Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4055
Document Type: Tese
Title: Dinâmica ambiental espeleológica : memória, conservação e educação
Authors: Donato, Christiane Ramos
Issue Date: 29-Feb-2016
Advisor: Souza, Antônio Vital Menezes de
Resumo : A Dinâmica Ambiental Espeleológica (DAE) refere-se a um novo campo de conhecimento construído a partir da interação teórico-metodológica para compreensão de um objeto complexo (caverna). O conhecimento necessário para apoiar a construção da Dinâmica Ambiental Espeleológica perpassa por várias ciências como Ecologia da Paisagem, Ecodinâmica, Geomorfologia Cárstica, Ecologia Humana, Geologia, Paleontologia, Arqueologia, Psicologia e Epistemologia, o que caracterizou esse trabalho como interdisciplinar. Como objetivo geral propôs-se construir parâmetros (indicadores, metodologias de estudo e de análise espeleológica de base operativa) que validassem a existência, pertinência e contribuições de estudos espeleológicos baseados na idiossincrasia de cada geótopo como unidade complexa em funcionamento e estrutura de composição. Trabalhar a Dinâmica Ambiental Espeleológica na articulação entre seus três elementos constituintes (memória, conservação e educação) foi a finalidade desta tese. A dinâmica ambiental espeleológica, a memória espeleológica, a conservação espeleológica e a educação espeleológica foram conceituadas, caracterizadas, tiveram seus princípios e métodos identificados e avaliados. A pesquisa teve natureza fundamental e aplicada com construção de produtos empíricos e epistemológicos de análise e síntese para pesquisas em Espeleologia: (1) as extemporoendografias; (2) o Índice de Dinâmica Ambiental Espeleológica; (3) o check list de identificação de fatores de riscos presentes na caverna, que podem acometer visitantes, acadêmicos e trabalhadores; (4) o check list de ações de conservação espeleológica; (5) os conceitos de dinâmica ambiental espeleológica e memória espeleológica; (6) a Exposição “Veredas da Terra”; (7) o ambiente de aprendizagem “caverna artificial”; e (8) os recursos de aprendizagem “maquete de caverna 3D”, “pendrive-morcego” e “Curso de aperfeiçoamento “No Centro, a Terra: Espeleologia, ensino e interdisciplinaridade”. Foram duas as cavernas sergipanas avaliadas para testar os instrumentos metodológicos (1 a 3): Toca da Raposa, em Simão Dias e Pedra Branca, em Maruim. Foi construído aplicativo Escalas Tempográficas, para apresentar extemporoendografias (fotos, áudios, vídeos, mapas) das duas cavernas estudadas, o qual pode ser visualizado em smartphones, tablets e computadores. Com base na avaliação do Índice de Dinâmica Ambiental Espeleológica (IDAE), as cavernas Gruta da Pedra Branca (Maruim/SE) e Toca da Raposa (Simão Dias/SE) foram classificadas em metaestabilidade intermediária, com a primeira estando em tendência positiva de alteração e a segunda em tendência negativa. Nota-se que a maioria dos contaminantes encontrados nas cavernas estudadas que podem afetar o ser humano é de natureza biológica (fungos, bactérias, vírus, animais peçonhentos, que podem causar doenças e envenenamento), enquanto os contaminantes que podem afetar as cavernas são principalmente de origem química (defensivos agrícolas, metais pesados, etc.). Enquanto os desequilíbrios ambientais foram mais físicos (com deslocamento de blocos, quebra de espeleotemas e presença de obras de engenharia). Como as cavidades estudadas não possuem corpos d’água permanentes, as contaminações e desequilíbrios são observados mais no próprio local, sem espalharem-se para a região do entorno pelo lençol freático ou ar atmosférico. Todos os ambientes e recursos de aprendizagem estão sendo aplicados, para auxiliar na dinâmica ambiental espeleológica e sua memória. Assim, é necessário mais estudos posteriores a respeito da aplicação dos objetos construídos para auxiliar os fatores de desenvolvimento de práticas educativas sobre ambientes espeleológicos.
Abstract: Environmental dynamics speleological (EDS) refers to a new field of knowledge built from the theoretical and methodological interaction for understanding a complex object (cave). The knowledge needed to support the construction of environmental dynamics speleological permeates various sciences to Landscape Ecology, ecodynamic, Geomorphology carstic, Human Ecology, Geology, Paleontology, Archaeology, Psychology and Epistemology, which characterized this work as interdisciplinary. The general objective set out to build parameters (indexes, study methodologies and speleological analysis of operational base) which validate the existence, relevance and contributions of caving studies based on the idiosyncrasies of each place as complex unit in operation and composition structure. Environmental dynamics speleological work on the relationship between its three constituent elements (memory, conservation and education) was the purpose of this thesis. The speleological environmental dynamics, speleological memory, speleological conservation and speleological education were respected, characterized, had their principles and identified and evaluated methods. The research was fundamental and applied nature with construction of empirical and epistemological product analysis and synthesis for research in Speleology: (1) extemporoendografias; (2) the environmental dynamic index speleological; (3) the check list to identify risk factors present in the cave, which may affect visitors, academics and workers; (4) the check list of speleological conservation actions; (5) the concepts of Speleological environmental dynamics and speleological memory; (6) the "Veredas da Terra” Exhibition; (7) the learning environment "artificial cave"; and (8) Learning features the "3D cave model," "pendrive-morcego" and "update course - No Centro, a Terra: Espeleologia, ensino e interdisciplinaridade”". There were two Sergipe caverns evaluated to test the methodological tools (1-3): Toca da Raposa in Simão Dias and Pedra Branca in Maruim. Application was built escalas tempográficas to present extemporoendografias (photos, audios, videos, maps) of the two caves studied, which can be viewed on smartphones, tablets and computers. Based on the evaluation of the Environmental Dynamic Index Speleological (EDIS), the Pedra Branca cave (Maruim/SE) and Toca da Raposa (Simão Dias/SE) were classified as intermediate metastability, with the first being in positive trend change and the second in negative trend. Note that most of the contaminants found in caves studied which can affect humans are of a biological nature (fungi, bacteria, viruses, venomous animals, which can cause disease and poisoning), while the contaminants that can affect the caverns are primarily of chemical origin (pesticides, heavy metals...). While environmental imbalances were more physical (with offset blocks, broken speleothems and presence of engineering works). As the wells studied do not have bodies of standing water, contamination and imbalances are observed more on the spot, without spread to the surrounding area by ground water or atmospheric air. All environments and learning resources are being applied to assist in environmental dynamics speleological and his memory. Thus, it takes further studies regarding the application of constructed objects to assist the development of educational practices factors on caving environments.
Keywords: Meio ambiente
Memória
Conservação da natureza
Cavernas
Índice de dinâmica ambiental espeleológica
Conservação e educação espeleológica
Cave
Speleological environmental dynamics index
Memory
Conservation and speleological education
Subject CNPQ: OUTROS
Sponsorship: Fundação de Apoio a Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe - FAPITEC/SE
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
Citation: DONATO, Christiane Ramos. Dinâmica ambiental espeleológica : memória, conservação e educação. 2016. 268 f. Tese (Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2016.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4055
Appears in Collections:Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CHRISTIANE_RAMOS_DONATO.pdf4,69 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.