Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/3728
Document Type: Dissertação
Title: Qualidade de vida na deficiência isolada e genética do hormônio de crescimento (GH). Efeitos da terapia de reposição com o GH
Authors: Barbosa, Jorge Antônio Rodrigues
Issue Date: 9-Nov-2007
Advisor: Oliveira, Manuel Hermínio de Aguiar
Resumo : Redução na qualidade de vida (QV) é comumente descrita na deficiência do hormônio do crescimento (GH) com relatos de benefícios de terapia de reposição com o GH sobre a mesma. Na maioria das descrições, a deficiência do GH não é isolada, tem início na idade adulta e comporta múltiplas etiologias com seus respectivos tratamentos, os quais por si próprios podem influenciar a QV. No presente trabalho avaliamos a QV através do questionário Questions on Life Satisfaction Hypopituitarism Module (QLS-H) de 20 indivíduos adultos com deficiência isolada do GH devido a uma mutação no gene do receptor do hormônio liberador do GH (DIGH, 10 homens) comparando com 20 controles (CO, 10 homens). Adicionalmente o grupo DIGH foi avaliado após 6 meses de tratamento com GH de depósito ministrado subcutâneo a cada 15 dias (após GH) e após 12 meses da sua interrupção (12M). Não houve diferença no escore total de qualidade de vida (ETQV) entre os grupos DIGH e CO, 90(50,25) e 93 (79,25), respectivamente, mediana (distância interquartilica) e nem em alguma das nove categorias que compõem o ETQV. Resultado semelhante foi obtido quando analisado por sexo. Apesar de modesto, mas significante aumento dos níveis de vale do fator de crescimento semelhante a insulina tipo I (IGF-I), o tratamento com GH não influenciou o ETQV após GH 100(51) e 12M 93(38). Apenas o escore de percepção da satisfação com a resistência física aumentou (p=0,01) no tempo após GH. Em conclusão, DIGH genética e vitalícia não reduz a qualidade de vida e o tratamento com GH de depósito durante 6 meses também não a influenciou, apesar da melhora na percepção da satisfação com a resistência física obtida com o tratamento.
Abstract: Reduction in the quality of life (QOL) is commonly described in the growth hormone (GH) deficiency, with reports of benefits of GH replacement therapy in QOL. In most of the descriptions, GH deficiency is not isolated, of adult onset type and has multiple causes with its respective treatments that by themselves can influence QOL. In the present work we evaluated (QOL) by the questionnaire Questions on Life Satisfaction Hypopituitarism Module (QLS-H) in 20 adult with isolated deficiency of GH (IGHD) due to a mutation in the GH releasing hormone receptor gene (IGHD, 10 men) comparing with 20 controls (CO, 10 men). Additionally IGHD group was evaluated after 6 months of treatment with long acting GH (Nutropin Depot®, Genentech ) given subcutaneously every 15 days ( pGH) and after 12 months of its interruption (12M). There was not difference in the total score of QOL (TSQOL) among the groups IGHD and CO, 90(50,25) and 93 (79,25) respectively, median (interquartile range) and nor in any of the nine categories that composes the TSQOL. Similar results were obtained when data were analyzed by sex. Despite modest but significant trough serum insulin like growth factor I (IGF-I) increase GH treatment didn't influence TSQOL in pGH 100(51) and 12M 93(38). Only the score of perception of the satisfaction with the physical resistance increased (p=0,01) in the time pGH. In conclusion, genetic and lifelong DIGH doesn't reduce the QOL and the treatment with long-acting GH for 6 months didn't also influence it, in spite of the improvement of the perception of the satisfaction with the physical resistance, obtained with the treatment.
Keywords: Hormônio do crescimento
Deficiência de hormônio do crescimento
Qualidade de vida
Growth hormone
Growth hormone deficiency
Quality of life
Subject CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Language: por
Country: BR
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citation: BARBOSA, Jorge Antônio Rodrigues. QUALIDADE DE VIDA NA DEFICIÊNCIA ISOLADA E GENÉTICA DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO (GH). EFEITOS DA TERAPIA DE REPOSIÇÃO COM O GH. 2007. 96 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, 2007.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/3728
Appears in Collections:Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JORGE_ANTONIO_RODRIGUES_BARBOSA.pdf375,97 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.