Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/3949
Document Type: Dissertação
Title: Impacto dos serviços de farmacia clínica em unidades de terapia intensiva: uma revisão sistematica
Authors: Santos, Adriano da Silva
Issue Date: 25-Feb-2016
Advisor: Silva, Wellington Barros da
Resumo : Introdução: A complexidade dos processos e as condições médicas dos pacientes aumentam a probabilidade de erros e torna a segurança do paciente um processo crítico nas unidades de terapia intensiva (UTI). Embora o conhecimento sobre as atividades realizadas por farmacêuticos em cuidados intensivos tenha aumentado nos últimos anos, há uma carência de revisões sistemáticas sobre o tema. Dessa forma, o objetivo deste estudo é mostrar o impacto dos serviços de farmácia clínica em UTI’s adulto. Métodos/ Desenho do estudo: Foi realizada uma revisão sistemática, registrada no PROSPERO com nº CRD42015019592. Foram incluídos estudos de intervenção quase-experimentais, coorte, caso-controle e ensaios clínicos. A seleção dos estudos foi realizada nas bases de dados COCHRANE, Scient Direct, LILACS, PubMed, SCOPUS, Web of Science, publicados de janeiro de 2000 a maio de 2015. Resultados e Discussão: Foram identificados 1589 estudos, que após o processo de seleção resultaram em 24 estudos incluídos na revisão. Os principais serviços desenvolvidos foram identificação de eventos adversos a medicamentos e PRM’s (9), atividades educacionais (4), manejo de terapias/pacientes específicos (3), manejo de pacientes em ventilação mecânica (3), desenvolvimento e implantação de protocolo de assistenciais (4) e intervenções para redução do consumo e custos com medicamentos na UTI (1). Foi observado uma redução nos erros de prescrição (190,5 vs 62,5 por 1000 pacientes/dia), no percentual de uso apropriado de profilaxia de úlcera por stress (14,4 vs 6,0, p<0,001), melhor controle glicêmico (211 vc 168 mg/dl, p=0,03), redução dos dias em ventilação mecânica (338,4 vs 178,1, p=0,004), melhor ajuste de dose em pacientes em terapia de substituição renal, redução de custos e melhores práticas de administração de medicamentos. Conclusões: Os serviços farmacêuticos clínicos têm um impacto positivo nos desfechos clínicos e econômicos de pacientes de UTI’s adulto. Contudo, não foi observado impacto desses serviços sobre o tempo de internação na UTI, tempo de internação hospitalar e nas taxas mortalidade.
Abstract: Introduction: The complexity of the processes and the medical conditions of patients increase the probability of errors and makes patient safety a critical process in intensive care units (ICU). Although knowledge about the activities carried out by pharmacists in intensive care has increased in recent years, there is a lack of systematic reviews on the topic. Thus, the aim of this study is to show the impact of clinical pharmacy services in adult ICUs. Methods / Study Design: A systematic review was conducted, recorded in PROSPERO with nº CRD42015019592. Quasi-experimental intervention studies, cohort, case-control and clinical trials were included. The selection of studies was conducted in COCHRANE, Scient Direct, LILACS, PubMed, Scopus and Web of Science databases, published from January 2000 to May 2015. Results and Discussion: We identified 1589 studies, which after the selection process resulted in 24 studies included in the review. The main services developed were identification of adverse drug events and drug-related problem (9), educational activities (4), management of therapies/specific patients (3) management of patients on mechanical ventilation (3) development and implementation of assistance protocol (4) and interventions to reduce drug consumption and costs in the ICU (1) It was observed a reduction in the prescription errors (190.5 vs 62.5 per 1000 patients/day), the percentage of appropriate use of stress ulcer prophylaxis (14.4 vs. 6.0, p <0.001), better control glucose (211 vs 168 mg / dL, p = 0.03), reduction of days on mechanical ventilation (338.4 vs. 178.1, p = 0.004), the better dose adjustment for patients on renal replacement therapy, reduced costs and better drugs management practices. Conclusions: The clinical pharmacy services have a positive impact on clinical and economic outcomes's adult ICU patients. However, there was no impact of these services on the length of stay in ICU, length of hospital stay and mortality rates.
Keywords: Farmácia
Serviços farmacêuticos
Farmacêuticos
Unidade de tratamento intensivo
Farmacêuticos e pacientes
Farmácia clínica
Farmacêutico clínico
Intervenções farmacêuticas
Cuidados críticos
Unidade de cuidados intensivos
Pharmaceutical services
Pharmacy clinical
Clinical pharmacists
Pharmaceutical interventions
Intensive care
Intensive care unit
Subject CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas
Citation: SANTOS, Adriano da Silva. Impacto dos serviços de farmacia clínica em unidades de terapia intensiva: uma revisão sistematica. 2016. 110 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2016.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/3949
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Farmacêuticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ADRIANO_SILVA_SANTOS.pdf951,14 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.