Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4772
Document Type: Dissertação
Title: "O que é normal pra mim não pode ser normal pro outro" : a abordagem de corpo, gênero e sexualidades nas licenciaturas do Instituto Federal de Sergipe, campus Aracaju
Authors: Cardoso, Helma de Melo
Issue Date: 20-Jun-2016
Advisor: Dias, Alfrancio Ferreira
Resumo : Esta dissertação tem como objetivo geral analisar como as temáticas de corpo, gênero e sexualidades estão sendo introduzidas nas práticas formativas das licenciaturas de Química e Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe- IFS/Campus Aracaju. Foi construída uma proposta metodológica organizada a partir da perspectiva pós-crítica, abandonando o caráter normativo da pesquisa e buscando mostrar que os fenômenos sociais são múltiplos e heterogêneos. Os instrumentos utilizados foram a análise documental do Projeto Político Pedagógico Institucional (PPPI) e Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC) de licenciaturas em Matemática e Química do IFS, uma entrevista semiestruturada com a Professora da disciplina Educação e Diversidade e Grupo Focal, com a participação de cinco licenciandos/as do último ano dos cursos. Como resultados pôde-se depreender que os documentos oficiais das licenciaturas expõem positividades e negatividades. Como ponto positivo apresenta uma disciplina com a temática da diversidade e também uma conceituação teórica que apresenta noções das desigualdades de gênero. E como ponto negativo aponta-se o silenciamento quanto à normalização dos corpos e das sexualidades. Quanto às representações dos/as estudantes verificou-se que estão atravessadas pelos discursos médico, biológico, religioso, que são permeados pela heteronormatividade, reforçando a visão dicotômica de corpo, gênero e sexualidades, mas também concepções marcadas por contradições e subversões. Ficou evidente que não tiveram contato com a temática no curso de licenciatura, de forma oficial, como conteúdos, debates e questões, mas o currículo dessas licenciaturas não está isento da temática, pois está atravessado, de uma maneira naturalizada e silenciosa, pelos discursos normatizantes de gênero e sexualidade, discursos binários, homofóbicos, que trazem em seu bojo uma lógica dicotômica dos gêneros. E que esses futuros/as professores/as, por não terem discussões sobre a temática na formação inicial, levarão, possivelmente, para a prática docente a reprodução do saber sexista e do currículo generificado.
Abstract: This work has as main goal to analyze how the thematic areas of the body, gender and sexuality are being introduced in the formative practices of degrees in Chemistry and Mathematics at the Federal Institute of Education, Science and Technology in Sergipe - IFS/Campus Aracaju. A methodological proposal from the post-critical perspective was built, leaving the normative research and aiming to show that the social phenomena are multiple and heterogeneous. The instruments used were the documental analysis of the Institutional Pedagogical Political Project (IPPP) and Pedagogical Projects of the Courses (PPC) for degrees in Mathematics and Chemistry of IFS, a semi structured interview with the professor at the discipline of Education and Diversity and Focus Group, with the participation of five undergraduate students from the last year of courses. As results, it was possible to infer that the official documents of the degrees expose positive and negative aspects. As a positive point, it offers a discipline with the theme of diversity and also a theoretical concept that presents notions of gender inequalities. And as negative aspect, the silence regarding the normalization of bodies and sexualities is highlighted. Regarding the representations of the students, it was found that are crossed by medical, biological and religious discourses, which are pervaded by heteronormativity, strengthening the dichotomous view of body, gender and sexuality, but also conceptions marked by contradictions and upheavals. It was evident that had no contact with the subject during the degree course, in an official way, as content, debates and issues, but the curriculum of these degrees is not exempted from the issue because it is crossed, in a naturalized and silently way, by normative speeches about gender and sexuality, binary, homophobic discourses, which bring a dichotomous logic of genres. And that these future teachers, for not having discussions about the theme in the initial training, will lead possibly to the teaching practice the reproduction of sexist knowledge and gendered curriculum.
Keywords: Educação
Corpo
Formação docente
Formação de professores
Gênero
Sexualidades
Body
Teacher training
Gender
Sexualities
Instituto Federal de Sergipe
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Educação
Citation: CARDOSO, Helma de Melo. "O que é normal pra mim não pode ser normal pro outro" : a abordagem de corpo, gênero e sexualidades nas licenciaturas do Instituto Federal de Sergipe, campus Aracaju. 2016. 143 f. Dissertação (Pós-Graduação em Educação) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2016.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4772
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HELMA_MELO_CARDOSO.pdf1,54 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.