Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4959
Document Type: Dissertação
Title: Aptidão física relacionada à saúde e desempenho acadêmico de adolescentes
Authors: Castro, Fábio Jorge Santos de
Issue Date: 26-Feb-2016
Advisor: Oliveira, Antonio César Cabral de
Resumo : Introdução: níveis adequados de aptidão física são reconhecidos por benefícios à saúde, sendo possível relacioná-los com a prevenção de várias doenças. Todavia, a associação entre aptidão física e desempenho acadêmico ainda não está estabelecida na literatura e tem sido uma preocupação atual, considerando o processo de desenvolvimento do ser humano num contexto global. Objetivo: Verificar a associação entre os componentes da aptidão física relacionada à saúde e o desempenho acadêmico em adolescentes. Métodos: estudo descritivo e transversal. A amostra foi composta por 326 adolescentes com idades entre 15 e 18 anos de uma instituição pública federal de ensino do estado de Sergipe. Os dados relativos à aptidão física (composição corporal (CC), flexibilidade (FLEX), força/resistência muscular (FRM) e resistência cardiorrespiratória (RC)) foram coletados mediante aplicação da bateria de testes da American Aliance for Health, Physical Education, Recreation and Dance e os relativos ao desempenho acadêmico (notas das disciplinas que compõem as três áreas do conhecimento: linguagens e códigos (LC), ciências da natureza (CN) e ciências humanas (CH)) foram obtidos junto à coordenação de registro escolar da instituição. Recorreu-se à regressão logística binária para análise de associação entre as variáveis. Resultados: as moças apresentaram menor prevalência (p<0,05) de inaptidão na FLEX e os rapazes na FRM. Na CC e RC, não houve diferença entres os grupos (p˃0,05). Sobre o desempenho acadêmico, a prevalência de aprovação geral foi de 86,3%, sem diferença significativa (p˃0,05) entre os desempenhos dos grupos nas três áreas do conhecimento juntas e na área das CH isolada. Todavia, nas áreas das LC e CN, as moças apresentaram desempenho superior aos rapazes (p<0,05). A área das CN apresentou a maior prevalência (p<0,05) de inaptos, 24,5%, contra 12,8% das CH e 8,8% das LC. Não houve associação da CC, da Flex e da FRM com o desempenho acadêmico (p˃0,05), porém, a RC associou-se (p=0,038; OR=2,39; IC95%=1,05-5,44). Conclusão: houve associação entre a inaptidão cardiorrespiratória e o mau desempenho acadêmico de adolescentes.
Abstract: Introduction: adequate levels of physical fitness are known for health benefits, it is possible to relate them to prevention of various diseases. However, the association between physical fitness and academic performance has not been established in the literature and has been a current concern, considering the development process of the human being in a global context. Objective: verifying the association between physical fitness related to health components and academic performance of adolescents. Methods: a descriptive cross-sectional study. The sample consisted of 326 adolescents aged between 15 and 18 years in a federal public educacional institution in the state of Sergipe. Data relating to physical fitness (body composition (BC), flexibility (FLEX), muscular strength/endurance (MSE) and cardiorespiratory endurance (CE)) were collected by applying the tests of American Alliance for Health, Physical Education, Recreation and Dance battery and those related to academic performance (grades of the disciplines that comprise the three areas of knowledge: languages and code (LC), natural sciences (NS) and human sciences (HS)) were obtained from the school report coordination of the institution. It was used the binary logistic regression analysis for association between variables. Results: the girls presented less prevalence of unfitness (p<0.05) in FLEX and the boys in MSE. In BC and CE, there was no difference between the groups (p 0.05). On academic performance, the prevalence of overall approval rating was 86.3%, with no significant difference (p 0,05) between the performances of the groups in the three areas of knowledge together and alone in the area of HS. However, in the areas of LC and NS, the girls presented superior performance than the boys do (p<0.05). The area of NS presented the highest prevalence (p<0.05) of unfit, 24.5%, against 12.8% of HS and 8.8% of LC. There was no association of BC, Flex and MSE with academic performance (p 0,05), however, CE was associated (p=0.038; OR=2.39; CI95%=1.05-5.44). Conclusion: there was association between cardiorespiratory disabilty and bad academic performance of adolescents.
Keywords: Aptidão física
Aptidão física em jovens
Adolescentes
Saúde do adolescente
Rendimento escolar
Saúde
Desempenho acadêmico
Academic performance
Adolescents
Physical fitness
Subject CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Educação Física
Citation: CASTRO, Fábio Jorge Santos de. Aptidão física relacionada à saúde e desempenho acadêmico de adolescentes. 2016. 71 f. Dissertação (Pós-Graduação em Educação Física) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2016.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4959
Appears in Collections:Mestrado em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FABIO_JORGE_SANTOS_CASTRO.pdf1,26 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.