Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/5887
Document Type: Dissertação
Title: Resistência de união de cimentos resinosos na dentina afetada por cárie induzida artificialmente
Authors: Peixoto, Aline Carvalho
Issue Date: 21-Nov-2013
Advisor: Faria e Silva, André Luís
Co-advisor: Cenci, Maximiliano Sérgio
Resumo : A resistência de união de restaurações indiretas cimentadas com cimentos resinosos autoadesivos na dentina afetada por cárie tem sido pouco estudada, apesar de esta ser frequentemente encontrada em preparos cavitários. Para padronizar este tipo de substrato, protocolos in vitro de indução de cárie sob condições controladas são comumente empregados para testes de resistência de união. O objetivo deste estudo foi avaliar a resistência de união dos cimentos resinosos autoadesivos RelyX U200 e BisCem, e do cimento resinoso convencional RelyX ARC, na dentina afetada por cárie induzida artificialmente. Biofilmes de microcosmos originados da saliva de um doador, foram cultivados em condições de anaerobiose por 14 dias e formados sobre as amostras de dentina de terceiros molares humanos livres de cárie. Utilizou-se o regime de alimentação intermitente de sacarose à 1% em meio de cultura por 4 horas diárias. Cilindros de cada cimento resinoso foram confeccionados nas superfícies de dentina afetada por cárie ou hígida (n= 24). Os cilindros foram submetidos ao ensaio de microcisalhamento após 24 horas. A dureza Vickers (VHN) e módulo de elasticidade (E) foram medidos nos dois substratos avaliados até a profundidade 200 μm. Os dados de cisalhamento foram submetidos à Análise de Variância (ANOVA) de dois fatores, seguido pelo teste de comparações múltiplas de Student-Newman-Keuls (SNK), e o padrão de falha foi avaliado pelo teste Exato de Fisher e Qui-quadrado (P < 0,05). Os dados de VHN e E foram submetidos a ANOVA de parcela subdivida e teste de SNK (P < 0,05). A dentina afetada por cárie apresentou menores valores de VHN e E do que a dentina hígida até as profundidades de 50 e 100 μm, respectivamente. A resistência de união de todos os cimentos foi menor na dentina afetada por cárie que na dentina hígida. A resistência de união do RelyX U200 foi similar à do Relyx ARC e maior que a do BisCem, independente do substrato. Concluiu-se que os cimentos resinosos avaliados mostraram uma menor resistência de união na dentina afetada por cárie, que apresentou menores propriedades mecânicas que a normal próximo à superfície onde foi realizado os procedimentos de união.
Abstract: The bond strength of indirect restorations luted with self-adhesive resin cements to caries affected dentin has been poorly studied, despite this substrate be frequently found in cavity preparations. To standardize this substrate type, in vitro protocols of caries induction under controlled conditions are commonly used for bond strength tests. The aim of this study was to evaluate the bond strength of self-adhesive resin cements RelyX U200 and BisCem, and regular resin cement RelyX ARC to caries-affected dentin induced artificially. A microcosm biofilm from saliva of a donator was inoculated over dentin samples from caries-free human third molars and cultivated under anaerobic conditions for 14 days. It was used a model with intermittent availability of 1% sucrose for 4 hours per day. Cylinders of each resin cement were build-up on sound and caries-affected dentin surface (n=24). The cylinders were submitted to microshear testing after 24 hours. Vicker’s hardness (VH) and elastic modulus (E) were measured in both substrates until the depth of 200 μm. Data of bond strength were submitted to two-way ANOVA followed by Student-Newman-Keuls (SNK) multiple comparisons test; and the failure mode was evaluated by Fisher’s Exact and Chi-Square tests (P < 0.05). Data of VH and E were submitted to split-plot ANOVA and SNK’s test (P < 0.05). Caries-affected dentin presented the lower values of VH and E than sound dentin until the depth of 50 and 100 μm, respectively. The bond strength of all cements was lower on caries-affected dentin than sound dentin. Bond strength of RelyX U200 was similar to RelyX ARC and higher than BisCem, independently of substrate. In conclusion, the resin cements evaluated showed lowest bond strength values to caries-affected dentin, which presented lower mechanical properties than sound dentin near to surface where the adhesive procedures were performed.
Keywords: Odontologia
Dentina
Cárie dentária
Cimentos dentários
Resinas dentárias
Materiais dentários
Restauração (Odontologia)
Resistência ao cisalhamento
Cimentos de resina
Cárie dentária
Shear strenght
Resin cements
Dental caries
Subject CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Odontologia
Citation: Peixoto, Aline Carvalho. Resistência de união de cimentos resinosos na dentina afetada por cárie induzida artificialmente. 2013. 85 f. Dissertação (Pós-Graduação em Odontologia) - Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, 2013.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/5887
Appears in Collections:Mestrado em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALINE_CARVALHO_PEIXOTO.pdf1,94 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.