Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/1671
Tipo de Documento: Tese
Título: A psicologia em "Humano demasiado humano": Nietzsche, Paul Rée e a história natural da moral
Título(s) alternativo(s): Psychology in "Human, all too human": Nietzsche, Paul Rée
Autor(es): Machado, Bruno Martins
Data do documento: Dez-2013
Abstract: A presente tese de doutoramento tem como propósito analisar e justificar a emergência e a importância da noção de psicologia dentro do projeto filosófico nietzscheano a partir do primeiro aforismo de Humano, Demasiado Humano. Ao observarmos o conjunto do programa, percebe-se que o filosofo anunciou no primeiro aforismo do livro de 1878 tanto um projeto, quanto um plano interpretativo. Portanto, ao analisar MA I 01, tem-se contato (i) com a natureza da empresa crítica nietzscheana, (ii) com os termos de sua proposta metodológica e (iii) com o alcance positivo de sua perspectiva teórica. Esses três fatores apontariam para dois conceitos fundamentais em sua filosofia: história e psicologia. Defendemos que tanto a história quanto a psicologia denotam a influência de Paul Rée como um dos interlocutores mais presentes na obra de Nietzsche desse período. A determinação da psicologia, oriunda das exigências metodológicas trazidas pela filosofia histórica, remete à pergunta pela emergência das significações e das construções provenientes dos chamados sentimentos morais. Nesse curso, Nietzsche produziu sua filosofia sobre um solo psicológico em que as sensações e os sentimentos funcionariam como os elementos empíricos constitutivos das coisas humanas._________________________________________________________________________________________ ABSTRACT: This doctoral thesis aims at analysing and justifying the coming to light and the importance of the notion of psychology within Nietzsche's philosophical project, departing from the first aphorism of Human All Too Human. When one observes this program as a whole, one realizes that Nietzsche has announced in the first aphorism of the 1878 book at the same time a project and a plan of interpretation. Analysing, therefore, MA I 01, one approaches (i) the nature of Nietzsche's critical undertaking, (ii) the terms of his methodological proposition and (iii) the positive scope of his theorietical perspective. All of these three elements would indicate fundamental philosophical concepts: history and psychology. Such determinations denote the especial influence of Paul Rée as one of the most present philosophical interlocutors of Nietzsche's life. The determination of psychology which comes to light in virtue of methodological demandings (historical philosophy) leads back to the question concerning the coming to light of the meanings and productions grounded in moral sentiments. Thus, on this way Nietzsche elaborated his philosophie on the ground of the psychology, where the sensations and the sentiments could be taken as the empirical elements which constitute human things.
Palavras-chave: Nietzsche
Rée
Psicologia
Sentimentos morais
Filosofia histórica
Psychology
Morals sensations
History's phylosophy
Filosofia
Citação: MACHADO, B. M. A psicologia em "Humano demasiado humano": Nietzsche, Paul Rée e a história natural da moral. 2013. 278 f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2013. Disponível em: <http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000932225>. Acesso em: 29 fev. 2016.
Licença: Direitos autorais pertencentes ao(s) autor(es)
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/1671
Aparece nas coleções:DPS - Departamento de Psicologia - Teses e Dissertações defendidas em outras instituições

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PsicologiaHumanoNietzsche.pdf2,38 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.