Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/3285
Document Type: Dissertação
Title: Fenologia, adubação orgânica e micropropagação de acessos de sambaicaitá (Hyptis pectinata L. Poit)
Other Titles: Phenology, organic fertilizer and micropropagation of accessions from sambacaitá (Hyptis pectinata L. Poit)
Authors: Feitosa, Rosana Barroso
Issue Date: 28-Jan-2013
Advisor: Blank, Maria de Fátima Arrigoni
Resumo : As plantas medicinais vêm sendo amplamente utilizadas nas últimas décadas com finalidades terapêuticas, impulsionadas pelo alto custo dos produtos farmacêuticos industrializados. Dentre a grande diversidade de plantas medicinais existentes no Brasil, está o sambacaitá ou canudinho (Hyptis pectinata L. Poit), que se destaca por sua ampla utilização nos tratamentos de infecções bacterianas, dores e inflamações. O intenso extrativismo das plantas medicinais tem feito diversas espécies entrarem em extinção. Por isso é necessário o entendimento dos mecanismos das plantas para a adequação de técnicas de cultivo e de propagação vegetativa que visem à sustentabilidade e a produção em larga escala. Nesse contexto, esse trabalho teve como objetivo, realizar o estudo fenológico, avaliar a influência de doses de esterco bovino e alturas de corte e estabelecer um protocolo de micropropagação de H. pectinata. Para o estudo da fenologia foram feitas avaliações semanais em plantas com e sem irrigação. Para avaliar a influência de doses de esterco bovino e alturas de corte, o experimento foi montado em blocos casualizados, usando esquema de parcelas subdivididas, colocando-se nas parcelas as doses de esterco, e nas subparcelas, as alturas de cortes da planta. Nos ensaios de micropropagação foram testados diferentes concentrações de reguladores de crescimento. Por fim, para o ensaio de aclimatização foram testados diferentes substratos contendo pó de coco e/ou vermiculita. Para as condições do Estado de Sergipe observou-se que o início da floração das plantas de H. pectinata, ocorre no final de julho, na estação chuvosa, que no início de outubro ocorra à dispersão das sementes, a partir de final de outubro as plantas entram em senescência. Notou-se que a H. pectinata é uma planta anual. H. pectinata suporta três colheitas e o corte a 20 cm do solo resultou em melhor rebrota. A adubação orgânica não é fator limitante para o cultivo de H. pectinata. Os acessos SAM-016, SAM-017 e SAM-018 de H.pectinata pode ser micropropagado em 50% dos sais do MS na ausência de regulador de crescimento. A aclimatização das mudas micropropagadas pode ser realizada no substrato pó de coco + 1g.L-1 de calcário + sais do MS.
Abstract: The medicinal plants have been widely used in recent decades for therapeutic, driven by the high cost of industrialized pharmaceutical products. Among the great diversity of medicinal plants found in Brazil, is the |sambacaitá| or |canudinho| (Hyptis pectinata L. Poit), which stands out for its wide use in the treatment of bacterial infections, pain and inflammation. The intense extraction of medicinal plants has made several species enter in extinction. Therefore it is necessary to understand the mechanisms of plants for adaptation of cultivation techniques and vegetative propagating that aim sustainability and large scale production. In this context, the aim of this work was to realize a phenologic study to evaluate the influence of cattle manure and cutting heights and establish a protocol for micropropagation of H. pectinata. For the phenology study we realized evaluations weekly on plants with and without irrigation. To evaluate the influence of cattle manure and cutting heights, the experiment was arranged in a randomized block design, using split plot scheme, placing cattle manure doses in the plots and cutting heights of plants in the in the split plots. In the micropropagation assays we tested different concentrations of growth regulators. Finally, for the acclimatization assay we tested different substrates containing coconut coir and / or vermiculite. For the conditions of the Sergipe State it was observed that the beginning of flowering of H. pectinata plants occurs in late July, that is the rainy season, that in early October occurs the seed dispersion and from late October the plants enter in senescence. It is noted that H. pectinata is an annual plant. H. pectinata supports three harvests and cutting at 20 cm from the ground resulted in better regrowth. The organic manure is not a limiting factor for the growth of H. pectinata. The accessions SAM-016, SAM-017 and SAM-018 of H. pectinata can be micropropagated in medium containing 50% of MS salts without using growth regulators. The acclimatization of plantlets can be performed in coconut coir substrate + 1g.L-1 of lime stone + MS salts.
Keywords: Biotecnologia
Fenologia vegetal
Adubos e fertilizantes
Botânica
Fertilização in vitro
Hyptis
Cultura de tecidos
Reguladores de crescimento
Substratos
Phenology
Fertilization
Tissue culture
Plant growth regulators
Substrates
Subject CNPQ: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
Sponsorship: Fundação Norte-Rio-Grandense de Pesquisa e Cultura
Language: por
Country: BR
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Biotecnologia de Recursos Naturais
Citation: FEITOSA, Rosana Barroso. Phenology, organic fertilizer and micropropagation of accessions from sambacaitá (Hyptis pectinata L. Poit). 2013. 72 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2013.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/3285
Appears in Collections:Mestrado em Biotecnologia de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROSANA_BARROS_FEITOSA.pdf891,18 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.