Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/8011
Tipo de Documento: Monografia
Título: Perfil epidemiológico de doadores de sangue com sorologias reagentes no hemocentro de Sergipe
Título(s) alternativo(s): Epidemiological profile of blood donors with reactive serologies in the hemocenter of Sergipe
Autor(es): Melo, Danilo Aguiar de
Data do documento: 31-Ago-2013
Orientador: Porto, Maria Aurélia da Fonseca
Resumo: A crescente utilização do sangue como importante recurso terapêutico exige progressivo aumento do número de doadores de sangue aptos. Dentre os motivos de inaptidão dos doadores, estão as sorologias positivas. Esta população de doadores com sorologia positiva de certa forma representa a nossa população geral e conhecê-la não só nos dá uma idéia do perfil epidemiológico da população como nos orienta quanto às características específicas de cada grupo de infectados isoladamente. O objetivo deste trabalho foi determinar a prevalência de testes reagentes de uma forma geral nos últimos anos e de cada teste positivo dentre todos os doadores com sorologias reagentes e caracterizar estas populações. Trata-se de estudo observacional, retrospectivo, em um hemocentro de caráter público. Foram incluídos doadores de sangue com sorologia positiva, cuja doação ocorreu entre junho de 2001 e dezembro de 2011. A amostra estudada consistiu de 20.558 doadores, com idade média de 40,3 ± 10,8 anos. Dentre os testes sorológicos reagentes prevaleceram os marcadores para hepatite B (67,2%), seguidos daqueles para sífilis (24,2%) e HIV (16,8%). Apesar dos programas de prevenção instituídos nos últimos anos no Brasil para as infecções virais, não foi observada a redução da prevalência de nenhum teste sorológico ao longo dos anos. Estes dados demonstram a importância de utilização de testes sorológicos cada vez mais sensíveis e específicos nos bancos de sangue. Por este grupo ser composto por indivíduos clinicamente assintomáticos e com sorologias positivas torna-se importante conhecer o perfil desta população contribuindo assim para o planejamento de ações que permitam a segurança dos pacientes que receberão transfusão.
Abstract: The increasing use of blood as an important therapeutic resource requires progressive increase in the number of blood donors fit. Among the reasons for inability of donors, are of positive serology. This population of donors with positive serology somehow represents our general population and know it not only gives us an idea of the epidemiological profile of the population and provides guidance to the specific characteristics of each group of infected alone. The aim of this study was to determine the prevalence of testing reagents in general in recent years and each positive test among all donors with serology and characterize these populations. This is an observational, retrospective, in a blood center of a public character. Were included blood donors with positive serology, whose donation occurred between June 2001 and December 2011. The sample consisted of 20,558 donors, with a mean age of 40.3 ± 10.8 years. Among the serological reagents prevailed markers for hepatitis B (67.2%), followed by those for syphilis (24.2%) and HIV (16.8%). Despite prevention programs instituted in recent years in Brazil for viral infections, there was no reduction in the prevalence of serological test results over the years. These data demonstrate the importance of using serological tests increasingly sensitive and specific blood banks. For this group to be composed of individuals clinically asymptomatic seropositives becomes important to know the profile of this population thus contributing to the planning of actions that ensure the safety of patients who receive transfusions
Palavras-chave: Medicina
Saúde
Doadores de sangue em Sergipe
Sorologia em Sergipe
Epidemiologia
área CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DME - Departamento de Medicina – Aracaju - Presencial
Citação: MELO, Danilo Aguiar de. Perfil epidemiológico de doadores de sangue com sorologias reagentes no hemocentro de Sergipe. Aracaju, SE, 2013. TCC (Graduação em Medicina) - Departamento de Medicina, Aracaju, 2013.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/8011
Aparece nas coleções:Medicina

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Danilo_Aguiar_Melo.pdf2,35 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.