Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/912
Tipo de Documento: Dissertação
Título: Desenvolvimento de um equipamento para avaliação dos potenciais miogênicos evocados vestibulares de amplo controle dos parâmetros
Autor(es): Oliveira, Aline Cabral de
Data do documento: 2008
Abstract: Os potenciais miogênicos evocados vestibulares são reflexos vestíbulo-espinhais, de média latência, decorrentes da estimulação acústica da mácula sacular, com estímulos de alta intensidade. A atividade elétrica dos músculos do pescoço, em especial do músculo esternocleidomastoideo, é captada com o auxílio de eletrodos de superfície. Esse potencial verifica se o órgão vestibular é sensível ao som e se existem alterações na mácula sacular, no nervo vestibular inferior, nas vias eferentes descendentes ou mesmo nas terminações nervosas nos músculos. Atualmente, ainda não existe um instrumento específico para a avaliação dos potencias miogênicos evocados vestibulares, sendo a mesma realizada por meio de um equipamento desenvolvido para a captação de potenciais evocados auditivos, já disponível no mercado. Assim, as funções de amplificação, filtragem, estimulação, janela de captação, rejeição de artefatos e características de promediação, bem como o próprio software de gerenciamento, ficam muito a desejar para a nova função que lhe é atribuída. O presente trabalho, então, teve como objetivo desenvolver e testar um equipamento eficiente para a avaliação dos potenciais miogênicos evocados vestibulares, de amplo controle dos parâmetros do exame pelo pesquisador. Dessa maneira, foi elaborado um equipamento específico, capaz de gerar estímulos e registrar os reflexos vestíbulo-espinhais. Após a realização de testes preliminares e da caracterização do dispositivo, foi realizado teste-piloto com onze ouvintes normais, sendo seis mulheres e cinco homens. A partir de estímulos sonoros tone bursts de 10 ms (subida: 4 ms, platô: 2 ms, descida: 4 ms), freqüência de 500 Hz, apresentados na taxa de 5 Hz, com intensidade de 90 dBNAn, foram registrados os potenciais miogênicos evocados com janelas de 80 ms. O exame era finalizado após promediação de 200 estímulos. Esse teste foi conduzido com o equipamento desenvolvido e com outro considerado padrão-ouro. As respostas foram analisadas por meio da morfologia, demarcando-se as ondas n13 e p23 pelas latências dos primeiros picos negativo e positivo. Em seguida, foi obtido o índice de assimetria e os resultados comparados entre os dois aparelhos. Aplicando-se o teste de Wilcoxon, pode-se constatar ausência de diferenças estatisticamente significativas, quando comparadas as respostas dos dois instrumentos, quanto aos parâmetros de latência e amplitude dos componentes n13 e p23, exceto para a latência de p23, com valor de p = 0,005. Pode-se observar maiores valores de assimetria para o aparelho EP25 que para o novo instrumento, no que se refere a componente n13. Quanto a componente p23, esses índices foram maiores na evocação pelo novo equipamento, entretanto o teste Qui-quadrado revelou que não existem diferenças estatisticamente significativas (valores de p= 0,14 e 0,60) para as amplitudes de n13 e p23, respectivamente. O valor do índice de assimetria inter-pico n13-p23, para o novo aparelho (2,10%), foi significativamente menor que o encontrado para o EP25 (30,55%), com p menor que 0,01. Dessa forma, conclui-se que não existem diferenças para as latências e amplitudes do VEMP entre o EP25 e o novo dispositivo desenvolvido, apresentando, esse último, maior proximidade com os valores descritos na literatura e menor índice de assimetria da amplitude interpico n13-p23. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT: The vestibular evoked myogenic potentials are a sacullo-colic reflexes, of middle latency, resulting from sacullo´s acoustic high intensity stimulation. The electromyographic activity of the neck muscles, especially the sternocleidomastoid muscle, is captured with surface electrodes. This potential assess both if the vestibular organ is hypersensitive to sound and if there are alterations in the sacullo (either on the vestibular nerve or on the vestibular nucleus). To date, however, there is no specific device for the assessment of vestibular evoked myogenic potentials. The evaluation of these potentials is currently conducted through an device developed for capturing auditory evoked potentials that is already available in the market. Nevertheless, the use of a non-specific, adapted device means that several important measures such as the function of amplification, filtering, stimulation, windowed, artifacts rejection, and averaging cues are not fully reached. The aim of this paper was to develop and test an efficient device for the assessment of the vestibular evoked myogenic potencials, with a broad control of the examination parameters by the researcher. Thus, a specific device to generate stimuli and register the reflexes vestibule-neck match was developed. After preliminary tests and the characterization of the device, pilot-tests were conducted with eleven normallisteners, six women and five men. From sound stimuli-tone bursts of 10 ms (rise: 4 ms, plateau: 2 ms, fall: 4 ms), frequency of 500 Hz, presented in 5 Hz rate, with 90 dB HLn of intensity, were recorded 80 ms window of vestibular evoked myogenic potencials. The examination was completed after 200 averages. This test was carried out using both the new device and another considered as the gold-standard (EP25). The responses were analyzed by morphology, observing the waves n13 and p23 latencies firsts peaks. The asymmetry index was then obtained, and the overall results compared between the two devices. Applying the Wilcoxon test, no significant differences were found between the two devices regarding the latency and amplitude parameters for the n13 and p23 components; the only significant (p = 0.0005) difference was for for the onset of p23. Higher values of asymmetry for the n13 component were observed for the EP25 when compared with the new instrument, while these indices were higher in the evocation by the new device. However, the Chi-square test showed no significant differences (p = 0.14 and 0.60 for the amplitudes of n13 and p23, respectively). The value of the n13-p23 inter-peak asymmetry index, for the new unit (2.10%) was significantly (p < 0.01) lower than that found for the EP25 unit (30.55%). Thus, it can be concluded that there were no differences for the VEMP latencies and amplitudes between the EP25 unit and the new device developed. In fact, the new device had stronger correlations with the values described in the literature and lower n13 - p23 inter-peak amplitude asymmetry index.
Palavras-chave: Potenciais Evocados
Potencial Miogênico Evocado Vestibular
Audiologia
Eletromiografia
Teste de audição
Citação: OLIVEIRA, A. C. Desenvolvimento de um equipamento para avaliação dos potenciais miogênicos evocados vestibulares de amplo controle dos parâmetros. 2008. 110 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas)-Universidade de São Paulo, 2008.
Licença: Direitos da autora
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/912
Aparece nas coleções:DFOL - Departamento de Fonoaudiologia - Teses e Dissertações defendidas em outras instituições

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DissertacaoDesenvolvimentoEquipamento.pdf3,32 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.