Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/6668
Tipo de Documento: Dissertação
Título: A poesia nos "salvará" : uma análise teológico-existencial da obra "Miserere" de Adélia Prado
Autor(es): Oliveira, José Antonio Santos de
Data do documento: 17-Fev-2017
Orientador: Santos, Joe Marçal Gonçalves dos
Resumo: A poética de Adélia Prado é tocada pela simplicidade, perpassa as coisas triviais do cotidiano e nos faz perceber a beleza da vida que pulsa em cada ato humano. A palavra poética é símbolo que a autora engendra para transpor, através da linguagem, o seu encontro com o mundo; através da qual nos faz perceber a verdade que está escondida na simplicidade da vida. Embora a autora, em sua escrita, mostre-se imbuída de uma fé católica, recorrendo, em seus poemas e sua prosa, a esse repertório religioso específico; o que pretendemos demonstrar nesse trabalho é que a qualidade religiosa da sua poesia não se dá estritamente pelo uso recorrente destes elementos específicos, mas em razão do modo como “poetiza” questões muito humanas. Nessa perspectiva, o filósofo e teólogo Paul Tillich fornece-nos uma definição de religião como preocupação última, presente em todas as esferas do espírito humano. Este conceito é derivado da noção de incondicional como qualidade fundamental e paradoxal da consciência e da realização de sentido na dinâmica cultural. Fé, assim compreendida, é preocupação última enquanto atitude do espírito humano orientada à incondicionalidade de sentido, cuja expressão só é possível através da linguagem simbólica. Esta, enquanto participante da realidade em que está imersa, amplia essa imediatidade, desvelando dimensões e estruturas da realidade que, de outro modo, permaneceriam escondidas, e assim propicia a integração do ser humano consigo mesmo e com o mundo ao seu redor. O presente trabalho tem como objetivo fazer uma análise teológico-existencial acerca de uma seleção dos poemas do livro Miserere (2013) de Adélia Prado, obra na qual a autora retorna e aprofunda questões humanas tematizadas desde a sua primeira obra, Bagagem (1976). Uma poética que toca as realidades do corpo e da alma, acompanhada pela imagem de um Deus expectador do desenrolar da vida, desprovido do poder das instituições e transformando a vida humana numa extensão de sua presença viva. Paul Tillich, com seu conceito existencial de religião e com uma teologia da arte, subsidia-nos para essa aproximação analítica e hermenêutica entre religião e literatura.
Abstract: Adélia Prado’s poetics is touched by simplicity, pervades trivial things of everyday life and makes us perceive the beauty of life that pulsates in every human act. The poetic word is the symbol that the authoress produces to transpose, through language, her encounter with the world; through which she makes us apprehend the truth that is hidden in the simplicity of life. Although the authoress, in her writing, reveals herself imbued with a Catholic faith, recurring, in her poetry and prose, to this particular religious repertoire; what we intend to demonstrate in this research work is that the religious quality of her poetry is not given strictly by the use of these specific elements, but because of the way she "poeticizes" deep human concerns. In this perspective, the philosopher and theologian Paul Tillich provides us with a definition of religion as an ultimate concern, present in all spheres of the human spirit. This concept derives from the notion of unconditional as a fundamental and paradoxical quality of the conscience and of the actualization of meaning in cultural dynamics. Faith, so understood, is ultimate concern while an attitude of the human spirit oriented to the unconditionality of meaning, whose expression is only possible through symbolic language. While a participant of the reality in which it is immersed, it extends this immediacy, unveiling dimensions and structures of reality that, otherwise, would remain hidden, and thus it favors the integration of the human being with themselves and with the world around them. The present work aims to make a theological and existential analysis of a selection of poems from the book Miserere (2013) by Adélia Prado, a work in which the authoress returns and deepens human issues that had been addressed in her first publication, Bagagem (1976). A poetics that touches realities of the body and soul, accompanied by the image of a God who is watching the unrolling life , devoid of institutional power and transforming human life in an extension of his lively presence. Paul Tillich, with his existential concept of religion and with his theology of art, will provide us with tools to carry out this analytical and hermeneutics approach between religion and literature.
Palavras-chave: Religião
História da religião
Poética
Simbolismo na literatura
Religião e literatura
Adélia Prado
Linguagem poética
Símbolo
Poetic language
Symbol
Religion
área CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Programa de Pós-graduação: Pós-Graduação em Ciências da Religião
Citação: OLIVEIRA, José Antonio Santos de. A poesia nos "salvará": uma análise teológico-existencial da obra "Miserere" de Adélia Prado. 2017. 109 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2017.
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/6668
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências da Religião

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JOSE_ANTONIO_SANTOS_OLIVEIRA.pdf1,64 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.