Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/6678
Tipo de Documento: Dissertação
Título: A doutrina da predestinação em João Calvino e suas conotações agostinianas : reflexos no elã missionário presbiteriano do Brasil no século XIX
Autor(es): Pinheiro, Fernando Filinto Machado
Data do documento: 20-Fev-2017
Orientador: Silva, Nilo César Batista
Resumo: O presente trabalho tem a intenção de analisar uma doutrina religiosa dentro do Calvinismo, apontando em direção ao poder que tem um dogma no imaginário religioso, fomentando e motivando o sujeito religioso em suas ações como um elã em busca de sua missão. A doutrina da predestinação, ao longo do nosso percurso investigativo, demonstrou esse poder. Desde a Reforma de João Calvino, na segunda etapa do século XVI, até a chegada da Igreja Presbiteriana do Brasil no século XIX, teve – na doutrina da predestinação – uma vocação que impulsionava o ser religioso, crido como um “eleito” de Deus, a seguir sempre para frente motivando-o psicologicamente por essa doutrina, mesmo diante das contradições e conflitos de cada evento percorrido. Dessa forma, a predestinação é uma doutrina de ação. Seriam todos predestinados a uma vocação? De fato, onde essa doutrina esteve presente, gerou no coração dos “escolhidos”, um sentimento de exclusividade e pertença ao sagrado. No Israel “eleito”, na Genebra de Calvino, na Escócia de John Knox, na Nova Inglaterra dos Puritanos, ou em quaisquer lugares nos quais a predestinação se fez presente, trouxe essa característica de pertença e/ou o sentimento de se estar no “Centro do Mundo”. Revoluções foram nutridas, reis destronados, nações reformadas, conflitos e sínodos reunidos, transformações políticas, ideológicas, religiosas, econômicas e sociais acontecidas pelo poder dessa doutrina como já lembrava Max Weber: “Mas se partirmos, como há de ocorrer aqui, deste último ponto de vista e nos indagarmos portanto sobre a significação a ser conferida a esse dogma no que tange a seus efeitos histórico-culturais, com certeza essa há de ser das mais notáveis”. Portanto, para referendar nossa análise, partiremos desde o conceito da eleição na religião judaico-cristã; transformando no termo cunhado por Paulo, predestinação; perpassando em Agostinho de Hipona, até chegar em Calvino e suas exegeses ulteriores no Calvinismo dos séculos XVII, XVIII e XIX e seu percurso final no Brasil com a chegada dos Presbiterianos de Missão. Certamente, com a IPB, a doutrina da predestinação ainda tem uma centralidade.
Abstract: The present work intends to analyze a religious doctrine within Calvinism, pointing towards the power that has a dogma in the religious imaginary, fomenting and motivating the religious subject in his actions as an eagerness in search of his mission. The doctrine of predestination, along our investigative path, has demonstrated this power. From the Reformation of John Calvin, in the second stage of the sixteenth century until the arrival of the Presbyterian Church of Brazil in the nineteenth century, there was - in the doctrine of predestination - a vocation that propelled the religious being, believed as an "elect" To go forward always motivating him psychologically by this doctrine, even in the face of the contradictions and conflicts of each event. In this way, predestination is a doctrine of action. Are they all predestined to a vocation? In fact, where this doctrine was present, it generated in the heart of the "chosen ones" a feeling of exclusivity and belonging to the sacred. In “elected" Israel, in Calvin's Geneva, in Scotland of John Knox, in the New England of the Puritans, or in any places where predestination was present, brought this characteristic of belonging and / or the feeling of being in the " Center of the world". Revolutions were nourished, dethroned kings, reformed nations, conflicts and synods reunited, political, ideological, religious, economic, and social transformations occurred by the power of this doctrine as Max Weber recalled: "But if we start here, And therefore inquire into the meaning to be conferred on this dogma as far as its historical-cultural effects are concerned, it must certainly be of the most remarkable. “Therefore, to support our analysis, we will start from the concept of election in the Judeo-Christian religion; Transforming in the term coined by Paul, predestination; Passing through Augustine of Hippo, until arriving at Calvin and his subsequent exegesis in Calvinism of the 17th, 18th and 19th centuries and his final journey in Brazil with the arrival of the Presbyterians of Mission. Of course, with the IPB, the doctrine of predestination still has a centrality.
Palavras-chave: Religião
História da religião no Brasil
Calvinismo
Protestantes
Predestinação
Calvin, Jean, 1509-1564
João Calvino
Agostinianos
Predestinação
Doutrina
Calvinismo
Presbiterianismo
Elã
Missões
Predestination
Doctrine
Calvinism
Presbyterianism
Elam
Missions
área CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Programa de Pós-graduação: Pós-Graduação em Ciências da Religião
Citação: PINHEIRO, Fernando Filinto Machado. A doutrina da predestinação em João Calvino e suas conotações agostinianas: reflexos no elã missionário presbiteriano do Brasil no século XIX. 2017. 145 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2017.
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/6678
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências da Religião

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FERNANDO_FILINTO_MACHADO_PINHEIRO.pdf1,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.