Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7304
Tipo de Documento: Monografia
Título: A influência da doutrina de segurança nacional na educação durante o processo de reorganização nacional argentino : (1976 - 1981)
Autor(es): Silva, Thaíse dos Santos
Data do documento: 15-Dez-2015
Orientador: Silva, Augusto da
Resumo: Os regimes ditatoriais das décadas de 60 e 70 espalharam-se por vários países, sendo a América Latina seu terreno mais fértil e duradouro. A idéia de perigo vermelho, legado da chamada Guerra Fria, instaurou um clima de tensão entre os países capitalistas que temiam a disseminação do comunismo, principalmente em países subdesenvolvidos ou de terceiro mundo. Para evitar tal acontecimento, criou- se logo após a Segunda Guerra Mundial a Doutrina (ou Ideologia) de Segurança Nacional, que colocava o combate ao marxismo como uma questão de segurança interna e estabelecia um conjunto de ações e empreendimentos táticos e psicológicos para o combate do comunismo. Segundo seus preceitos, o verdadeiro inimigo da nação não correspondia à fatores externos, mas sim às pessoas infiltradas internamente com o objetivo de implantar o comunismo em seu país de origem. Essa doutrina serviu de âncora para o surgimento e permanência de regimes de direita cuja utilização do Terrorismo de Estado foi apenas umas das suas características. Através dessa ideologia, havia também um conjunto de táticas para a identificação e apreensão do suposto subversivo, o que foi propagado e muito recorrente na Argentina, principalmente entre os anos do Processo de Reorganização Nacional (1976 a 1983). Assim, de acordo com a ideologia do Processo, que era condizente com a Doutrina de Segurança Nacional houve intervenções em vários aspectos da vida social. Este artigo objetiva elencar e discutir quais as principais aplicações dessa ideologia no campo educacional durante o último golpe de estado da Argentina, buscando entender suas principais políticas educacionais para o período.
Abstract: The dictatorships of the 60s and 70s spread over several countries, Latin America being its most fruitful and lasting ground. The idea of red danger, legacy of the Cold War called, introduced a climate of tension between the capitalist countries who feared the spread of communism, mainly in developing countries or Third World. To avoid such an event, croup- shortly after the Second World War the doctrine (or ideology) of National Security, which put the fight against Marxism as a matter of internal security and established a set of actions and tactical and psychological developments for combat of communism. According to its statutes, the real enemy of the nation did not correspond to external factors, but people infiltrated internally in order to establish communism in their country of origin. This doctrine served as the anchor for the emergence and permanence right schemes whose use of state terrorism was just one of its features. Through this ideology, there was a set of tactics to the identification and apprehension of alleged subversive, which was propagated and very recurrent in Argentina, especially in the years of the National Reorganization Process (1976-1983). Thus, according to the Case ideology, which was consistent with the National Security Doctrine were interventions in various aspects of social life. This article aims to list and discuss what the main applications of this ideology in the educational field during the last coup in Argentina, trying to understand its main educational policies for the period.
Palavras-chave: Ensino de história
História da educação na Argentina
Ditadura
História da Argentina
Dictatorship Argentina
Ideology of National Security
área CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DA AMERICA
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DHI - Departamento de História – São Cristóvão - Presencial
Citação: SILVA, Thaíse dos Santos. A Influência da doutrina de segurança nacional na educação durante o processo de reorganização nacional argentino : (1976 - 1981). São Cristóvão, SE, 2015. Monografia (Bacharelado em História) - Departamento de História, Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2015.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7304
Aparece nas coleções:História

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Thaise_Santos_Silva.pdf529,75 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.