Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4047
Document Type: Tese
Title: Educação e saúde ambiental em assentamentos rurais, Lagarto -SE
Authors: Santos, Alessandra Alcides de Sá
Issue Date: 13-Oct-2015
Advisor: Ferrari, Stephen Francis
Co-advisor: Oliveira, Cristiane Costa da Cunha
Resumo : O presente estudo abordou a educação em saúde ambiental como uma estratégia de promoção de saúde e conservação do ambiente, focando questões de saneamento ambiental, a fim de estabelecer uma maior interação e participação social, além de caracterizar problemas que nascem das necessidades da comunidade. A problemática aqui estabelecida aponta a educação em saúde ambiental como uma abordagem interdisciplinar que visa auxiliar na melhoria da relação homem/ambiente e sua utilização poderá favorecer um maior entendimento a respeito da percepção de uma comunidade rural sobre a sua situação de saúde ambiental e sua relação com a promoção de saúde e conservação do ambiente. O trabalho aqui apresentado teve como pressupostos que a situação de saúde ambiental encontrada nos assentamentos não seria adequada, bem como a possível existência de associação entre os fatores socioambientais e as doenças referidas pela população do assentamento. Diante do exposto o presente estudo, possuiu como objetivo geral realizar o diagnóstico da situação de saúde ambiental em dois assentamentos de reforma agrária que são assistidos pela Estratégia de Saúde da Família, no município de Lagarto/SE, a saber: PA Camilo Torres e PA Karl Marx. Foi utilizada abordagem metodológica quali-quantitativa, sendo que os dados quantitativos limitam-se aos aspectos populacionais e os dados referentes à saúde dos assentamentos. O diagnóstico da situação de saúde ambiental foi realizado através do GEO Saúde, uma metodologia capaz de avaliar a relação entre saúde do ambiente e a saúde humana por meio de uma matriz de indicadores devidamente organizados, integrados e analisados com base em um marco lógicoconceitual sólido. Das 40 famílias analisadas de ambos os assentamentos, todas as residências são de alvenaria com acesso a energia elétrica, apresentam fossa séptica para despejo dos dejetos humanos e 90% do abastecimento de água se dá por meio de sistema de captação da água da chuva em cisternas, sendo encontrada também poço artesiano e coleta de água direto de nascente de um próximo ao assentamento. Foram encontradas diferenças significativas nas condições de saúde ambiental entre os assentamentos estudados, principalmente nos que se refere a escolaridade, ocupação, associação entre escolaridade e ocupação, utilização dos serviços de saúde e doenças referidas pelos assentados relacionadas ao ambiente. Durante as oficinas participativas foram elencados os eixos temáticos, qualidade da água e destino final dos Resíduos Sólidos, de acordo com os problemas priorizados pelos assentados. Apesar do ambiente físico construído apresentar alguns pontos positivos, os assentados possuem acesso limitado aos benefícios e vantagens que as estruturas poderiam trazer. Deficiência na manutenção e a não utilização correta desses recursos estão dentre os principais motivos para a ineficiência dos recursos disponibilizados. Portanto, esta pesquisa e a ação dela decorrida tenha contribuído de alguma forma para a melhoria das condições de saúde ambiental nos assentamentos, e que a metodologia utilizada seja reproduzida em demais comunidades rurais em que acontecem problemas semelhantes respeitadas suas respectivas características.
Abstract: The present study addressed the environmental health education as a strategy for promoting health and the preservation of the natural environment, focusing on environmental sanitation concerns, aiming at establishing a greater social interaction and participation, in addition to portraying issues that arise from community necessities. The hereby stablished problematic suggests environmental health education as an interdisciplinary approach to ameliorating the human/environment relation, stating that its employment may favor a more appropriate awareness of a rural community self environmental health situation and its relation to the promotion of health and the preservation of the environment. This research theoretical premises were the inadequate environmental health situation found in the settlements, as well as the conceivable presence of association among social-environmental factors and the diseases referred by the settlement‟s population. Through this perspective, this enquiry points out as overall objective to bring to fruition a diagnosis of the environmental health situation in the municipality of Lagarto/SE, especially in two agrarian reform settlements assisted by Family Health Strategy, i.e., P.A. Camilo Torres and P.A. Karl Marx. The chosen methodology for this research was the mixed, qualitative quantitative approach, however, the quantitative data was limited to population aspects and to the records correlated to the overall health of the settlements. The environmental health situation diagnosis was accomplished with the GEO Health, which offered a participatory methodological emphasis based on integrated environmental and health indicators. The aim of the GEO Health Project is to develop an instrument capable of assessing the relationship between the health of the environment and human health, using of matrix of duly organized, integrated and analyzed basic indicators with a strong logical and conceptual framework. All 40 examined families inhabited houses constructed from brickwork, with access to electricity, septic fosses as small-scale sewage treatment system. 90% of their water supply is collected from rainwater harvest systems in cisterns, and also from artesian aquifers or even from rivers and water fountains near to settlements. Significant differences in environmental health conditions were found among the studied settlements, especially in regard to education, occupation, association between education and occupation, use of health services and diseases listed by the settlers related to the environment. Participative workshops employed during the research demonstrated the thematic axes, water quality and final destination to solid waste, in accordance to the prioritized problems from the settlers. Although the physical environmental present some positive aspects, settlers have limited access to the benefits and advantages that those structures could bring. Deficiency in maintenance and incorrect employment of these resources were among the main reasons for the inefficiency of the resources. Hopefully, therefore, this research and the actions consequentially employed may have contributed, in some way, to the enhancement of the environmental health conditions of the settlers, and that the methodology commissioned can be reproduced in other rural communities where similar problems happen, in compliance with their particular characteristics.
Keywords: Meio ambiente
Educação ambiental
Saúde ambiental
Educação sanitária
Assentamento humano
Saúde ambiental
Educação em saúde
Educação ambiental
Environmental health
Health education
Environmental education
Subject CNPQ: OUTROS
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
Citation: Santos, Alessandra Alcides de Sá. Educação e saúde ambiental em assentamentos rurais, Lagarto -SE. 2015. 111 f. Tese (Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2015.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4047
Appears in Collections:Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALESSANDRA_ALCIDES_SA_SANTOS.pdf11,21 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.