Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/3782
Document Type: Dissertação
Title: Efeito da TENS associada ao exercício na Doença de Parkinson : ensaio clínico randomizado
Other Titles: TENS effect associated with exercise in Parkinson's disease : randomized clinical trial
Authors: Garcez, Priscila de Araújo
Issue Date: 26-Feb-2016
Advisor: Santana, Josimari Melo de
Resumo : Introdução: A Doença de Parkinson (DP) é uma desordem crônica e degenerativa, de caráter progressivo, responsável pelo desenvolvimento de sintomas incapacitantes motores e não motores sendo a dor uma das características não motoras mais frequentes. A Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea (TENS), bem como exercícios terapêuticos, podem auxiliar no tratamento da DP, pois ativam vias centrais que reduzem a dor através da liberação de opióides. Objetivos: Avaliar o efeito da TENS associada ao exercício físico na intensidade de dor, somação temporal, sensibilidade cutânea, fadiga, velocidade de marcha, velocidade de movimento, equilíbrio dinâmico e fatores psicoemocionais. Método: Trata-se de um ensaio clínico com distribuição aleatória, controlado por placebo, duplamente encoberto, do tipo crossover. Vinte e seis pacientes com DP foram distribuídos, aleatoriamente, nos tratamentos com ordem TENS Ativa-Placebo ou TENS Placebo-Ativa, ambos associados a exercícios físicos de 20 minutos, para aplicação da TENS (frequência de 100 Hz, pulso de 100 μs, intensidade no limiar motor) nas regiões lombar e torácica paravertebrais. Os grupos de estudos passaram pelos seguintes procedimentos: avaliação (antes e após cada sessão de aplicação da TENS; antes do início e após finalização de cada grupo), intervenção fisioterapêutica de 20 sessões (sendo 10 sessões em cada grupo, com washout de sete dias). Os instrumentos ou procedimentos utilizados nos processos de avaliação e reavaliação foram: escala numérica de 11 pontos (intensidade de dor e fadiga), teste Timed Up and Go (tempo de deslocamento), acelerometria (velocidade de movimento durante o ato de sentar e levantar), teste da figura 8 (equilíbrio dinâmico), estesiometria (sensibilidade cutânea), fleximetria pendular (amplitude de movimento), somação temporal (sensibilização central), escala de catastrofização da dor (expectativa negativa em relação à dor), inventário de depressão de Beck (depressão). Resultados: Comparando o pré e pós-tratamento, foi observada melhora no (a): intensidade de dor do grupo ativo (p=0,0068), velocidade de marcha no grupo ativo (p<0,0001), sensibilidade cutânea nos pontos direito (p=0,0022) e esquerdo (p=0,0410) da região torácica do grupo ativo, equilíbrio dinâmico (p=0,0085) do grupo ativo, somação temporal (p=0,0044), flexibilidade muscular de tronco nos movimentos de flexão (p=0,0103), extensão (p=0,0104), rotação direita (p=0,0001) e esquerda (p=0,0001) no grupo ativo e flexão (p=0,0001), extensão (p=0,0349), inclinação direita (p=0,0042) e rotação esquerda (p=0,0001) no grupo placebo. Conclusão: TENS ativa associada a exercícios físicos se mostrou efetiva através da redução da intensidade de dor e da somação temporal, sensibilidade cutânea, fadiga, velocidade de marcha, flexibilidade muscular e equilíbrio dinâmico dos indivíduos com DP. Não foi observado efeito de tolerância analgésica nestes indivíduos.
Abstract: Introduction: Parkinson’s disease (PD) is a chronic, degenerative and progressive disorder, responsible for developing disabling motor and non-motor symptoms. It occurs due to a loss of dopaminergic neurons in the substantia nigra, locus coeruleus and striatum and the presence of extranigrais dysfunction. Pain is one of the most frequent non-motor features. Transcutaneous Electrical Nerve Stimulation (TENS) as well as therapeutic exercise may help the treatment of PD as both of them activate central pathways that reduce pain by releasing opioids. Aims: To evaluate the effect of TENS associated with physical exercise in the intensity of pain, temporal summation, skin sensitivity, fatigue, gait speed, sitting and standing speed, dynamic balance and psycho-emotional factors. Method: This is a randomized, placebo-controlled, double-blind clinical trial, using a crossover design. PD patients were randomly distributed into to groups: Active TENS or Placebo TENS, both associated with 20 minutes of exercise, for TENS application in the lumbar and thoracic spine. Study groups went through the following procedures: evaluation (before and after each application session TENS; before the start and after completion of each group), physical therapy intervention of 20 sessions (with 10 sessions in each group). Instruments or procedures used in the assessment and reassessment were: numerical scale of 11 points (intensity of pain and fatigue), Test Timed Up and Go (functionality of legs in displacement), accelerometry (movement speed during the act of sitting and up), figure 8 test (dynamic balance), esthesiometer (skin sensitivity), pendulum fleximeter (range of motion), temporal summation (central sensitization), Pain Catastrophizing Scale (negative expectation regarding pain), Beck Depression Inventory (depression). Results: Comparing pre- and post-treatment, there was improvement in: pain intensity in the active group (p = 0.0068), running speed in the active group (p <0.0001) skin sensitivity on the right (p = 0.0022) and left (p = 0.0410) points on the chest of the active group, dynamic balance (p = 0.0085) in the active group, temporal summation (p = 0.0044) trunk muscle flexibility in flexion movements (p = 0.0103) extension (P = 0.0104) right (p = 0.0001) and left rotation (p = 0.0001) in the active group and flexion ( p = 0.0001) extension (P = 0.0349), right slope (p = 0.0042) and left rotation (p = 0.0001) in the placebo group. Conclusion: According to the results obtained in our study, the active TENS associated with physical exercises showed effectiveness in the treatment of pain, reduced temporal summation, skin sensitivity, fatigue, gait speed, muscle flexibility and dynamic balance of individuals with PD. There was no effect of analgesic tolerance in these individuals.
Keywords: Ciências da saúde
Doença da Parkinson
Infarto do miocárdio
Estresse oxidativo
Estimulação elétrica nervosa transcutânea
Terapia por exercício
Dor
Atividade motora
Transcutaneous Electric Nerve Stimulation - TENS
Exercise therapy.
Parkinson Disorders
Pain
Motor activity
Subject CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE
Sponsorship: Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citation: GARCEZ, Priscila de Araújo. Efeito da TENS associada ao exercício na Doença de Parkinson : ensaio clínico randomizado. 2016. 65 f. Dissertação (Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2016.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/3782
Appears in Collections:Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PRISCILA_ARAUJO_GARCEZ.pdf1,37 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.