Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/2064
Document Type: Artigo
Title: Asma induzida por exercício: há correlação com o tipo de exercício físico?
Other Titles: Exercise induced asthma: there is a correlation with physical exercise type?
Authors: Santos, Carlos Michell Tôrres
Santos, Márcio Farias
Santos, Patrícia Roberta dos
Santos, Egmond Alves Silva
Pereira, Carlos Umberto
Issue Date: Sep-2005
Abstract: Exercícios físicos são benéficos e recomendados, porém podem provocar asma. A análise da variação do pico de fluxo expiratório demonstra indícios acerca da deflagração desta patologia. No presente estudo foram avaliados 80 voluntários saudáveis, divididos em quatro grupos de acordo com o sexo e tipo de exercício praticado, através da coleta do pico de fluxo expiratório imediatamente antes e 30 minutos após a realização do exercício. Para comparação dos resultados foi utilizada análise de variância (ANOVA), seguida pelo teste de Wilcoxon e teste U de Mann-Whitney. Demonstrou-se que não houve redução significativa nos valores de pico de fluxo expiratório (L/min) nas situações imediatamente antes e após a prática de exercício aeróbio ou anaeróbio (p > 0,05), quando comparados indivíduos do sexo masculino ou feminino. Houve diferença significante entre valores obtidos pelos voluntários do grupo masculino, em relação ao feminino, nas situações imediatamente antes e após o exercício (p < 0,05). Concluiu-se que os resultados estão de acordo com os dados da literatura, a qual relata que cerca de 86% a 96% da população de indivíduos treinados tendem a não apresentar asma induzida pelo exercício e que o sexo tem relevância na determinação dos volumes e capacidades pulmonares._________________________________________________________________________________________ ABSTRACT: Physical exercises are benefic and recommended, but it can provoke alterations in airway caliber or exercise induced asthma. Analyze the peak expiratory flow permit to verify pathology's deflagration. In the present research, it was evaluated 80 healthy voluntaries, divided in four groups according the sex and type of exercise practiced, across the collect of peak expiratory flow immediately before and after 30 minutes of physical exercise realization. To compare the results it was utilized ANOVA, accompanied by Wilcoxon test and Mann-Whitney U test. The obtained results demonstrated that there was no significant reduction in peak expiratory flow in situations immediately before and after 30 minutes of aerobic and anaerobic exercise (p > 0,05), when compared males or females. It was demonstrated a significant difference between values obtained in male in relation to female groups, in situations immediately before and after exercise (p < 0,05). It was concluded that the found results are according with literature, which relate that about 86 to 96% of trained population tend to don't present exercise induced asthma and that sex have a relevancy in determination of volumes and pulmonary capacities.
Keywords: Exercício físico
Asma
Pico de fluxo expiratório
Physical exercise
Asthma
Peak expiratory flow
ISSN: 0034-7264
Publisher / Institution : Grupo Editorial Moreira Junior
Citation: SANTOS, C. M. T. et al. Asma induzida por exercício: há correlação com o tipo de exercício físico?. RBM - Revista Brasileira de Medicina, São Paulo, v. 62, n. 9, p. 409-412, set. 2005. Disponível em: <http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?fase=r003&id_materia=3096>. Acesso em: 27 jun. 2017.
License: Autorização para publicação no Repositório Institucional da Universidade Federal de Sergipe (RIUFS) concedida pelo editor
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/2064
Appears in Collections:DME - Artigos de periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AsmaInduzidaExercicio.pdf309,51 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.