Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/3232
Document Type: Dissertação
Title: Diário de uma península: arqueologia das paisagens sensoriais de Maraú, Bahia
Other Titles: Diary of a península: archaeology of the sensory landscapes in Maraú, Bahia
Authors: Araujo, Girleney Santos
Issue Date: 30-Aug-2016
Advisor: Pellini, José Roberto
Co-advisor: Morales, Walter Fagundes
Resumo : É possível entender como as pessoas que viviam na Península de Maraú se relacionavam com o meio através dos sentidos? É esse o questionamento central que estimulou essa pesquisa. Partindo do entendimento que as Paisagens são encontros íntimos com o mundo que experimentamos com todos os sentidos, essa narrativa teve como objetivo apresentar uma interpretação de como seus moradores pretéritos elaboravam o entendimento do mundo a sua volta por meio da experiência sensorial disposta pela Cultura Material que produziram, levando em consideração que a própria paisagem pode ser entendida como uma confecção material e simbólica. Para se chegar a uma interpretação coerente, antes foi preciso se aprofundar nas críticas que a Fenomenologia faz a Ciência baseada no visual e reconhecer que a Arqueologia também se apoia na visão como principal meio de análise em suas pesquisas. A Arqueologia Sensorial tenta corrigir isso, trazendo todos os sentidos como formas de se buscar entender os grupos humanos do passado. Com a identificação de seis áreas arqueológicas pela prospecção, foco em duas delas para montar a minha análise e discorrer sobre as Paisagens Sensoriais de Maraú, Bahia.
Abstract: Is it possible to understand how people who lived in the Peninsula of Marau were related to the environment through the senses? This is the central question that prompted this research. Based on the understanding that the landscapes are intimate meetings with the world we experience with all senses, this narrative aimed to present an interpretation of how the past residents elaborated their understanding of the world around them through the sensory experience arranged by the material culture they produced, taking into consideration that the landscape itself can be understood as a material and symbolic production. To achieve a consistent interpretation, it was necessary to deepen the criticism that the Phenomenology does about the science based on the sight and recognize that Archeology also supports the sight as a main way of analysis in its research. Sensory Archaeology attempts to correct this by bringing all the senses as ways to seek understanding of the human groups in the past. With the identification of six archaeological areas for prospecting, focus on two of them to set up my review and discuss the Sensory Landscapes in Marau, Bahia.
Keywords: Arqueologia
Patrimônio arqueológico
Paisagem cultural
Sítio arqueológico
Fenomenologia
Sentidos e percepções
Arqueologia ambiental
Avaliação paisagística
Sentidos e sensações
Arqueologia da paisagem
Arqueologia sensorial
Península de Maraú (BA)
Archaeology
Archaeology landscape
Sensory archeology
Phenomenology
Peninsula of Marau
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::ARQUEOLOGIA
Sponsorship: Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Arqueologia
Citation: ARAUJO, Girleney Santos. Diário de uma península: arqueologia das paisagens sensoriais de Maraú, Bahia. 2016. 109 f. Dissertação (Pós-Graduação em Arqueologia) - Universidade Federal de Sergipe, Laranjeiras, SE, 2016.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/3232
Appears in Collections:Mestrado em Arqueologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GIRLENEY_SANTOS_ARAÚJO.pdf2,9 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.