Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4482
Document Type: Dissertação
Title: Uso do espaço, dieta, atividade, morfometria e reprodução de Scinax pachycrus (Miranda-Ribeiro, 1937) e Scinax x-signatus (Spix, 1824) (Amphibia;Hylidae) em uma área de caatinga do alto sertão sergipano
Other Titles: SPACE USE, DIET, ACTIVITY AND MORPHOLOGY OF SCINAX PACHYCRUS (MIRANDA-RIBEIRO, 1937) AND SCINAX X-SIGNATUS (SPIX, 1824) (AMPHIBIA, HYLIDAE) IN A CAATINGA AREA OF THE HIGH BACKCOUNTRY OF SERGIPE.
Authors: Silva, Bruno Duarte da
Issue Date: 31-Mar-2011
Advisor: Nascimento, Fabio Santos
Resumo : Espécies simpátricas podem coexistir se explorarem habitats ou microhabitats distintos, se utilizarem diferentes recursos tróficos e/ou forem ativas em períodos diferenciados. As populações de Scinax pachycrus e Scinax x-signatus co-ocorrem e foram estudadas na Unidade de Conservação Monumento Natural Grota do Angico entre Janeiro e Dezembro de 2010. O objetivo do estudo foi verificar como os congêneres partilham os recursos espaciais e alimentares. Informações sobre os períodos de maior ocorrência, ao longo do ano, horários de atividade e morfometria também foram trabalhados. As duas espécies diferiram em relação ao uso dos hábitats, microhábitats, alturas de empoleiramento, estrato predominante da vegetação nos locais onde foram encontradas, proporções numéricas e volumétricas de presas ingeridas, períodos do ano em que foram mais frequentes e nos horários de atividade. Scinax pachycrus foram mais frequentes em poças formadas ao longo de um riacho com predomínio do estrato arbustivo. Nesses locais foram observadas normalmente sobre as folhas de bromélias ou na superfície das rochas, ocupando poleiros um pouco mais altos que o seu congênere. Foram mais ativas entre as 18 e 20 h. Em relação à dieta, as principais presas utilizadas por S. pachycrus foram aranhas besouros e larvas de insetos. Pequenas diferenças nas proporções numéricas e volumétricas das presas ingeridas foram observadas entre os machos e as fêmeas dessa espécie. Já S. x-signatus foram mais observadas em lagoas, com predomínio de herbáceas, onde ocupavam principalmente o solo ou a superfície das rochas. Estiveram ativas principalmente entre as 20 e 23 h e os itens alimentares mais importantes para essa espécie foram larvas de insetos, coleópteros e ortópteros. Scinax x-signatus é ligeiramente maior que S. pachycrus, e ambas as espécies apresentaram fêmeas de maior porte que os machos. Diferenças no uso dos recursos espaciais, dieta, períodos de maior ocorrência, atividade e na morfometria parecem contribuir para a coexistência das espécies na área estudada.
Abstract: Sympatric species can coexist to explore different habitats or microhabitats, different trophic resources are used and / or are active in different periods. Populations of Scinax pachycrus and Scinax xsignatus co-occur and have been studied in the Unidade de Coservação Monumento Natural Grota do Angico between January and December 2010. The study objective was to determine how similar they share space and food resources. Information on the periods of highest incidence, throughout the year, times of activity and morphology were also addressed. The two species differed in relation to the use of habitat, microhabitat, height of perch, dominant stratum of the vegetation in places where they were found, numerical and volumetric proportions of prey eaten, times of the year they were more frequent and activity times. Scinax pachycrus were more common in pools formed over a creek with a predominance of shrub. These sites were usually observed on the leaves of bromeliads or on the surface of rocks, occupying perches a bit taller than his counterpart. Were most active between 18 and 20 h. Regarding diet, the main prey used by S. pachycrus were spiders beetles and insect larvae. Small differences in numerical and volumetric proportions of prey eaten were observed between males and females of this species. Since S. xsignatus were more frequent in ponds, with a predominance of herbaceous plants, which were primarily the soil or the surface of the rocks. Were active mainly between 20:23 h and the most important food items for this species were insect larvae, beetles and locusts. Scinax x-signatus is slightly larger than S. pachycrus, and both species have females larger than males. Differences in the use of space, diet, periods of highest incidence, morphology and activity seem to contribute to species coexistence in the area.
Keywords: Ecologia
Nicho
Recursos
Anuros
Caatinga
Ecology
Niche
Resources
Frogs
Caatinga
Subject CNPQ: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::CONSERVACAO DA NATUREZA
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Language: por
Country: BR
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Ecologia e Conservação
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4482
Appears in Collections:Mestrado em Ecologia e Conservação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BRUNO_DUARTE_SILVA.pdf1,76 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.