Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4588
Tipo de Documento: Tese
Título: Por uma pedagogia das fotonovelas : instruir e (in)formar leitoras do IERB durante os anos 60 e 70 do século XX
Autor(es): Albuquerque, Sônia Pinto Melo de
Data do documento: 31-Mar-2015
Orientador: Freitas, Anamaria Gonçalves Bueno de
Resumo: A pedagogia dos impressos femininos, mais especificamente, das fotonovelas, é o objeto de investigação desta Tese, cuja proposta vincula-se à linha de pesquisa “História, Sociedade e Pensamento Educacional” do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe, de modo peculiar, ao Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação: Intelectuais da Educação, Instituições Educacionais e Práticas Escolares e relaciona-se aos pressupostos teórico-metodológicos da História Cultural, História da Educação Feminina, História do Impresso e História da Leitura. Objetiva pesquisar como leituras de lazer, em especial, de fotonovelas, contribuíram para ensinar, a partir de uma pedagogia específica, às suas leitoras, modos de ser e de se comportar, possibilitando-lhes representações acerca do mundo em que viviam. Assim sendo, para investigar acerca da pedagogia do impresso feminino e das fotonovelas, selecionei como comunidade leitora estudantes normalistas do Instituto de Educação “Rui Barbosa” (IERB), durante o período de investigação deste objeto de estudo (décadas de 60 e 70 do século XX), a fim de conhecer indícios do comportamento, dos valores e das experiências adquiridas nestas leituras, compreendendo tais práticas como relevantes no processo de formação deste público leitor. Diante disso, para concretizar esta investigação, discuti sobre práticas de leitura, em especial, as referentes às fotonovelas, a partir do momento histórico em que obtiveram maior difusão no país, ou seja, compreendido entre as décadas de 60 e 70 do século XX. Em contrapartida, esse período coincidiu com o crescimento industrial, de ampliação do consumo e maior acessibilidade à informação. Dessa maneira, para comprovar que o impresso feminino e as fotonovelas nele inseridas eram portadores de uma Pedagogia de valores e de culturas, analiso o conteúdo de 10 edições de uma das revistas femininas de maior circulação no país, a Revista Capricho, sendo seis da década de 60 e quatro, da década de 70 do século XX, comportando, conforme parâmetro estabelecido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), uma geração (1960 a 1975), bem como realizo entrevistas com leitoras destes impressos que estão inseridas na comunidade leitora selecionada para esta pesquisa. Por fim, defendo a tese de que leituras de lazer, no caso específico, revistas direcionadas a mulheres, bem como as fotonovelas, repercutiram no universo de suas leitoras através de uma Pedagogia que lhes forneceu instrumentos de uma educação extraescolar, revelando diferentes modelos femininos, difundidos por adesão e/ou resistência, e que, de certa forma, serviram de inspiração para algumas jovens acerca de padrões a ser seguidos física, moral e socialmente.
Abstract: The pedagogy of women printed material, more specifically, the photo-novels, is the object of research of this Thesis, whose proposal is linked to the research line "History, Society and Educational Thought" of the Graduate Program in Education at the Federal University of Sergipe (UFS), in a special way, to the Group of Studies and Research in History of Education: Intellectuals on Education, Educational Institutions and School Practices and relates to theoretical and methodological assumptions of Cultural History, History of Women's Education, The History of the Printed and the History of Reading. It aims to search as leisure readings, in particular, of photo-novels, contributed to teach, from a specific pedagogy, to its readers, ways of being and behaving, enabling them to representations about the world in which they lived. Thus, in order to investigate about the pedagogy of female prints and photo-novels, I selected as reader community Pedagogy students from The Institute of Education "Rui Barbosa" (IERB) during the period of investigation of this object of study (decades of 60 and 70 in the 20th century), in order to know signs of behavior, values and experiences acquired in these readings, including such practices as relevant in the process of formation of this public reader. Therefore, to achieve this research, I discussed about reading practices, in particular, those relating to photo-novels, from the historical moment in which they are granted greater spread in the country, i.e. , between the decades of 60 and 70 in the 20th century. On the other hand, this period coincided with the industrial growth, expansion of consumption and greater accessibility to information. This way, to prove that the female prints and the photo-novels entered therein were carriers of a Pedagogy of values and cultures, I analyze the content of ten editions of the women's magazines of greater movement in the country, the Capricho magazine, six of them being from the 1960s and four, the 1970s of the 20th century, comprising, as parameter established by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE), a generation (1960 to 1975), as well as my interviews with readers of these printed materials that are inserted in the community reader selected for this research. Finally, I support the thesis that leisure readings, in the specific case, magazines directed to women, as well as the photo-novels, reflected in the universe of their readers through a Pedagogy that provided them instruments of an over scholar education, revealing different female models, disseminated by accession and/or resistance, and that, in some way, served as inspiration for some young people about standards to be followed by physical, moral and socially.
