Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/5462
Document Type: Tese
Title: "Arruando" vejo rio, homens, pedra & cal : a des-re-patrimonialização do sítio histórico tombado de Penedo-AL
Authors: SIlva, Daniella Pereira de Souza
Issue Date: 25-Jul-2016
Advisor: Vargas, Maria Augusta Mundim
Resumo : A patrimonialização entendida como processo de ressignificação dos lugares tem criado conflitos como consequência da sua territorialização em territórios preexistentes, forçando um encontro entre cultura, hábitos, modos e estilos de vida consolidados e singulares, e o competitivo mercado turístico das cidades-patrimônio. O presente estudo pretendeu compreender como a patrimonialização é processada institucionalmente e como é percebida cotidianamente pela população dos sítios históricos tombados considerando a sua relação com os agentes da patrimonialização e a paisagem cultural. Selecionamos o município de Penedo, localizado na região do Baixo São Francisco alagoano, por ser tombado a nível federal, estadual e municipal. Como objetivo geral, buscamos entender quais mecanismos, processos, estratégias e conflitos estão na base do processo patrimonializador do sítio histórico tombado de Penedo-AL, explicitando a complexidade das relações travadas entre os agentes externos e internos da patrimonialização e a população daquela área para viabilizá-lo. A pesquisa desenvolveu-se tomando como caminho metodológico a abordagem qualitativa e procurou ater-se a três questões estruturantes: as mudanças e permanências no município de Penedo como fatores contributivos do processo patrimonalizador em suas várias dimensões; as múltiplas percepções da/na paisagem-patrimônio e, a patrimonialização percebida como processo des-re-territorializador. As reflexões em torno destas questões permitiram concluir que o processo de patrimonialização afeta a percepção da paisagem cultural pela população residente bem como pelos empresários/autônomos que “usam” o sítio histórico; que como processo institucional ainda persistem fragilidades nas políticas e nas gestões, no caso de Penedo, nas escalas municipal, estadual e federal. Ademais, a mercantilização dos lugares com vistas à competitividade no setor turístico os conduz a um processo de des-re-patrimonialização que vai se concretizando num continuum baseado na i-mobilidade da população dos sítios históricos tombados, na medida em que novos sentidos estão sendo concebidos e novas funções estabelecidas devido à valorização do patrimônio com a normatização e não pela vivência.
Abstract: The patrimonialization understood as a processo of resignification of places has been created conflicts as consequence of its territorialization in preexisting territories, forcing a meeting between culture, habits, modes and lifestyles consolidated andu nique, and the competitive tourist market of cities heritage. This study intended to understand how the patrimonialization is institutionally processed and how its daily perceived by the people in the historic sites preserved considering their relationship with the patrimonialization agents and the cultural landscape. We chosed the county of Penedo, situated at the Baixo São Francisco region in the state of Alagoas, because its preserved in the federal, state and county level. As principal objective we sought to understand which mechanisms, processes, strategies and conflicts are in the basis of the patrimonialization process of the historical preserved county of Penedo-AL, explaining the complexity of relationships between the external and internal agents of patrimonialization and the people of that area, to make it viable. This research was developed using as methodological way the qualitative approach and tried to stick in three structural issues: the changes and continuities in the county of Penedo as contributory factors of the patrimonialization process in its various dimensions; the multiple perceptions of/in the heritage landscape and, the patrimonialization perceived as a des-re-territorialization process. Those reflections around these issues allowed to conclude that the processo of patrimonialization afects the perception of cultural landscape by the residente population such as by the entreprenuers and self-employed people that “use” the historic área; that as na institutional process still persists weaknesses in policies and management, in the case of Penedo, in the county, state and federal scales. Moreover, the commodification of places woth competitive intente in the tourism sector, leads them to a process of des-re-patrimonialization that follows performing un continuum based on the population immobility of the historic sites preserved because new meanings are being created and new functions are being established as a consequence of the recognition of heritage through standardization instead of experience.
Keywords: Geografia humana
Penedo (AL)
Paisagens culturais de Penedo (AL)
Patrimônio cultural
Proteção de patrimônio cultural
Patrimônio cultural de Penedo (AL)
Sítios históricos
Patrimonialização
Paisagem cultural
Território
Lugar
Patrimonialization
Heritage
Cultural landscape
Territory
Place
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Geografia
Citation: SILVA, Daniella Pereira de Souza. "Arruando" vejo rio, homens, pedra & cal : a des-re-patrimonialização do sítio histórico tombado de Penedo-AL. 2016. 352 f. Tese (Pós-Graduação em Geografia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2016.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/5462
Appears in Collections:Doutorado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DANIELLA_PEREIRA_SOUZA_SILVA.pdf6,18 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.