Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/3574
Document Type: Tese
Title: Qualidade do sono em portadores de doença arterial coronariana crônica
Other Titles: Sleep Quality in Patients with Chronic Coronary Artery Disease
Authors: Espinheira, Patrícia Farias Sá
Issue Date: 20-Sep-2013
Advisor: Barreto Filho, José Augusto Soares
Resumo : Introdução: Distúrbios do sono têm sido considerados fatores de risco para doença cardiovascular, inclusive para doença arterial coronariana (DAC). Portanto, qualidade do sono ruim deve ser queixa frequente em portadores de doença coronariana. Entretanto, em portadores de DAC, a prevalência de qualidade do sono ruim e os fatores associados não foram devidamente investigados. Objetivos: Avaliar a prevalência e investigar os fatores associados à qualidade do sono ruim em pacientes portadores de DAC crônica. Métodos: Foram utilizados questionários validados para examinar a qualidade do sono (Índice de Qualidade de Sono de Pittsburgh; PSQI), o alto risco para apneia obstrutiva do sono (Questionário de Berlim; QB), a sonolência excessiva (Escala de Sonolência de Epworth; ESE), o status funcional relacionado à angina (Questionário de Seattle sobre Crise de Angina; QSA) e a qualidade de vida relacionada à saúde (Questionário de Qualidade de Vida SF-36; SF-36), em 257 voluntários com DAC crônica, com idade média de 62,5 ± 10,5 anos. Os pacientes foram categorizados em dois grupos, boa qualidade do sono e qualidade do sono ruim, de acordo com a pontuação global do PSQI. Posteriormente, foi realizada a análise multivariada para investigar a associação entre qualidade do sono ruim e fatores demográficos, características clínicas gerais, risco para apneia obstrutiva do sono, sonolência excessiva, status funcional relacionado à angina e qualidade de vida relacionada à saúde. Resultados: A maioria dos pacientes com DAC crônica (75,1%) apresentaram qualidade do sono ruim. A Análise multivariada indicou que pacientes com idade avançada (OR 1.05, IC 95% 1.02 - 1.09; p = 0,004), gênero feminino (OR 3.09, IC 95% 1.48 - 6.45; p = 0,003), menor fração de ejeção (OR 1.04, IC 95% 1.01 - 1.06; p = 0,015), maior limitação física (OR 1.03, IC 95% 1.00 - 1.05; p = 0,020), menor estabilidade da angina (OR 1.02, IC 95% 1.00 - 1.04; p = 0,027), pior qualidade de vida relacionada à angina (OR 1.03, IC 95% 1.01 - 1.05; p = 0,002) e menor vitalidade (OR 1.02, IC 95% 1.00 - 1.03; p = 0,042), foram associados à qualidade do sono ruim. Conclusão: Qualidade do sono ruim foi altamente frequente em pacientes com DAC crônica. Pacientes portadores de DAC crônica e pior qualidade do sono apresentam maior probabilidade de serem mais idosos, do gênero feminino, apresentarem menor fração de ejeção, maior limitação funcional, menor estabilidade da angina, pior qualidade de vida relacionada à angina e menor vitalidade.
Abstract: Background: Sleep disorders have been considered risk factors for cardiovascular disease, including coronary artery disease (CAD). Therefore, poor sleep quality should be frequent complaint in patients with coronary disease. However, in patients with CAD, the prevalence of poor sleepers and factors associated were not properly investigated. Objectives: To evaluate the frequency and the factors associated with poor sleepers in patients with chronic CAD. Method: We used validated questionnaires to examine sleep quality (Pittsburgh Sleep Quality Index; PSQI), high risk of obstructive sleep apnea (Berlin Questionnaire; BQ), excessive sleepiness (Epworth Sleepiness Scale; ESS), angina-related health status (Seattle Angina Questionnaire; SAQ) and quality of life (Medical Outcomes Study 36-item Short Form; SF-36) in 257 volunteers with stable CAD, mean age 62.5 ± 10.5 years. We categorized and compared good and poor sleepers, according to PSQI global score. Subsequently, adjusted analysis was performed to investigate the factors associated with poor sleepers and demographics, clinical characteristics, risk for obstructive sleep apnea, excessive sleepiness, angina-related health status and quality of life. Results: The majority of CAD patients (75.1%) were poor sleepers. The adjusted analysis indicated that older patients (OR 1.05, 95% CI 1.02 to 1.09; p = 0.004), women gender (OR 3.09, 95% CI 1.48 to 6.45; p = 0.003), lower ejection fraction (OR 1.04, 95% CI 1.01 to 1.06; p = 0.015), lower physical limitation (OR 1.03, 95% CI 1.00 to 1.05; p = 0.020), lower angina stability (OR 1.02, 95% CI 1.00 to 1.04; p = 0.027), worse angina-related quality of life (OR 1.03, 95% CI 1.01 to 1.05; p = 0.002) and lower vitality (OR 1.02, 95% CI 1.00 to 01.03; p = 0.042) were associated with poor sleepers. Conclusion: Poor sleepers were highly frequency in chronic CAD patients. Patients with chronic CAD and poor sleepers present higher age, women gender, lower ejection fraction, higher physical limitation, lower angina stability, lower angina-related quality of life and lower vitality.
Keywords: Coronariopatia
Coração
Doenças
Distúrbios do sono
Sonolência
Cardiologia
Doença arterial coronariana
Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh
Questionário de Angina de Seattle
Questionário de Berlim
Qualidade de vida
Qualidade do sono
SF-36
Sonolência excessiva
Coronary artery disease
Pittsburgh Sleep Quality Index
Seattle Angina Questionnaire
Berlin Questionnaire
Quality of life
Sleep quality
SF-36
Excessive aleepiness
Subject CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Language: por
Country: BR
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citation: ESPINHEIRA, Patrícia Farias Sá. Sleep Quality in Patients with Chronic Coronary Artery Disease. 2013. 161 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, 2013.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/3574
Appears in Collections:Doutorado em Ciências da Saude

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PATRICIA_FARIAS_SA_ESPINHEIRA.pdf1,15 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.