Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/6660
Tipo de Documento: Dissertação
Título: Avaliação da proeminência do mento na percepção estética de pacientes, ortodontistas e cirurgiões
Título(s) alternativo(s): Evaluation of chin prominence in the aesthetic perception of patients, orthodontists and surgeons
Autor(es): Brandão, José Renato Moraes Carvalho Barreto
Data do documento: 18-Ago-2017
Orientador: Silva, Luiz Carlos Ferreira da
Resumo: Introdução: A proeminência do mento é um fator importante na percepção da atratividade facial, porém o conceito que se tem de uma face bela é de característica inata a cada ser humano e ultrapassa diferenças culturais. Dessa forma, conhecer a percepção dos envolvidos em um planejamento orto-cirurgico é primordial para o sucesso do tratamento. Objetivo: Este trabalho realizou uma avaliação objetiva e quantitativa de qual o grau de influência da proeminência do mento na percepção de atratividade de pacientes, ortodontistas e cirurgiões. Encontrando dessa forma evidências objetivas para auxiliar o leitor no planejamento cirúrgico de pacientes com deformidade dentofacial. Método: Para isso o pogônio de uma imagem em perfil ideal foi criada através do programa adobe photoshop, essa silhueta foi alterada em incrementos de 2 milímetros variando de -12 mm à 24 mm, a fim de representar retrusão e protusão do queixo, respectivamente. Estas imagens foram classificadas através de uma escala de Likert de 7 pontos, a qual variava de extremamente não atraente até extremamente atraente. Além disso, os sujeitos da amostra responderam para cada imagem se indicavam ou não a cirurgia. A amostra foi dividida em 4 grupos: 44 ortodontistas, 44 cirurgiões, 44 pacientes classe II e 43 pacientes classe III selecionados por conveniência e de forma consecutiva. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Sergipe (CAAE: 51021315.2.0000.5546). As variáveis categóricas foram expressas em frequências absolutas e relativas. As variáveis quantitativas foram representadas sob a forma de mediana e média. A análise inferencial foi executada através dos testes kruskal wallis e qui-quadrado. Valores de p < 0,05 foram considerados significativos. Resultados: Os participantes eram em sua maioria do sexo feminino (59,4%). Observou-se divergência na avaliação estética (p<0,05) dos grupos para quase todos os perfis analisados. Os perfis classe II foram melhor avaliados quando comparados aos perfis classe III. O perfil melhor avaliado foi o perfil que apresentava o pogônio 4 mm retruído em relação à linha vertical verdadeira. Quanto à frequencia de indicação do procedimento cirúrgico encontrou-se correlação positiva (X2<0,05), grupo de cirurgiões bucomaxilofaciais esteve mais propenso a indicar a cirurgia. O sexo do entrevistado não influenciou na frequencia de indicação da cirurgia (X2= 0,092), homens e mulheres tinham a mesma probabilidade de indicar ou não o procedimento cirúrgico frente os perfis apresentados. A idade do entrevistado influenciou na indicação da cirurgia para o grupo de pacientes classe II ao analisar todos os perfis (X2=0,014), como também para o grupo de pacientes Classe III levando em consideração apenas os perfis Classe II (X2=0,036), entrevistados desses grupos com mais de 31 anos foram mais propensos a indicar o procedimento cirúrgico. Conclusão: Conclui-se que, durante o planejamento cirurgiões e ortodontistas devem sempre individualizar suas decisões, porém oferecer ao paciente um perfil reto ou levemente classe II parece ser a conduta mais apoiada no presente estudo.
Abstract: Background: The prominence of the chin is an important factor in the perception of facial attractiveness, but the concept of a beautiful face is innate to each human being and surpasses cultural differences.Thus, knowing the perception of those involved in an ortho-surgical planning is paramount to the success of the treatment. Objectives: This work carried out an objective and quantitative evaluation of the degree of influence of the prominence of the ment in the perception of attractiveness of patients, orthodontists and surgeons. Finding objective evidence to assist the reader in the surgical planning of patients with dentofacial deformity. Method: For this the pogonium of an ideal profile image was created through the adobe photoshop program, this silhouette was altered in increments of 2 mm ranging from -12 mm to 24 mm, with the aim of representing retrusion and protrusion of the chin, respectively. Estas imagens foram classificadas através de uma escala de Likert de 7 pontos, a qual variava de extremamente não atraente até extremamente atraente. Além disso, os sujeitos da amostra responderam para cada imagem se indicavam ou não a cirurgia. The sample was divided into 4 groups: 44 orthodontists, 44 surgeons, 44 class II patients and 43 class III patients selected for convenience and consecutively. The study was approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Sergipe (CAAE: 51021315.2.0000.5546). Categorical variables were expressed in absolute and relative frequencies. The quantitative variables were represented as medians and average. Inferential analysis was performed using kruskal wallis and chi-square tests. Values of p <0.05 were considered significant. Results: The participants were predominantly female (59.4%). There was a divergence in the aesthetic evaluation (p <0.05) of the groups for almost all analyzed profiles. The class II profiles were better evaluated when compared to the class III profiles. The profile that was better evaluated was the profile that presented the 4 mm pogonion in relation to the true vertical line. The frequency of indication of the surgical procedure found a positive correlation (X2 <0.05), a group of maxillofacial surgeons was more likely to indicate surgery. The sex of the interviewee did not influence the frequency of indication of the surgery (X2 = 0.092), men and women were equally likely to indicate the surgical procedure against the presented profiles. The age of the interviewee influenced the indication of the surgery for the class II patients when analyzing all the profiles (X2 = 0.014), as well as for the Class III patients, taking into account only the Class II (X2 = 0.036) profiles, Interviewees of these groups over 31 years of age were more likely to indicate the surgical procedure. Conclusion: During planning, surgeons and orthodontists should always individualize their decisions, but offering the patient a straight or slightly class II profile seems to be the most supported approach in the present study.
Palavras-chave: Face
Estética
Cirurgia ortognática
Queixo
Perfil
Mento
Ortognática
Profile
Chin
Aesthetics
Dento-facial deformity
área CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Programa de Pós-graduação: Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: BRANDÃO, José Renato Moraes Carvalho Barreto. Avaliação da proeminência do mento na percepção estética de pacientes, ortodontistas e cirurgiões. 2017. 73 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, SE, 2017.
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/6660
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JOSE_RENATO_M_C_BARRETO_BRANDAO.pdf1,11 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.