Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4831
Tipo de Documento: Dissertação
Título: Linguagens da infância na perspectiva de educadores de creche : o que revelam as narrativas
Autor(es): Lima, Laíse Soares
Data do documento: 14-Fev-2017
Orientador: Ramos, Tacyana Karla Gomes
Resumo: O presente estudo tem como objetivo central compreender as concepções de linguagens da infância a partir das narrativas que permeiam os discursos e práticas de educadores de duas creches da rede municipal da cidade de Nossa Senhora do Socorro/SE. Fundamenta-se na produção relativa à Sociologia da Infância, na sua concepção de criança como produtora de cultura e na linguagem enquanto espaço das inter-relações sociais. Buscou-se, especificamente, identificar as concepções de linguagens de educadores da creche; analisar como o planejamento e as práticas pedagógicas consideram as linguagens infantis e as especificidades do trabalho pedagógico com a criança. Utilizou-se como aporte metodológico a pesquisa-ação-colaborativa-crítica, inserida em um processo formativo dos profissionais participantes, através de cinco reuniões de estudos denominadas de Rodas de Conversas. As narrativas dos educadores foram eleitas como principal instrumento de produção de dados. A partir da análise de conteúdo foi possível elencar as seguintes categorias alçadas das falas dos profissionais que atuam com a criança de 0 a 3 anos: a) formas de expressão e comunicação das crianças; b) o planejamento da rotina através das linguagens e c) as especificidades de atuação profissional dos educadores de creche. Os resultados evidenciam que as linguagens estão presentes no espaço das creches, entendidas pelos educadores como as capacidades das crianças de se expressarem por meio de diferentes recursos expressivos, comunicando seus desejos e necessidades para o outro social. Há um plano anual considerado orientador das práticas pedagógicas, organizado por temáticas e com atividades para os diferentes agrupamentos etários das duas creches, focadas no desenvolvimento infantil, a partir do que os adultos consideram importante para a aprendizagem das crianças. Os educadores destacam em suas narrativas uma diversidade de atividades que podem ser organizadas para que as múltiplas linguagens da criança se manifestem. A identidade de atuação dos educadores de creche é apontada como constituída não só por conhecimentos específicos, mas também pelas experiências compartilhadas com pares profissionais no interior ou não das instituições.
Abstract: This study aims to understand the conceptions of the childhood languages based on the narratives observed in the speeches and practices of educators from two public daycare centers of the city of Nossa Senhora do Socorro/SE. It is based on the literature related to the Sociology of Childhood, on the idea that the child is a promoter of culture, and in the language as a space for social interrelationships. Specifically, it aimed to identify the language conceptions of daycare educators; to analyze how planning and pedagogical practices consider as children's languages and the specificities of the pedagogical work with children. It was used as a critical-collaborative action research, inserted in a training process of the educators who were participating, through five study reports called “Rodas de Conversas”. The educators' speeches were chosen as the main instruments to produce the data analyzed. From the data analysis, it was possible to list three following categories of the educators’ speeches who work with children from 0 to 3 years old: a) forms of expression and communication of children; c) routine planning through the language, and c) the specifics of professional performance of daycare educators. The results show that languages are present in the daycare centers environment and are understood by the educators as the children's ability to express themselves through different expressive resources, communicating their desires and needs to the others. There is an annual plan to guide pedagogical practices. This plan is organized by theme and contains activities for the different groups of the two daycare centers, considering the age of the children and focusing on child development, from what adults consider important for children's learning. Educators highlight in their speeches many activities that can be organized to boost the children´s multiple languages development. The role of daycare educators is pointed out as consisting not only of specific knowledge, but also of shared experiences with professional peers within or without institutions.
Palavras-chave: Educação
Educação de crianças
Educadores
Planejamento educacional
Crianças (linguagem)
Creches
Educação infantil
Linguagens
Children
Early childhood education
Educators
Languages
Planning
área CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição/Editora: Universidade Federal de Sergipe
Sigla da Instituição: UFS
Programa de Pós-graduação: Pós-Graduação em Educação
Citação: LIMA, Laíse Soares. Linguagens da infância na perspectiva de educadores de creche : o que revelam as narrativas. 2017. 170 f. Dissertação (Pós-Graduação em Educação) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4831
Aparece nas coleções:Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LAISE_SOARES_LIMA.pdf4,13 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.