La pedagogia delle riviste femminili, più specificamente, i fotoromanzi, è l' oggetto di questa tesi. La proposta è legata alla linea di ricerca "Storia, Società e Pensiero Educazionale" del Programma di Post Laurea in Educazione della Universidade Federal de Sergipe, in modo particulare, allo Gruppo di Studi e Ricerche in Storia Dell Educazione: intellettuali della educazione, istituzioni educative e pratiche della scuola. Si riferisce a principi teorici e metodologici della storia culturale, storia dell educazione femminili, storia delle riviste e storia della lettura. Obiettiva indagare come le letture in tempo libero, in particolare i fotoromanzi, hanno contribuito ad insegnare, una pedagogia specifica ai loro lettori, in modi di essere e di comportarsi, consentendo loro rappresentazioni sul mondo in cui vivevano. Così, per indagare su la pedagogia delle riviste femminili e di fotoromanzi, ho selezionato studenti dei magistrali dello Instituto de Educação “Rui Barbosa” (IERB) nel periodo dell'inchiesta di questo oggetto (anni '60 e '70 del XX secolo), in modo ad verificare i comportamentali, i valori ed esperienze acquisita in queste letture, ed capire le pratiche come rilevante nel processo di formazione di questo lettori. Per raggiungere questa ricerca, ho discusso sulle pratiche di lettura, in particolare quelli relativi ai fotoromanzi, nel momento storico in cui hanno conseguito più diffusione nel paese, vale a dire, tra gli anni '60 e '70 del XX secolo. Questo periodo ha coinciso con la crescita industriale, l'aumento dei consumi e una maggiore accessibilità alle informazioni. Per dimostrare che le riviste di donne e in particolare i fotoromanzi, in loro inserìti, erano portatori di una Pedagogia dei valori e delle culture, ho analizzato il contenuto di dieci edizioni di una delle riviste femminili con la più grande circolazione nel paese, la rivista Capricho. Ci sono sei dei anni 60 e quattro degli anni '70 del XX secolo, comportandosi come parametro impostato dal Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), una generazione (1960 al 1975). Ho realizzato interviste con i lettori di queste riviste che ci sono inseriti nella comunità che avevo selezionato per questa ricerca. La mia tesi è che la lettura in tempo libero, nel caso specifico, le riviste rivolte alle donne, cosi, come i fotoromanzi, ha influenzato l'universo dei suoi lettori attraverso una pedagogia che ha fornito loro gli strumenti di educazione non escolare, rivelando diversi modelli femminili, trasmessi da adesione e /o degli resistenza, e, in un certo senso, sono stati l'ispirazione per alcuni giovani circa le norme da seguire fisicamente, moralmente e socialmente.
La pedagogía de los impresos femeninos, pero específicamente, de las fotonovelas, es el objetivo de investigación de esta Tesis, cuya propuesta se vincula a la línea de investigación “Historia, Sociedad y Pensamiento Educacional” del Programa de Postgrado en Educación de la Universidad Federal de Sergipe, de modo peculiar, al Grupo de Estudios e Investigaciones en Historia de la Educación: Intelectuales de la Educación, Instituciones Educacionales y Prácticas Escolares, y se relaciona a los presupuestos teórico metodológicos de la Historia Cultural, Historia de la Educación Femenina, Historia del Impreso e Historia de la Lectura. Objetiva investigar como lecturas de ocio, en especial, de fotonovelas, contribuirían para enseñar, a partir de una pedagogía específica, a sus lectoras, modos de ser y de comportarse, posibilitándoles representaciones acerca del mundo en que vivían. Así siendo, para investigar acerca de la pedagogía del impreso femenino y de las fotonovelas, seleccioné como comunidad lectora estudiantes normalistas del Instituto de Educación “Rui Barbosa” (IERB) durante el periodo de investigación de este objetivo de estudio (décadas de 60 y 70 del siglo XX), a fin de conocer indicios del comportamiento, de los valores y de las experiencias adquiridas en estas lecturas, comprendiendo tales prácticas como relevantes en el proceso de formación de este público lector. Delante de eso, para concretizar esta investigación, discutí sobe prácticas de lectura, en especial, las referentes a las fotonovelas, a partir del momento histórico en que obtuvieron mayor difusión en el país, o sea, comprendido entre las décadas de 60 y 70 del siglo XX. En contrapartida, ese periodo coincidió con el crecimiento industrial, de ampliación del consumo y mayor accesibilidad a la información. De esa manera, para comprobar que el impreso femenino y las fotonovelas en él insertadas eran portadores de una Pedagogía de valores y de culturas, analizo el contenido de diez ediciones de una de las revistas femeninas de mayor circulación en el país, la Revista Capricho, siendo seis de la década de 60 y cuatro, de la década de 70 del siglo XX, comportando, conforme parámetro establecido por el Instituto Brasileño de Geografía y Estadísticas (IBGE), una generación (1960 a 1975), bien como realizo entrevistas con lectoras de estos impresos que están insertadas en la comunidad lectora seleccionada para esta investigación. Por fin, defiendo la tesis de que lecturas de ocio, en el caso específico, revistas dirigidas a mujeres, bien como las telenovelas, repercutirían en el universo de sus lectoras a través de una Pedagogía que les forneció instrumentos de una educación extraescolar, revelando distintos modelos femeninos, difundidos por adhesión y/o resistencia, y que, de cierta forma, sirvieron de inspiración para algunas jóvenes acerca de los patrones a ser seguidos física, moral y socialmente.
Palavras-chave: Instituto de Educação Rui Barbosa (SE)
Educação
História da educação
Fotonovela
Educação feminina
Leitura
Mulheres e literatura
História da educação feminina
História do impresso
Leituras não canônicas
Pedagogia de fotonovelas
Revista Capricho
History of female education
History of printing
Pedagogy of photo-novels
Non-canonical readings
Magazine Capricho
Storia delle Istruzione femminile
Storia della stampa
Lettura non canonici
Pedagogia di fotoromanzi
Historia de la educación de las mujeres
Historia de la impresión
Lecturas no canónicas
Pedagogía de fotonovelas
área CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição/Editora: Universidade Federal de Sergipe
Sigla da Instituição: UFS
Programa de Pós-graduação: Pós-Graduação em Educação
Citação: Albuquerque, Sônia Pinto Melo de. Por uma pedagogia das fotonovelas : instruir e (in)formar leitoras do IERB durante os anos 60 e 70 do século XX. 2015. 250 f. Tese (Pós-Graduação em Educação) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4588
Aparece nas coleções:Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SONIA_PINTO_ALBUQUERQUE_MELO.pdf18,56 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.