Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4474
Document Type: Dissertação
Title: Composição e distribuição espaço-temporal dos Crustacea componentes da megafauna bêntica na plataforma continental de Sergipe
Authors: Mendonça, Luana Marina de Castro
Issue Date: 25-Feb-2016
Advisor: Hirose, Gustavo Luis
Co-advisor: Guimarães, Carmen Regina Parisotto
Resumo : Os crustáceos são citados como grupo dominante em quase todos os ambientes de plataforma ao longo do litoral brasileiro, sendo também o grupo com maior volume de trabalhos realizados. No entanto, algumas plataformas brasileiras ainda têm sua carcinofauna precariamente desconhecida, como é o caso de Sergipe. Nesse sentido, esse trabalho visa contribuir para o conhecimento dos Crustacea, componentes da megafauna bêntica, da plataforma continental de Sergipe, bem como entender como as populações que compõe essa comunidade se distribuem espacial e temporalmente ao longo da plataforma. Os crustáceos foram coletados a partir de arrastos duplos com rede de arrasto pesqueiro em quatro campanhas amostrais entre 1999 e 2000, em 18 estações entre 36°32'W 10°36'S e 37°05’W 11°21’S distribuídas em seis transectos, nas isóbatas de 10, 20 e 30 m, totalizando 72 estações amostradas. Também foram coletados os parâmetros ambientais da água e do sedimento para cada estação. Os organismos foram identificados até o nível de espécie, utilizando literatura taxonômica específica, e analisados em termos de riqueza, abundância e biomassa e, a comunidade foi analisada a partir dos índices de diversidade, equitatividade, frequência de ocorrência e índice de importância relativa. A fauna de Crustacea esteve representada por 62749 indivíduos distribuídos em 71 táxons que somaram 199.97 kg de biomassa úmida e uma densidade de 77.81 ind./km². Os organismos coletados são representantes de 2 ordens, 4 infraordens, 25 famílias, 46 gêneros e 64 espécies. Dos grupos principais de Crustacea, Brachyura apresentou maior número de táxons com 39, seguido de Caridea com 12, Dendrobranchiata com 9, Anomura com 7, Stomatopoda com 2 e Achelata com 1. A comunidade estudada foi abundante e com uma riqueza considerável, mas a diversidade e equitatividade da fauna foram baixas, evidenciando a dominância das espécies X. kroyeri, N. schmitti, L. schmitti, F. schmitti e C. ornatus para a fauna de Crustacea da plataforma continental. A fauna variou em função do tempo e do espaço e os principais parâmetros abióticos que explicaram essas variações foram a profundidade, a temperatura e o tipo de fundo, principalmente os sedimentos mais grossos com altos teores de areia e cascalho. Dentre os Crustacea identificados, foram registrados pela primeira vez para a plataforma continental de Sergipe seis espécies, sendo 3 Brachyura (Allactaea lithostrota, Coryrhynchus riisei e Ericerodes minusculus), 2 Caridea (A. cf. packardii e A. intrisecus) e 1 Stomatopoda (Squilla brasiliensis).
Abstract: Crustacea is mentioned as a dominant group in almost all continental shelf environments around the Brazilian coast and the taxonomic group with more studies. However, the carcinofauna of some Brazilian shelfs are poorly known, such as Sergipe state. The aim of this study is contribute for the knowledge of Crustacea, components of benthic megafauna from continental shelf of Sergipe and understand how populations communities vary spatially and temporally. The crustaceans were collected with otter trawl in two different seasonal periods, 18 stations between 36°32'W 10°36'S e 37°05’W 11°21’S distributed in 6 transects and in 10, 20 and 30 m isobaths, for a total of 72 stations sampled, between the years 1999 and 2000. Environmental parameters from water and sediment were collect in each station. In laboratory, the organisms were identified to species level and analyzed in terms of richness, abundance and biomass, and the community in terms of diversity indices, equitativity, frequency of occurrence and relative importance indices. The Crustacea was represented by 62749 individuals, distributed in 71 taxa, 199.97 kg of biomass and 77.81km² of density. The collected organisms are representatives of 2 orders, 4 infraorders, 25 families, 46 genus and 64 species. Brachyura presented the greatest number of taxa with 39, followed by Caridea with 12, Dendrobranchiata with 9, Anomura with 7, Stomatopoda with 2 and Achelata with 1. The community was abundant and displayed considerable richness; however, diversity and equitability were low, showing the dominance of the species X. kroyeri, N. schmitti, L. schmitti, F. schmitti and C. ornatus. The fauna varied in space and time and the main abiotic parameters that explain these variations were depth, temperature and the bottom type, especially coarser sediments with high levels of sand and gravel. Six species of Crustacea were recorded for the first time from Sergipe continental shelf, 3 Brachyura (Allactaea lithostrota, Coryrhynchus riisei e Ericerodes minusculus), 2 Caridea (Alpheus armillatus, A. cf. packardii e A. intrisecus) e 1 Stomatopoda (Squilla brasiliensis).
Keywords: Ecologia
Ecologia marinha
Plataforma continental
Biomassa
Crustáceo
Megabentos
Carcinofauna
Dinâmica
Novos registros
Variação espaço-temporal
Benthic megafauna
Crustaceans
Dynamic
New records
Spatial-temporal variation
Subject CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Ecologia e Conservação
Citation: MENDONÇA, Luana Marina de Castro. Composição e distribuição espaço-temporal dos Crustacea componentes da megafauna bêntica na plataforma continental de Sergipe. 2016. 84 f. Dissertação (Pós-Graduação em Ecologia e Conservação) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2016.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4474
Appears in Collections:Mestrado em Ecologia e Conservação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LUANA_MARINA_CASTRO_MENDONCA.pdf2,48 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.