Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/15898
Document Type: Monografia
Title: Agricultura camponesa e as estratégias de enfrentamento dos efeitos da pandemia de Covid-19 no estado de Sergipe
Authors: Lima, Samuel Carlos Pereira
Issue Date: 31-May-2022
Advisor: Souza, Jane Delane R. P.
Resumo : A agricultura camponesa estabelece seu próprio modo de produzir e de viver no campo. A produção é feita pela família em pequenas áreas de terra, tendo a agroecologia e a diversidade produtiva como prioridade, criando seu modo próprio de vida comunitária. Com a pandemia de COVID-19 diversas crises já existentes se agravaram, gerando impactos à vida das famílias camponesas. A questão central dessa pesquisa foi analisar as estratégias de enfretamentos aos efeitos da pandemia, adotadas pelo Movimento dos Trabalhadores sem-terra (MST), o Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), a Associação de Certificação Orgânica Participativa de Agricultores e Agricultoras do Alto Sertão de Sergipe (ACOPASE), a rede Balaio e Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA), que representam a agricultura camponesa no estado de Sergipe. Metodologicamente foi utilizado o estudo bibliográfico, e a realização de entrevistas semiestruturadas, ao todo foram entrevistadas seis lideranças destas organizações. Constatou-se que a pandemia aprofundou a crise civilizatória já existente no mundo e no Brasil, tendo como principais efeitos na vida da população a fome, desemprego, evasão escolar, fechamento de feiras livres, interferência nas relações sociais e consecutivamente o aumento da pobreza. Demonstrou-se também a incapacidade do estado brasileiro em apresentar ações que capaz de responder os impactos causados, tanto no âmbito da crise sanitária, social, econômica e política, Evidencia-se o papel fundamental que as organizações sociais cumpriram e vem cumprindo no enfretamento a estes efeitos através de suas estratégias de prevenção e combate ao vírus com campanhas e estimulo aos cuidados pessoais, no campo da reivindicação de políticas públicas e ações do estado para a superação destas crises, na construção de mecanismos autônomos de produção e comercialização dos produtos dos camponeses e camponesas e na criação de campanhas de solidariedade levando alimentos saudáveis a famílias em situação de fome neste momento de crises que interfere na qualidade de vida da população. Por fim, fica evidente a atuação do estado brasileiro de forma desigual na garantia de direitos básicos humanos nos últimos períodos, demostrando a incapacidade das políticas neoliberais e do modelo hegemônico do sistema alimentar brasileiro em dar resposta às necessidades humanas.
Keywords: Agroindústria
Agricultura camponesa - Sergipe
Agroecologia
Pandemia - Covid-19
Movimentos associativos
Organizações sociais
Abastecimento alimentar
Subject CNPQ: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Department: NEAGROS - Núcleo de Graduação de Agroindústria - Nossa Senhora da Glória - Presencial
Citation: LIMA, Samuel Carlos Pereira. Agricultura camponesa e as estratégias de enfrentamento dos efeitos da pandemia de Covid-19 no estado de Sergipe. 2022. 51 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroindústria) - Universidade Federal de Sergipe, Nossa Senhora da Glória, SE, 2022.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/15898
Appears in Collections:Agroindústria

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Samuel_Carlos_Pereira_Lima.pdf881,3 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.