro’s backlands (“Sertão do Conselheiro”) - the region in which Antônio Conselheiro left traces during his wandering as a preacher. In the third and last part – History, Media and Images of Memory in Canudos Centennials – I carry out an analysis of the representations produced about the centennials in mass and electronic communication media, aiming at comprehending the intersections of politics, memory, mass culture and social identity, considering the present notion of Canudos as a media event. From the notion of locations of memory, constructed by Pierre Nora, I stress the importance of mass and electronic communication media as privileged spaces for archiving and producing the contemporary memory. As a reply to the growing emergence of a peasant awareness that interpellated (and still interpellates) all the Brazilian society, the symbolic battles surrounding the commemorations of Canudos War centennials (1993-1997) offered the researcher a great variety of representations of Canudos. From one aspect, a more personal and intimate reading of the community’s life emerged, through photographs, videos and fine arts, in hich the artists guided themselves in oral tradition, searching for an association with the current fight for land in contemporary Brazil. At the same time, some permanencies in contemporary representations of Canudos are perceptible, generated in different supports related to the period of the war itself, such as the photographs of Flávio de Barros and the existing presence of Euclides da Cunha in the construction of Canudos memory, especially due to the prominence obtained by Sérgio Rezende’s film, the high-budget motion picture produced to celebrate Canudos War centennial.
Keywords: Historiografia
Memória
História do Brasil
Guerra de Canudos
Citation: SÁ, A. F. A. Filigranas da memória: história e memória nas comemorações dos centenários de Canudos (1993-1997). 489 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília, Brasília, 2006. Disponível em: <http://bdtd.bce.unb.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=424>. Acesso em: 12 nov. 2014.
License: Direitos autorais pertencentes ao(s) autor(es)
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/1356
Appears in Collections:DHI - Departamento de História - Teses e Dissertações defendidas em outras instituições

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FiligranasDaMemória.pdf3,21 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.