Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/5126
Document Type: Dissertação
Title: Matemática e cotidiano : processos metacognitivos construídos por estudantes da EJA para resolver problemas matemáticos
Authors: Campos, Vanessa Graciela Souza
Issue Date: 28-Mar-2017
Advisor: Silva, Veleida Anahí da
Resumo : Este estudo objetivou desvelar quais estratégias metacognitivas são construídas por estudantes da EJA, em fase de letramento, ao resolver problemas matemáticos e de que maneira o diálogo entre essas estratégias interfere no seu desempenho escolar. Para tanto, a pesquisa foi realizada por meio de uma intervenção pedagógica em uma turma, cuja instituição de ensino pertence ao Sistema S, compondo-se de onze participantes. A abordagem metodológica deste estudo consiste no tipo pesquisa-ação organizada nas seguintes etapas: observação, entrevistas, aplicação de questionários, aplicação de sequências didáticas e elaboração de diário de campo para coleta e análise dos dados obtidos. A incursão bibliográfica reporta-se em autores como Flavell, Miller e Miller (1999); Ludovico et al (2001); Portilho (2011); Locatelli (2014); Silva (2009); Souza (2009); Charlot (2000, 2005, 2013); Freire (2015); Dante (2010) que subsidiaram as interpretações dos fenômenos didáticos ocorridos em sala de aula, sob a ótica de quatro categorias: Matemática na EJA, Resolução de Problemas Matemáticos, Metacognição e Relação com o Saber. A análise dos dados permitiu dessumir incidências mútuas entre o conceito de Metacognição e a teoria da Relação com o Saber, uma vez que ambos conceitos abordam o olhar do sujeito sobre si próprio e sobre o saber. Ou seja, a compreensão dos processos metacognitivos favorece a aprendizagem dos alunos, ao se sentirem capazes de perceber o que sabem e como aprendem, tanto de forma individual como coletiva em sala de aula. Para tanto, percebeu-se que a resolução de problemas matemáticos apresenta-se como metodologia favorável a esse processo, instigando os sujeitos a pensarem sobre seu próprio raciocínio enquanto estão trabalhando as atividades propostas nas aulas. Notou-se também que as dimensões social e identitária dos sujeitos pesquisados, na sua relação com o saber, permeiam toda a conjuntura do olhar para si e para os demais colegas durante a resolução das tarefas propostas: pensar no porquê de suas dificuldades e/ou habilidades; admitir-se enquanto sujeito singular e social; fazer comparativos consigo e com os demais colegas; lidar com sua individualidade e, ao mesmo tempo, permitir a troca de conhecimentos.
Abstract: This study aimed on revealing which metacognitive strategies are constructed by EJA students, in the literacy phase, when solving mathematical problems and in what way the dialogue between these strategies interferes in their school performance. For this, the research was carried out through a pedagogical intervention in a class, whose teaching institution belongs to the S System, composed of eleven participants. The methodological approach of this study consists of the organized research-act with the following stages: observation, interviews, application of questionnaires, application of didactic sequences and preparation of field diary for data collection and analysis. The bibliographical incursion is reported in authors such as Flavell, Miller and Miller (1999); Ludovico et al. (2001); Portilho (2011); Locatelli (2014); Silva (2009); Souza (2009); Charlot (2000, 2005, 2013); Freire (2015); Dante (2010) who subsidized the interpretations of didactic phenomena occurring in the classroom, from the perspective of four categories: Mathematics in EJA, Mathematical Problem Solving, Metacognition and Relation with Knowing. The analysis of the data allowed to dissuade the mutual effects between the concept of Metacognition and the theory of Relation with Knowing, since both concepts approach the subject's gaze on himself and on knowledge. That is, the understanding of metacognitive processes favors students' learning, by being able to perceive what they know and how they learn, both individually and collectively in the classroom. Therefore, it was noticed that the solving of mathematical problems presents itself as a favorable methodology to this process, instigating the subjects to think about their own reasoning while they are working the activities proposed in the classes. It was also noted that the social and identity dimensions of the subjects studied, in their relationship with knowledge, permeate the whole conjuncture of the looking at oneself and other colleagues during the resolution of the proposed tasks: to think about the reason for their difficulties and / or Skills; To be admitted as a singular and social subject; Making comparisons with yourself and other colleagues; Dealing with their individuality and, at the same time, allowing the exchange of knowledge.
Keywords: Matemática
Matemática (estudo e ensino)
Educação de jovens e adultos
EJA
Aprendizagem baseada em problemas
Metacognição
Ensino de matemática na EJA
Resolução de problemas matemáticos
Relação com o saber
Mathematics teaching in the EJA
Mathematical problem solving
Metacognition
Relation with knowing
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática
Citation: CAMPOS, Vanessa Graciela Souza. Matemática e cotidiano : processos metacognitivos construídos por estudantes da EJA para resolver problemas matemáticos. 2017. 155 f. Dissertação (Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2017.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/5126
Appears in Collections:Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VANESSA_GRACIELA_SOUZA_CAMPOS.pdf1,86 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.