Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/3198
Document Type: Dissertação
Title: "Saia do sol, galego" : o fenômeno do albinismo no Quilombo Filú em Alagoas
Authors: Silva, Sandreana de Melo
Issue Date: 20-May-2015
Advisor: Andrade, Ugo Maia
Resumo : Esta dissertação é uma etnografia sobre os Filú, grupo certificado como quilombola desde o ano 2005, composto por 42 famílias, com população de aproximadamente 200 habitantes. É situado geograficamente no povoado de Água Fria, município de Santana do Mundaú, estado de Alagoas. Nesse contexto, minha atenção se voltou, principalmente, ao fato de eles possuírem um alto índice de albinismo. Esse fenômeno, considerado patológico pela medicina ocidental, tornou-se, ao longo dos últimos anos, um marco diferencial na construção de sua identidade de população quilombola. Trata-se, assim, de um estudo que leva em consideração compreender principalmente como o albinismo entre os Filú é percebido por eles mesmos. Também é focalizado como o albinismo é definido pela assistência médica e pela medicina ocidental. Esses dados serão complementares ao objetivo desse trabalho. O foco principal, no entanto, é observar os fatores sociais que estão relacionados a esse fenômeno do albinismo e como os diversos atores se observam e atuam em variados contextos. Busco compreender também, por meio dos laços de solidariedade e da análise de seus os discursos, a forma como esses interlocutores autoafirmam sua identidade quilombola e como o albinismo torna-se um mecanismo de demarcação de fronteiras entre os Filú.
Abstract: This dissertation is an ethnography on Filu, officially certified as maroon group since 2005, with a population of 42 families of approximately 200 inhabitants. It is geographically located in Água Fria village, municipality of Santana do Mundaú – in the state of Alagoas. In this setting, my attention focused mainly on the fact of a high rate of albinism among them. This phenomenon , considered pathological by Western medicine has become, over the recent years, a distinguishing feature in the construction of their identity as quilombola population. Thus, it is a study that takes into account mainly the understanding on how albinism among Filu is perceived by themselves. It is also focused on how albinism is defined by the health care system and by the Western medicine. These data complement the objective of this work. The main focus therefore is to observe the social factors that are related to this phenomenon of albinism and how different actors observe and act in various settings. I also seek to understand, through the bond of solidarity and analysis of their speeches , how these interlocutors affirm their quilombola identity and how albinism becomes a border demarcation mechanism among the Filu.
Keywords: Antropologia
Etnologia
Identidade social
Quilombos
Albinos
Quilombo
Albinismo
Identidade étnica quilombola
Nordeste do Brasil
Albinism
Quilombola ethnic identity
Northeastern Brazil
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::ANTROPOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Antropologia
Citation: SILVA, Sandreana de Melo. "Saia do sol, galego" : o fenômeno do albinismo no Quilombo Filú em Alagoas. 2015. 150 f. Dissertação (Pós-Graduação em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2015.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/3198
Appears in Collections:Mestrado em Antropologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SANDREANA_MELO_SILVA.pdf6,69 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.