Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/6014
Document Type: Dissertação
Title: Qualidade de vida e suporte social em idosos : comparação entre participantes e não participantes de grupos de convivência
Authors: Santos, Ana Raquel Silva
Issue Date: 31-Aug-2015
Advisor: Faro, André
Resumo : O aumento da expectativa de vida transformou o envelhecimento em uma questão social e de saúde pública, necessitando de várias ações no atendimento ao idoso, das quais citamos os grupos de convivência. Esses são espaços de socialização geracional e intergeracional que fortalecem a participação social e o cuidado integral a saúde, proporcionando o exercício da cidadania, a melhoria da qualidade de vida e o suporte social. Desse modo, o presente estudo tem como objetivo analisar a qualidade de vida e o suporte social de idosos participantes e não participantes dos grupos de convivência. A amostra foi constituída por 297 participantes em um estudo quantitativo e comparativo entre esses idosos, com base na aplicação da escala de qualidade de vida World Health Organization Quality of Life para idosos e a Escala de Suporte Social reduzida (Suport Social Questionaire). Os dados foram armazenados e analisados com o auxílio do software Statistical Package for Social Science/19. Os resultados demonstram que, no tocante à qualidade de vida, os participantes do grupo de convivência pontuaram mais alto nas dimensões: autonomia, atividades presentes, passadas e futuras; participação social e no escore total, evidenciando que eles apresentam maiores índices de qualidade de vida quando comparados aos idosos que não participam de grupos de terceira idade. Por outro lado, o suporte social não diferiu na análise dos grupos e nem se mostrou relacionado à qualidade de vida. Podemos atribuir essa equivalência em virtude do viés amostral, pois os idosos do Grupo de convivência tendem a estabelecer relações íntimas em seu grupo, especialmente por serem, na maioria, não casados e viúvos. Por outro lado, para os idosos não participantes do grupo de convivência, as relações já são estabelecidas seja pelo cônjuge ou pelo suporte familiar. Sendo assim, o estudo sobre a qualidade de vida e suporte social em idosos motiva novas perspectivas para a psicologia social aplicada à saúde, mantendo uma visão ampliada no estudo de variáveis positivas do envelhecimento, expandindo a preocupação social na atribuição das posturas práticas profissionais voltadas aos grupos de apoio.
Abstract: The increase in life expectancy transformed aging in a social issue and public health, requiring multiple actions in senior care, of which we quote the community groups. These spaces are generational and intergenerational socialization that strengthen social participation and comprehensive health care, providing citizenship, improved quality of life and social support. Thus, the present study aims to analyze the quality of life and social support among elderly participants and non-participants of companionship groups. The sample consisted of 297 participants in a quantitative and comparative study of these elderly, based on the application range of quality of life World Health Organization Quality of Life for the elderly and reduced Social Support Scale (Social Suport Questionnaire). Data were stored and analyzed with the help of Statistical Package for Social Sciences software / 19. The results demonstrate that, with respect to quality of life, participants living group scored higher in the dimensions: autonomy, present, past and future activities; social participation and in the total score, showing that they have higher quality scores of life when compared to elderly who do not participate in the third age group. On the other hand, the social support analysis did not differ in groups and not was related to quality of life too. We can attribute this equivalence because of sampling bias because the elderly living group established in intimate relationships in their group, as they are mostly unmarried and widowed; while in the neighboring group, relationships are established either by the spouse or the family support. Thus, the study of quality of life and social support in the elderly encourages new perspectives for social psychology applied to health, keeping a broader view in the study of aging positive variables, expanding social concern in the allocation of professional practice postures aimed to support groups.
Keywords: Idosos
Grupos de Convivência
Qualidade de vida
Suporte social
Socialização
Elderly
Support groups
Quality of life
Social support
Subject CNPQ: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Language: por
Country: BR
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Psicologia Social
Citation: SANTOS, Ana Raquel Silva. Qualidade de vida e suporte social em idosos : comparação entre participantes e não participantes de grupos de convivência. 2015. 81 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2015.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/6014
Appears in Collections:Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANA_RAQUEL_SILVA_SANTOS.pdf815,01 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.