Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/5444
Document Type: Tese
Title: Fatores territorializantes na produção agroecológica em Sergipe
Authors: Souza, Luciano Ricardio de Santana
Issue Date: 4-Sep-2015
Advisor: Costa, José Eloízio da
Resumo : A construção do Território e a busca pela criação das territorialidades são formas utilizadas na agricultura para dar existência às novas formas-conteúdos. No Espaço Rural, onde ocorre a personificação da identidade e a prática produtiva, o surgimento do território e das territorialidades pela Transição Agroecológica condiciona-se como Fator que recria realidades e ações efetivas. Desta feita, a perspectiva orientada ao ator local e a manutenção de suas heranças culturais, sociais e espirituais permite que suas estratégias revertam os estigmas de dependência tecnológica e exclusão social, da qual a modernização da agricultura é a principal difusora. Como resultado, para criar Territórios, os condicionantes endógenos (internos) permitem a ocorrência de elementos e processos que possibilitam descrever os potenciais criativos que emergem da significância das ações coletivas e criativas das comunidades rurais. Tal aspecto constitui o ponto de surgimento dos Fatores Territorializantes como lógicas que reconstroem, mediante a intervenção social, as estruturas produtivas e ambientais. Como produto dos Fatores Territorializantes, os Territórios assumem outro entendimento, distanciando-se das condições severas impostas por um modelo econômico incompatível com o conhecimento e a forma de trabalho da pequena agricultura familiar. Disto, aponta-se a Agroecologia como abordagem científica, técnica e produtiva que se interpõe como Fator Territorializante ao colocar em evidência os potenciais localizados como formas de superação da pobreza e dos impactos negativos sobre a natureza. A Tese em tela tem o objetivo de analisar a essência dos Fatores Territorializantes, tendo como estudo de caso as experiências de territorialização mediante a prática agroecológica em algumas comunidades rurais no estado de Sergipe. Como marco metodológico, a Tese concentrou-se no detalhamento de experiências em Agroecológia, particularizando o uso das entrevistas não estruturadas, como fonte de dados, e de registros de fotos para explicitação dos efeitos oriundos dos Fatores Territorializantes. Consequentemente, a pesquisa em tela estabelece que os territórios sejam criados por Fatores Territorializantes, que, neste caso, são representados pela Agroecologia, permitindo um caminho para o planejamento territorial participativo.
Abstract: The Territory construction and the search for the creation of territoriality forms are used in agriculture to give life to new forms-content. Farm Houses, which is the embodiment of identity and productive practice, the emergence of territory and territoriality by Agroecological transition conditionals is as factor that recreates situations and effective actions. This time, the prospect oriented to the local actor and maintenance of its cultural, social and spiritual heritage allows their strategies reverse the technological dependence of social exclusion stigma, which the modernization of agriculture is the main diffuser. As a result, to create Terrirtories, endogenous conditions (internal) allow the occurrence of elements and processes that make it possible to describe the creative potential of the emerging significance of collective and creative actions of rural communities. This aspect is the emergence point of Territoriality Factors as logical rebuilding through social intervention, productive and environmental structures. As a product of Territoriality Factors, the Territories show another understanding, away from the harsh conditions imposed by an economic model incompatible with the knowledge and how we worked on small family farms. This, it points to Agroecology as scientific approach, technical and productive that stand as Territoriality Factor to put in evidence the potential located as ways of overcoming poverty and the negative impacts on nature. A Thesis on screen aims to analyze the nature of Territoriality Factors, taking as a case study the territory experiences by agroecological practice in some rural communities in the Sergipe state. As methodological framework, the thesis concentrated on detailing experiences in Agroecology, individualising the use of unstructured interviews as a source of data, photos and records for explanation of the effects from the Territoriality Factors. Consequently, the screen in research states that the territories are created by Territoriality Factors, which in this case are represented by Agroecology, allowing a path for participatory territory planning.
Keywords: Geografia
Territorialidade humana
Geografia agrícola
Ecologia agrícola
Sergipe
Território
Fatores territorializantes
Agroecologia
Territory
Territoriality factor
Agroecology
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Geografia
Citation: Souza, Luciano Ricardio de Santana. Fatores territorializantes na produção agroecológica em Sergipe. 2015. 217 f. Tese (Pós-Graduação em Geografia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2016.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/5444
Appears in Collections:Doutorado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LUCIANO_RICARDIO_SANTANA_SOUZA.pdf10,14 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.