Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/858
Tipo de Documento: Dissertação
Título: Diagnóstico do nível de conhecimento tático em jogadores de pólo aquático
Autor(es): Bastos, Afranio de Andrade
Data do documento: 1998
Abstract: O pólo aquático, apesar de ser praticado nos cinco continentes, é pouco explorado de forma bibliográfica e científica. Os escritos deste esporte, no Brasil, resumem-se basicamente, a capítulos de livros de natação e entre as pesquisas realizadas, poucas são relatadas. Estudos relacionados ao processo de ensino-aprendizagem treinamento do comportamento tático no pólo aquático não estão relacionados entre as pesquisas publicas. O presente estudo, teve como objetivo desenvolver conhecimentos específicos respeito do treinamento tático, através da determinação do nível de conhecimento tático e os elementos necessários à percepção de sinais relevantes, assim como, analisar este nível de conhecimento e estabelecer as relações dele com os níveis de percepção e a decisão tomada no pólo aquático. A metodologia deste estudo foi desenvolvida a partir de dois procedimentos: a aplicação de um questionário de identificação a aplicação de um teste para a determinação do nível de conhecimento tático tendo como base o trabalho de GRECO (1995), contendo: 10 slides com diagramas (esquemas desenhados) de situações táticas de jogo e 10 slides com fotos de situações táticas de jogo. Os sujeitos de pesquisa foram 71 athletas de pólo aquático de 6 clubes brasileiros sendo 5 do nordeste e 1 de São Paulo, com uma faixa etária compreendida entre 13 e 20 anos, do sexo msculino. Analise estatística dos resultados foi realizada através da aplicação de teste qui-quadrado para testar a independência entre os erros e acertos das respostas, relacionados com o tempo de pratica dos athletas no esporte, a idade deles, assim como a sua escolaridade e a equipe que pertenciam. Os resultados nos mostram que os athletas mais expedientes tem uma respostas mais efetiva que os atletas novatos, que o grau de escolaridade pode influenciar na qualidade das respostas desde que seja observado o tempo de experiência dos atletas, e que a idade poderá influenciar nas respostas, mas como no dado anterior, desde seja observado o tempo de experiência dos atletas. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT: The water pólo, although practiced over the five continents, is little explored bibliographically and scientifically. The writings about this sport in Brazil are restricted to chapters of swimming book, and of all the researches already carried out, very few have been reported. Studies related to the process of teach-learning-training of the tactical behavior in the water polo are not related among the published researches. The present study had the objective of developing specific knowledge regarding the tactical training, through the detection of the tactical knowledge level and of the necessary elements for the perception of important signs as well as of analyzing this level of knowledge and establishing its relations with the levels of perception and with the decision taken in the water polo. The methodology of this study was developed through two procedures; the application of a questionnaire of identification and the application of a exam for the detection of the tactical knowledge level in the GRECO work basis (1995), and contains: 10 slides with diagrams (draw projects) of tactical situations of game and 10 slides with photos of tactical situations of game. The subjects of the research were 71 of water polo athletes of 6 Brazilian clubs, 5 (five) from northeastern cities and 1 from Sao Paulo, at an age range of 13 and 20 years old, of the male sex. The statistical analysis of the results was carried out through the test application of the qui-square exam to test the independence among the errors and rightness of the responses, related to the time of experience of the athletes in the sport, to their educational level and to the team they belonged to. The results show that the most experienced athletes have a more affective output than the inexperienced ones, and that, ance the athletes experience is taken into account, not only the educational level but also the age may influence the quality of the responses.
Palavras-chave: Esportes
Educação física
Rendimento esportivo
Capacidade física
Habilidade física
Citação: BASTOS, A. A. Diagnóstico do nível de conhecimento tático em jogadores de pólo aquático. 1998. 139 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física)-Escola de Educação Física da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1998.
Licença: Direitos do autor
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/858
Aparece nas coleções:DEF - Departamento de Educação Física - Teses e Dissertações defendidas em outras instituições

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DiagnosticoPoloAquatico.pdf21,72 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.