Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/13982
Document Type: Dissertação
Title: Enredos de resistência da família Paiva : violência política, solidariedade e afetuosidade (1971 – 2015)
Authors: Teodózio, Ana Cristina
Issue Date: 16-Jun-2020
Advisor: Cardoso, Célia Costa
Resumo : Mais de quarenta anos após o desaparecimento de seu pai, preso, torturado e assassinado pela ditadura civil-militar brasileira, o escritor Marcelo Rubens Paiva retornou com sua escrita memorialística ao lançar o romance Ainda estou aqui. A obra conta a sua história familiar, centrada na mãe, Eunice Paiva, e deixa como legado o trauma gerado pela morte do pai aos leitores de suas memórias. Desse modo, de caráter autobiográfico e publicado em 2015, o romance se constituiu em obra denúncia contra a opressão ditatorial, tornando-se uma arma na luta contra o esquecimento do desaparecimento político e morte do ex-deputado federal Rubens Beyrodt Paiva. Analisar esta obra significou recuperar a memória de um dos períodos mais tensos da história do Brasil, bem como deixar viva a memória de desrespeito aos direitos humanos. A base interpretativa com a qual se trabalhou nesta pesquisa foi a de que a escrita da memória empregada por esse autor assumiu uma função social e moral. Social à medida que fornece subsídios para esclarecimento e compreensão dos fatos de determinado período histórico a partir de um ponto crucial – o desaparecimento de seu pai – contestando a versão oficial. E moral ao realizar aquilo que se entende como uma prestação de contas com a própria consciência, com as ações adotadas por si e por sua família diante da postura antiditatorial assumida. A pesquisa objetivou, assim, compreender a história de luta e resistência dessa família que sofreu a violência política impetrada pelo regime ditatorial, e discutir o uso da autobiografia como lugar de memória, resistência e denúncia. Buscou ainda, analisar as políticas públicas de memória e de reparação aos crimes da ditadura brasileira, utilizando com fonte para o desenvolvimento de suas ideias, os escritos autobiográficos Ainda estou aqui (2015) e Feliz ano velho (1982), do escritor Marcelo Rubens Paiva; a biografia de Rubens Paiva (2013) escrita por Jason Tércio; entrevistas escritas e faladas; matérias de jornais; cópias de processos judiciais e um relatório da Comissão da Verdade do Rio (CEVRio).
Abstract: More than forty years after the disappearance of his father, imprisoned, tortured and murdered by the Brazilian civil-military dictatorship, writer Marcelo Rubens Paiva returned with his memorial writing when he launched the novel "I am still here". The work tells his family history, centred on his mother, Eunice Paiva, and leaves as a legacy the trauma of his father's death to the readers of his memoirs. Thus, autobiographical and published in 2015, it was a denunciation of dictatorial oppression and became a weapon in the fight against the forgetfulness of the death and political disappearance of the former federal deputy, Rubens Beyrodt Paiva. Analyzing this work consisted in recovering the memory of one of the most tense periods in the history of Brazil, as well as leaving alive the memory of disrespect for human rights. The interpretative basis with which this research was worked was that the writing of the memory employed by this author assumed a social and moral function. Social, as it provides subsidies for clarifying and understanding the facts of a certain historical period from a crucial point - the disappearance of his father - as opposed to the official version. And moral, by performing what is understood as accountability with one's own conscience, with the actions taken by him and his family before the anti-dictatorial posture assumed. The research aimed, thus, to understand the history of struggle and resistance of this family that suffered the political violence impetrated by the dictatorial regime, and to discuss the use of autobiography as a place of memory, resistance and denunciation. It also sought to analyze the public policies of memory and reparation for the crimes of the Brazilian dictatorship, using as a source for the development of its ideas, the autobiographical writings Still here (2015) and Happy Old Year (1982), by writer Marcelo Rubens Paiva, the biography of Rubens Paiva (2013) written by Jason Tércio, written and spoken interviews, newspaper articles, copies of court cases and a report of the Truth Commission of Rio (CEV-Rio).
Keywords: História
Ditadura
Violência política
Ditadura civil-militar
Memória
(Auto) biografia
Família Paiva
Desaparecimento do corpo
Civil-military dictatorship
Memory
(Auto) biography
Paiva family
Disappearance of the body
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em História
Citation: TEODÓSIO, Ana Cristina. Enredos de resistência da família Paiva : violência política, solidariedade e afetuosidade (1971 – 2015). 2020. 143 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2020.
URI: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/13982
Appears in Collections:Mestrado em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANA_CRISTINA_TEODOZIO.pdf2,21 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.