Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4958
Document Type: Dissertação
Title: Cinética pressórica e biodisponibilidade do óxido nítrico após o fracionamento de exercício concorrente em mulheres hipertensas
Authors: Azevêdo, Luan Morais
Issue Date: 26-Apr-2016
Advisor: Pardono, Emerson
Co-advisor: Araújo, Silvan Silva de
Resumo : O exercício físico pode atuar positivamente contra os agravos correlatos à hipertensão arterial sistêmica, doença crônica e não-transmissível que incide aproximadamente 30% da população mundial. Embora existam evidências suficientes sobre as respostas fisiológicas do exercício físico nesta população, estudar a dose-resposta do seu fracionamento ao longo do dia se faz necessária, permitindo novas possibilidades para a prescrição do exercício físico. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar as respostas pressóricas, em até 24h, após o fracionamento de uma sessão de exercício concorrente, bem como a biodisponibilidade do óxido nítrico em mulheres hipertensas. Para tanto, participaram do presente estudo 11 mulheres hipertensas de meia-idade (57,45 ±5,13 anos) submetidas a 3 sessões experimentais e um dia controle (SC). Nas sessões manhã (SM) e noite (SN), o exercício foi realizado integralmente pela manhã e pela noite, respectivamente. Na sessão fracionada (SF), realizou-se 50% do volume pela manhã e os demais 50% no turno da noite. Verificou-se que a SM proporcionou maior decaimento e menor reatividade pressórica (p<0,05) para a pressão arterial sistólica (PAS) e para pressão arterial diastólica (PAD) 1h após o exercício, quando comparada à SC. A SM também foi mais eficiente em promover hipotensão pós-exercício para a PAS que a SN e a SF, além de promover maior atenuação à reatividade pressórica (p<0,05) que as demais sessões. Ao analisar a cinética pressórica nas 24h subsequentes ao exercício, foi evidenciado que a SF promoveu menor área abaixo da curva pressórica (p<0,05) para a PAS, PAD e PAM no período do sono, além de maior biodisponibilidade (p<0,05) do óxido nítrico que as demais sessões. Neste sentido conclui-se que que a SF foi mais eficaz em promover reduções pressóricas nas 24h subsequentes à prática de exercício físico que as demais sessões, ainda que esta redução não tenha sido evidenciada no período de 1h pós-exercício, como observada após a SM.
Abstract: Physical exercise acts positively against the related risk factors for systemic arterial hypertension, a chronic and non-communicable disease that affects, approximately, 30% of the world population. Even though there are numerous studies that investigated the physiological responses of the exercise in this population, studying the "dose response" of its fractionation throughout the day becomes necessary, allowing new prescription possibilities. Therefore, this study aimed to evaluate ambulatory blood pressure kinetics after a fractionation of concurrent exercise session, as well as the nitric oxide bioavailability in hypertensive middle-aged women. In this way, eleven hypertensive middle-aged women (57.45 ±5.13 years) voluntarily participated of this study and underwent three experimental sessions and one control day (CS). In the morning (MS) and night (NS) sessions, the exercise was fully paid up in the morning and evening, respectively. In fractionized session (FS), it held 50% of the volume in the morning and the remaining 50% on the night shift. It was found that the MS provided greater decay and lower blood pressure reactivity (p<0.05) for systolic blood pressure (SBP) and diastolic blood pressure (DBP) 1h post-exercise, when compared to CS. The MS was also more effective in post-exercise hypotension for SBP than NS and FS, and promoted greater attenuation to pressure reactivity (p<0.05) than the other sessions. By analyzing the ambulatory blood pressure kinetic following the exercise, it was shown that the FS promoted lowest area under the blood pressure curve (p<0.05) for the SBP, DBP and MAP during sleep, as well as greater nitric oxide bioavailability (p<0.05) than the other sessions. In this sense, it is concluded that the FS was more effective in lower BP values at 24 hours following the exercise that other sessions, although this reduction has not been observed acutely, as observed after MS.
Keywords: Educação física
Exercícios físicos
Pressão arterial
Hipotensão
Exercícios físicos (aspectos da saúde)
Exercícios físicos (aspectos fisiológicos)
Hipertensão
Mulheres (saúde e higiene)
Exercício fracionado
Hipotensão pós-exercício
Cardioproteção
Monitoração ambulatorial da pressão arterial
Fractionized exercise
Blood pressure
Post-exercise hypotension
Cardioprotection
Ambulatory blood pressure monitoring
Subject CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Sponsorship: Fundação de Apoio a Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe - FAPITEC/SE
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Educação Física
Citation: AZEVÊDO, Luan Morais. Cinética pressórica e biodisponibilidade do óxido nítrico após o fracionamento de exercício concorrente em mulheres hipertensas. 2016. 65 f. Dissertação (Pós-Graduação em Educação Física) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2016.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4958
Appears in Collections:Mestrado em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LUAN_MORAIS_AZEVEDO.pdf2,3 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.