Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4475
Document Type: Dissertação
Title: O desconhecido do pouco conhecido : padrão espacial de riqueza e lacunas de conhecimento em plantas (Fabales: Fabaceae) na caatinga
Authors: Pereira, Taiguã Corrêa
Issue Date: 15-Jul-2016
Advisor: Gouveia, Sidney Feitosa
Co-advisor: Ribeiro, Adauto de Souza
Resumo : A biodiversidade é distribuída de forma heterogênea através do planeta Terra. Embora a discussão sobre quais fatores determinam os padrões espaciais da biodiversidade continue controversa, o simples conhecimento dos seus componentes é um desafio ainda maior em algumas regiões. Assim, conhecer o quanto ainda há para ser estudado ou descoberto é fundamental para a ciência, e a falta de conhecimento sobre a distribuição geográfica das espécies é considerado um dos principais problemas enfrentados em estudos sobre a biodiversidade, especialmente em países “megadiversos” como o Brasil. O Bioma Caatinga tem sido historicamente reconhecido com um dos menos conhecidos e valorizados quanto a diversidade biológica, devido à ideia equivocada de sua baixa diversidade e endemismo e elevado grau de antropização. Considerando a dominância da família Fabaceae na Caatinga, quanto à riqueza e abundância regional, investigamos o padrão espacial da riqueza de espécies de Fabaceae no bioma, buscando determinar quais os fatores ambientais responsáveis pela variação espacial da sua riqueza de espécies. Além disso, elaboramos um modelo estatístico espacial de diversidade de Fabaceae na Caatinga a partir da estrutura espacial das assembleias conhecidas e dos seus determinantes ambientais, a fim de estimar o déficit de conhecimento sobre a distribuição (déficit wallaceano) da Família na Caatinga. Obtivemos 220.781 registros, dos quais menos de 25% foram válidos. A partir desses registros, encontramos o total de 1.310 espécies de 198 gêneros. A riqueza predita pelo modelo espacial variou de 92 a 283 espécies ao longo do espaço e foi melhor descrita pelo esforço amostral, aspectos do solo e topografia. A partir da medida de discrepância entre valores preditos e observados de riqueza de espécies, estimamos valores de déficit Wallaceano, chegando a 192 espécies em uma única localidade. O número total de espécies encontrado neste trabalho representa um incremento expressivo na riqueza conhecida de espécies da família na Caatinga. A seleção de fatores não climático como principais preditores de riqueza indica maior influência da topografia e do solo na escala regional. E também a importância do substrato no estabelecimento de comunidades vegetais no semiárido. O déficit Wallaceano estimado evidencia uma deficiência crônica e espacialmente heterogênea no conhecimento da flora regional. A persistência de lacunas tão expressivas no conhecimento, somada a cobertura reduzida de áreas protegidas no Bioma evidencia um risco corrente de perdas significativas de diversidade biológica com sérias implicações para a conservação do Bioma.
Abstract: The biodiversity is distributed heterogeneously across the Earth. Although the discussion about which factors determine the spatial patterns of species diversity remains controversial, to know the components of biodiversity themselves is a challenge even bigger in certain regions. So, to know how much still remains to be studied or discovered is fundamental to the science, and the lack of knowledge about the species geographical distribution is known as one of the main problems faced in biodiversity research, especially in “Megadiverse” countries like Brazil. Historically, the Caatinga biome has been recognized as one of the most unknown and less valued according to its biodiversity, because the erroneous idea that the biome would have low diversity and endemism rates, and high degrees of degradation. Considering the dominance of the Family Fabaceae in the Caatinga, in both richness and abundance, we investigated the spatial pattern of Fabaceae species richness on the biome looking for determine which are the factors responsible for the spatial variation on its species richness. Moreover, we elaborated a spatial statistical model for the diversity of Fabaceae in the Caatinga, utilizing the spatial structure of the know assemblages and their environmental determinants, in order to estimate the shortfall of knowledge about the distribution (Wallacean shortfall) of the family in the Caatinga. We obtained 220,781 registers, less than 25% were valid. From these registers, we found 1,310 species in 198 genera. The predict richness vary from 92 to 283 species across the space and was better described by the sampling effort, the soil properties and the topography. With the measure of discrepancy between predicted and the observed values of species richness, we estimated the Wallacean shortfall, reaching 192 species in one single locality. The total number of species found in this work represents an expressive improvement on the know species richness of the family in the Caatinga. The selection of non-climatic factors as the main predictors of richness indicate the major influence of topography and soil on regional scale. The importance of substrate on the establishment of plant communities on the semiarid, as well. The estimated Wallacean shortfall evidences a chronical and spatially heterogeneous deficiency on knowledge of the regional flora. The persistence of such expressive gaps on the knowledge, plus the reduced coverage of protected areas on the biome shows a currently risk of significantly losses of biological diversity, with serious implications for the conservation of the biome.
Keywords: Ecologia
Ecologia da caatinga
Biogeografia
Leguminosa (distribuição geográfica)
Ecossistemas
Caatinga
Plantas da caatinga
Riqueza de leguminosas
Semiárido
Cokriging
Déficit Wallaceano
Legume richness
Semiarid
Co-kriging
Wallacean shortfall
Subject CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Ecologia e Conservação
Citation: PEREIRA, Taiguã Corrêa. O desconhecido do pouco conhecido : padrão espacial de riqueza e lacunas de conhecimento em plantas (Fabales: Fabaceae) na caatinga. 2016. 43 f. Dissertação (Pós-Graduação em Ecologia e Conservação) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2016.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4475
Appears in Collections:Mestrado em Ecologia e Conservação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TAIGUA_CORREA_PEREIRA.pdf1,58 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.