Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/3184
Document Type: Dissertação
Title: A cor da oração : sociabilidades e resistências na irmandade de São Benedito em Aracaju-SE
Authors: Oliveira Junior, João Mouzart de
Issue Date: 9-Mar-2015
Advisor: Marcon, Frank Nilton
Resumo : A grande questão que suscito nesta dissertação é pensar na constituição e permanência da irmandade de São Benedito durante o século XX como uma organização coletiva de pessoas que ativam a afirmação religiosa e étnica de socialização. Esta pesquisa tem como objetivo analisar as práticas de sociabilidades e resistências presentes na irmandade de São Benedito na cidade de Aracaju, estado de Sergipe. Busco compreender os laços de solidariedade e os discursos de identidade no contexto desta irmandade. Dialogo também intimamente com as questões referentes à temática étnico- racial em contextos religiosos. Com relação à metodologia, utilizei a articulação entre pesquisa em arquivo e observação direta. Dividi esta dissertação em três capítulos, no primeiro, realizo um levantamento bibliográfico acerca da temática que enfatiza os estudos sobre irmandades, o campo da Antropologia e a discussão sobre práticas religiosas. No segundo e terceiro capítulos, parto de uma abordagem etnográfica enfatizando três modos de entrada em campo, acompanhados de entrevistas, primeiro junto aos arquivos onde fiz uma pesquisa a partir da documentação da referida irmandade. Os principais documentos encontrados foram as fichas de inscrições, o estatuto, os registros de óbitos, uma carta do zelador do cemitério e as fotografias do grupo. Uma segunda entrada a partir da observação direta da festa de São Benedito, nos anos de 2013 e 2014, observando os aspectos das sociabilidades presentes nesta comemoração. A terceira entrada se deu na forma de observação do espaço do cemitério da referida irmandade. Desta forma, a presente dissertação aborda uma faceta pouco conhecida sobre Aracaju: o mundo das irmandades de “pretos”. Percebi que as estratégias de sobrevivência da irmandade de São Benedito, no universo católico aracajuano se perduraram em função da etnicidade. A partir da referência da cor que se tornou um elemento aglutinador de um grupo religioso majoritariamente reconhecido e auto-declarados pretos. Verifiquei que os espaços das sociabilidades étnicas da irmandade de São Benedito foram compostos pelas procissões, pelos préstitos fúnebres e as festas dedicadas ao Santo.
Abstract: The big question that I raise up in this dissertation is to think of the constitution and permanence of the brotherhood of Saint Benedict during the 20th century, as a collective organization of people that activate the claim religious and ethnic socialization. This research aims to analyze the practices of sociability and resistance present in brotherhood of Saint Benedict in Aracaju, State of Sergipe. I understand the ties of solidarity and the discourses of identity in the context of this brotherhood. Dialog also closely with issues relating to the theme ethnic-racial in religious contexts. With respect to the methodology, I used the articulation between research on file and direct observation. I divide this dissertation in three chapters, the first, I realize a bibliographic survey about the theme that emphasizes the studies about fraternities, the field of Anthropology and the discussion about religious practices. In the second and third chapter, delivery of an ethnographic approach emphasizing three modes of entry in the field, accompanied by interviews, first with the files where I did a search from the documentation of the brotherhood. The main documents found were the enrolment forms, the statute, the death records, a letter from the caretaker of the cemetery and the photos of the group. A second entry from the direct observation of the feast of St. Benedict, in the years 2013 and 2014, noting the aspects of sociability in this commemoration. The third entry is given in the form of space observation of the graveyard of the brotherhood. Thus, this dissertation addresses a facet little known about Aracaju: the world of brotherhoods of "black". I realized that the survival strategies of the brotherhood of Saint Benedict, the Catholic world aracajuano if retrogression on the basis of ethnicity. From the color reference that became a uniting factor of a religious group mostly recognized and self-declared blacks. I have noticed that the spaces of sociability of ethnic brotherhood of St. Benedict were composed by processions, by prestitos funeral and the festivities dedicated to the Holy One.
Keywords: Antropologia
Irmandades
Negros
Religião
Identificação
Irmandade
Aracaju (SE)
Sociabilidades
Resistências
Identidades
Brotherhood
Aracaju (SE)
Sociability
Resistors
Identities
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::ANTROPOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Antropologia
Citation: Oliveira Junior, João Mouzart de. A cor da oração : sociabilidades e resistências na irmandade de São Benedito em Aracaju-SE. 2015. 169 f. Dissertação (Pós-Graduação em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2015.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/3184
Appears in Collections:Mestrado em Antropologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JOAO_MOUZART_OLIVEIRA_JUNIOR.pdf9,16 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.