Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/1451
Document Type: Artigo
Title: Qual é o impacto do comportamento sedentário na aptidão física de mulheres a partir de 50 anos de idade?
Other Titles: Which is the impact of sedentary behavior on the physical fitness of women older than 50?
Authors: Oliveira, Antônio César Cabral de
Silva, Diego Augusto Santos
Mendonça, Braulio Cesar de Alcantara
Issue Date: 2012
Abstract: Objetivou-se verificar o impacto do comportamento sedentário na aptidão física de mulheres a partir de 50 anos de idade. Para tanto, foi realizado um estudo transversal com 298 mulheres a partir de 50 anos (59,8±7,2), divididas em relação ao comportamento sedentário em: Grupo de risco (n=103); Grupo sem risco (n=195). Coletaram-se variáveis antropométricas (massa corporal (kg), estatura (cm), dobra cutânea do tríceps (mm) e perímetro da cintura (cm)); percentual de gordura por meio de Impedância Bioelétrica; nível de atividade física; testes de aptidão física (flexibilidade, resistência abdominal, força de membros superiores e aptidão aeróbia). Usou-se a análise de covariância (ANCOVA) para comparar o desempenho nos testes físicos das mulheres em relação ao comportamento sedentário, adotando nível de significância de 5%. Mulheres com comportamento sedentário de risco apresentaram piores desempenhos tanto na força de membros superiores (12,0±0,7 repetições) quanto na aptidão aeróbia (23,3±0,5 ml/kg/min) em comparação às mulheres sem comportamento de risco (p<0,05). A prática de atividades físicas pode ser estimulada para esse grupo etário, com o intuito de minimizar os efeitos do processo de envelhecimento. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT: The purpose of this study was to verify the association between sedentary behavior and physical fitness of women aged 50 and older. A cross-sectional study was carried out with 298 women in this age range (mean, 59.8±7.2 years), divided into an at-risk group (n=103) and a non-risk group (n=195) according to sedentary behavior. Anthropometric variables were collected (body mass [kg], height [cm], triceps skinfold thickness [mm] and waist circumference [cm]), and body fat percentage was measured by bioelectrical impedance. Analysis of covariance (ANCOVA) was used to compare performance on physical tests in relation to sedentary behavior, adopting a significance level of 5%. Physical activity level was measured and physical fitness tests (flexibility, abdominal resistance, upper body strength, and aerobic fitness) were administered. At-risk women who exhibited sedentary behavior performed worst on upper body strength (12.0±0.7 repetitions) and aerobic fitness (23.3±0.5 ml/kg/min) when compared to those who had no risky behavior (p<0.05). Physical activity can be encouraged in this age group in order to minimize the effects of aging.
Keywords: Antropometria
Aptidão física
Envelhecimento
Estilo de vida sedentário
Saúde da Mulher
ISSN: 1980-0037
Publisher / Institution : Universidade Federal de Santa Catarina
Citation: SILVA, D. A. S.; MENDONÇA, B. C. A.; OLIVEIRA, A. C. C. Qual é o impacto do comportamento sedentário na aptidão física de mulheres a partir de 50 anos de idade? Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, Florianópolis, v. 14, n. 2, 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1980-00372012000200004&script=sci_arttext>. Acesso em: 04 fev. 2015.
License: Creative Commons Attribution License
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/1451
Appears in Collections:DEF - Artigos de periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
QualImpacto.pdf619,34 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.