Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/6787
Tipo de Documento: Monografia
Título: Sobrevivência e crescimento de espécies pioneiras utilizada na Apa Morro do Urubu, Aracaju – SE, para fins de recuperação ambiental
Autor(es): Santos, Yane Regyna Ribeiro
Data do documento: 20-Mai-2016
Orientador: Ferreira, Robério Anastácio
Resumo: Com o alto índice de supressão da vegetação nativa em Aracaju/SE, torna-se perceptível um significativo quadro de degradação ambiental, ocasionando a fragmentação de ecossistemas florestais. Assim, surge a necessidade da recuperação dessas áreas, visando o resgate da biodiversidade local. Neste sentido, este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar o crescimento e a sobrevivência de três espécies florestais pioneiras utilizadas no Projeto de recuperação ambiental e arborização urbana na Área de Proteção Ambiental Morro do Urubu, Aracaju/SE. O plantio das mudas foi realizado em cova, com espaçamento de 3 m x 3 m, totalizando 1.111 mudas por hectare, alternando-se espécies de crescimento rápido e crescimento lento, levando-se em consideração a dinâmica de sucessão quanto aos grupos ecológicos das espécies selecionadas. Destas, foram escolhidas 3 espécies pioneiras, totalizando 96 mudas, para a avaliação de crescimento e sobrevivência. Foram tomadas medidas de altura (H) e diâmetro do colo (DC) durante o período do 18o ao 22o mês após o plantio, onde foram também contabilizados os indivíduos sobreviventes e a taxa de crescimento relativo (TCR). A espécie que apresentou melhor índice de sobrevivência foi Guazuma ulmifolia (100%), seguida de Enterolobium contortisiliquum (92,59%) e Anadenanthera. macrocarpa (78,26%). Na avaliação das características de crescimento, em campo, observou-se que A. macrocarpa (280,42 cm) apresentou maior desenvolvimento em altura, seguida de E. contortisiliquum (268,80 cm) e G. ulmifolia (236,4 cm). Observou-se maior diâmetro do colo para E. contortisiliquum (4,88 cm) em comparação à G. ulmifolia (4,32 cm) e A. macrocarpa (3,44 cm). Em relação à TCR para altura e diâmetro do colo, as espécies que apresentaram maiores valores foram: G. ulmifolia (36,32%) e A. macrocarpa (61,50%), respectivamente. As espécies obtiveram, no período avaliado, altas taxas de sobrevivência, confirmando sua importância para recuperação de áreas degradadas.
Abstract: With the high suppression index of the native vegetation in Aracaju / SE, a significant picture of environmental degradation becomes evident, leading to the fragmentation of forest ecosystems. Thus, the need for recovery of these areas arises, aiming at the rescue of the local biodiversity. In this sense, this work was carried out with the objective of evaluating the growth and survival of three pioneer forest species used in the Environmental Recovery and Urban Arborization Project in the Morro do Urubu Environmental Protection Area, Aracaju / SE. The planting of the seedlings was done in a pit, with spacing of 3 mx 3 m, totaling 1,111 seedlings per hectare, alternating species of fast growth and slow growth, taking into account the dynamics of succession as to the ecological groups of the selected species . Of these, 3 pioneer species were chosen, totaling 96 seedlings, for the evaluation of growth and survival. Measurements of height (H) and neck diameter (DC) were taken during the period from the 18th to the 22nd month after planting, where the surviving individuals and the relative growth rate (TCR) were also counted. The species that presented the best survival rate was Guazuma ulmifolia (100%), followed by Enterolobium contortisiliquum (92.59%) and Anadenanthera. macrocarpa (78.26%). In the evaluation of the growth characteristics, in the field, A. macrocarpa (280.42 cm) presented higher development in height, followed by E. contortisiliquum (268.80 cm) and G. ulmifolia (236.4 cm) . Greater colon diameter was observed for E. contortisiliquum (4.88 cm) compared to G. ulmifolia (4.32 cm) and A. macrocarpa (3.44 cm). In relation to the TCR for height and diameter of the colon, the species with the highest values ​​were G. ulmifolia (36.32%) and A. macrocarpa (61.50%), respectively. The species obtained high rates of survival in the period evaluated, confirming their importance for the recovery of degraded areas.
Palavras-chave: Ecologia
Ecology
Ensino de ecologia
Ecology teaching
Vegetação
Vegetation
Parque Estadual Morro do Urubu (Aracaju, SE)
Parques públicos
Morro do Urubu (Aracaju, SE)
Recuperação ambiental
Environmental recovery
área CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DECO - Departamento de Ecologia – São Cristóvão - Presencial
Citação: SANTOS, Yane Regyna Ribeiro. Sobrevivência e crescimento de espécies pioneiras utilizada na Apa Morro do Urubu, Aracaju – SE, para fins de recuperação ambiental. 2016. Monografia (Bacharel em Ecologia) - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Departamento de Ecologia, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2016
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/6787
Aparece nas coleções:Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Yane Regyna Ribeiro Santos.pdf1,74 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.