Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/5584
Document Type: Tese
Title: Desenvolvimento endógeno e territorialização da confecção de bordados em Sergipe
Authors: Sousa, Moacir Araujo de
Issue Date: 11-Apr-2014
Advisor: Costa, José Eloízio da
Resumo : O objetivo deste estudo foi analisar a territorialização da confecção de bordados em Sergipe, relacionando-a com as redes, fluxos e a subordinação do trabalho. Investigar a territorialização do bordado sergipano envolve analisar o comportamento das comunidades assentadas nos territórios em que o bordado se processa. A Geografia é utilizada nesse contexto como ferramenta científica para o entendimento da diferenciação de lugares, territórios e regiões como produto das relações travadas entre os homens e destes com a própria natureza. Os procedimentos deste estudo, sob a orientação do método hipotético dedutivo, foram divididos em três etapas: 1) trabalho de gabinete, 2) trabalho de campo e 3) síntese. A primeira etapa incluiu a revisão de literatura, a consulta a instituições relacionadas ao bordado (SEBRAE, SEDETEC e Associações) e o levantamento cartográfico. A segunda etapa incluiu a aplicação de questionários, a realização de entrevistas e o registro fotográfico. A terceira etapa correspondeu à análise dos dados coletados. Os resultados alcançados confirmaram a hipótese de que a territorialização da confecção de bordados no estado de Sergipe, da forma como tem se estabelecido ao longo dos anos, favorece a construção de territórios de exploração . Nestes territórios, os atores menos favorecidos econômica e socialmente são dominados e explorados como mão de obra farta e barata pelos atores que de alguma forma se destacam por deterem meios econômicos, sociais e políticos que lhes conferem os mecanismos necessários à apropriação do território, usando-o para a satisfação de suas necessidades.
Abstract: The aim of this study was to analyze the territorialization of the manufacturing of embroidery in Sergipe, focusing on its relations to the labour networks, flows and subordination processes. To investigate the territorialization of embroidery in Sergipe involves analyzing the behaviors of the communities that are settled in the territories in which the embroidery is manufactured. Geography is used in this context as a scientific tool for understanding the differentiation of places, territories, and regions as products of the relationships among men themselves and between men and nature. Procedures of this study, based on the hypotheticaldeductive method, were divided into three stages: 1) desk job, 2) fieldwork, and 3) synthesis. The first step included a literature review, consulting companies related to embroidery (SEBRAE, SEDETEC, and Associations) and mapping. The second step included the use of questionnaires, interviews and photo records. The third stage corresponded to the data analysis. Results confirmed the hypothesis that the territorialization of the manufacturing of embroidery in the state of Sergipe, in the way it has been established over the years, favors the development of |territories of exploitation|. In these territories, socially and economically less favorable actors are dominated and exploited as abundant and cheap labour by actors who somehow stand out for having the economic, social and political means to the appropriation of the territory, using it for satisfying their needs.
Keywords: Geografia regional
Trabalho
Redes de negócios
Bordado
Mão-de-obra
Territorialização
Business networks
Embroidery
Labor
Local geography
Manpower
Sergipe (Brazil)
Work
Territorialization
Subject CNPQ: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Language: por
Program Affiliation: Pós-Graduação em Geografia
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/5584
Appears in Collections:Doutorado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MOACIR_ARAUJO_SOUSA.pdf5,73 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.