Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/5082
Document Type: Dissertação
Title: Relações com o saber e o universo explicativo da pessoa com cegueira total sobre a aprendizagem da geometria
Authors: Aragão, Ildema Gomes
Issue Date: 31-Mar-2016
Advisor: Silva, Veleida Anahí da
Resumo : Esta dissertação apresenta um estudo de natureza qualitativa, que teve como questão norteadora principal, analisar como se desenvolve o universo explicativo de duas pessoas com cegueira total sobre a aprendizagem da geometria, a partir das relações com o saber que esses sujeitos estabeleceram ao construir o conhecimento geométrico durante suas vidas escolar. A pesquisa está inserida na linha de pesquisa: Ciências, saberes científicos e técnicas nas sociedades contemporâneas do Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Federal de Sergipe. Se enquadra na área da Educação Especial e Educação Matemática na perspectiva inclusiva. O percurso escolhido neste trabalho foi determinado pelas vozes das duas pessoas participantes da pesquisa, para que, através das falas, sentimentos e ações pudessem explicitar como se constrói o universo explicativo, quais os sentidos e as relações com o saber estabelecidas com o conhecimento matemático de geometria. Os referenciais teóricos perpassam os caminhos da Educação Inclusiva (MANTOAN (2006), MANSINI (1994), SASSAKI (1999), SOUZA E SILVA (2005), SOUZA et al. (2005), STAINBACK & STAINBACK (1999), dentre outros; e da teoria da Relação com o saber (CHARLOT 1999, 2000, 2001, 2005 e 2009), dentre outros. Como instrumento de coleta de dados foram utilizados produção de texto baseado na técnica “balanço do saber” – desenvolvida pela equipe ESCOL (Paris VIII), organizada por Charlot (1999) – e três etapas de entrevista, sendo uma delas baseada na entrevista de explicitação técnica desenvolvida por Pierre Vermersh (1994). Este trabalho teve uma abordagem qualitativa envolvendo a análise dos conteúdos das entrevistas para estabelecer possíveis situações de semelhanças ou diferenças entre os sujeitos participantes da pesquisa. Os resultados nos mostraram que a pessoa com cegueira total, que não possui o comprometimento de outros órgãos que não seja a visão, possui capacidade de construir um universo explicativo, com construções de objetos de pensamento e de qualquer objeto matemático geométrico, desde que tenha sido elaborado considerando suas particularidades. As Relações com o saber dessas pessoas basearam-se na necessidade de auto afirmação, considerando-as capazes de tornarem-se sujeitos independentes e cidadãos do mundo.
Abstract: This dissertation presents a qualitative study, whose main research question, analyze how it develops the explanatory universe of two people with total blindness on learning of geometry, from the relations with the knowledge that these individuals established to build knowledge geometric during their school lives. The research is inserted in the line of research: Science, scientific knowledge and techniques in contemporary societies of the Master in Science and Mathematics Teaching, Federal University of Sergipe. Falls into the area of Special Education and Mathematics Education in inclusive perspective. The route chosen in this work was determined by the voices of the two participants, so that through the speech, feelings and actions could explain how to build explanatory universe, which senses and relations with the knowledge established with the mathematical knowledge of geometry. The theoretical references pervade the ways of Inclusive Education (MANTOAN (2006), MANSINI (1994), SASSAKI (1999), SOUZA E SILVA (2005), SOUZA et al. (2005), STAINBACK & STAINBACK (1999), among others; and the relationship of theory and knowledge (CHARLOT 1999, 2000 , 2001 , 2005 and 2009), among others. As data collection instrument was used text production based on technical "balance of knowledge" - developed by the team ESCOL (Paris VIII), organized by Charlot (1999) - and three interview stages, one of which is based on interview technique developed by Pierre explicitness Vermersh (1994). This study was a qualitative approach involving the analysis of the content of the interviews to establish possible situations of similarities or differences between subject’s research participants. The results showed us that the person with total blindness, that does not have the involvement of other organs than sight, has the capacity to build an explanatory universe, with constructions of thought and objects of any geometric mathematical object, provided it has been prepared considering its features. The Relations with the knowledge of these people were based on the need for self-affirmation, considering them able to become independent subjects and citizens of the world.
Keywords: Geometria
Cegueira
Conhecimento e aprendizagem
Educação especial
Cegueira total
Geometria
Relações com o saber
Universo explicativo
Total Blindness
Geometry
Relations with knowledge
Explicative universe
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática
Citation: ARAGÃO, Ildema Gomes. Relações com o saber e o universo explicativo da pessoa com cegueira total sobre a aprendizagem da geometria. 2016. 132 f. Dissertação (Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão 2016.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/5082
Appears in Collections:Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ILDEMA_GOMES_ARAGÃO.pdf4,54 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.