Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/5504
Document Type: Dissertação
Title: Farinhada: construção simbólica na reprodução da agricultura familiar
Authors: Silveira, Maryane Meneses
Issue Date: 31-May-2006
Advisor: Vargas, Maria Augusta Mundim
Resumo : Este trabalho aborda a tradição como herança cultural do saber-fazer da farinha, a farinhada. Trata-se de uma herança da cultura indígena absorvida pelos portugueses no período colonial e mantida como expressão cultural dos pequenos agricultores até o presente, num processo de transformação da mandioca, intercambiado com o tradicional e o moderno. O espaço estudado compreendeu farinhadas ocorridas nos municípios sergipanos de Nossa Senhora de Lourdes, São Domingos, Malhador e Moita Bonita. Observou-se que o fazer da farinha reproduz as relações sociais e de pertencimento, pois é o grupo doméstico que constrói a farinhada anualmente numa apropriação simbólica do espaço da casa de farinha. Eles se reúnem de forma solidária para produzir a farinha e a tapioca em rituais que intercalam o trabalho com cantos e brincadeiras, traduzindo um fazer prazeroso entre compadres e as comadres . Nesse contexto verificou-se que a farinhada constitui-se numa manifestação cultural que, embora ressignificada, permaneceu como prática importante na reprodução da agricultura familiar.
Abstract: This work deals with the tradition of knowing how to make flour, the farinhada , as a cultural heritage. It is an indigenous cultural heritage absorbed by the Portuguese during the Colonial Period and kept up till now as a cultural expression of the small farmers through the cassava transformation process, exchanging tradition and modernity. The space in study involved farinhadas occurred in the municipalities of Nossa Senhora de Lourdes, São Domingos, Malhador and Moita Bonita located in the state of Sergipe. It was observed that the practice of making flour reproduces the social and belonging relations since it is the domestic group who constructs the farinhada annually in a symbolic appropriation of the space of the casa de farinha (flour house). They gather together in a supportive way in order to produce flour and tapioca in rituals that alternate the work itself with songs and games, making this activity an enjoyable experience. In this context, it was verified that the farinhada is a cultural manifestation that, although with a resignificance, remains as an important practice to the familiar farming reproduction.
Keywords: Agricultura familiar
cultura
território
farinhada
Sergipe
Familiar farming
culture
territory
farinhada
Sergipe
Subject CNPQ: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Language: por
Country: BR
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Geografia
Citation: SILVEIRA, Maryane Meneses. Farinhada: construção simbólica na reprodução da agricultura familiar. 2006. 114 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2006.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/5504
Appears in Collections:Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARYANE_MENESES_SILVEIRA.pdf5,55 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.