Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/913
Tipo de Documento: Tese
Título: Estudo dos potenciais evocados miogênicos vestibulares de estado estável
Título(s) alternativo(s): Study of vestibular evoked myogenic potentials of steady state
Autor(es): Oliveira, Aline Cabral de
Data do documento: 2010
Abstract: A avaliação do potencial evocado miogênico vestibular é realizada por meio da captação de um potencial eletromiográfico, no domínio do tempo, decorrente da estimulação acústica da mácula sacular. Um método promissor, utilizado em outros tipos de potenciais evocados, possibilita a análise dos potenciais no domínio das frequências. A técnica de estado estável, como é conhecida, viabiliza a realização do exame com diferentes tipos de estímulos, simultaneamente, e a análise de cada uma das respostas em separado. O presente estudo teve como objetivo utilizar a técnica de estado estável para a obtenção de potenciais evocados miogênicos vestibulares, comparando a presença de respostas nos exames desses potenciais no domínio do tempo, com as obtidas nos exames, no domínio das frequências. Desse modo, captou-se o potencial evocado miogênico vestibular, no domínio do tempo, em 156 orelhas (78 adultos jovens com audição normal) nas frequências de 250, 500, 1000 e 2000 Hz e seguiu-se com a captação do potencial evocado miogênico de estado estável nessas mesmas frequências portadoras (escolhida uma frequência para cada indivíduo), moduladas em 20, 37, 40, 43, 70, 77 e 80 Hz. Na captação do exame no tempo, observou-se presença de onda em 150 dos 156 exames realizados (96,15%). As respostas encontradas, por frequência modulada, independente da portadora, registraram maiores presenças de picos e amplitudes médias para frequências menores que 43 Hz. A avaliação das respostas, por frequência portadora até 1.000 Hz, teve maior eficiência nas moduladoras de 37, 40 e 43 Hz, com odds ratio maior que 6,9. Para a portadora de 500 Hz, modulada a 20 Hz, entretanto, a resposta também esteve presente de maneira significativa e o valor do odds ratio igual a 11,5. Em 2.000 Hz, as respostas só foram observadas adequadamente em 37 e 40 Hz, porém com índices baixos de igualdade com as respostas do domínio do tempo (63,3 %). O potencial evocado miogênico vestibular de estado estável possui forte associação com o VEMP no domínio do tempo, sendo as respostas mais adequadas entre 37 e 43 Hz, independente da frequência portadora. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT: The evaluation of vestibular evoked myogenic potential is done by the collect of an eletromiogenic potential, within a certain time, originated from an acoustic stimulation of the saculus. A promising method, used in other kinds of evoked potential, allows an analysis of potentials according to the frequencies.The steady state technique, as we know, allows the execution of this test with different kinds of stimulus, simultaneously, and the analysis of each response separately. This present study aimed using the steady state technique to obtain the vestibular evoked myogenic potentials, comparing the presence of responses in these potentials tests within the time, with the ones obtained according to the frequencies. So, the vestibular evoked myogenic potentials were collected, within the time, in 156 ears (78 subjects) in the frequencies of 250, 500, 1000 and 2000 Hz and after that these potentials were collected in these same frequencies (chosen one frequency for each subject), but the frequencies were modulated in 20, 37, 40, 43, 70, 77 and 80 Hz. In the collection of the responses within the time, it was observed the presence of wave in 150 of the 156 ears tested (96,15%). The found responses, according to the modulated frequencies, independently of which one was, showed more presences of picks and medium amplitudes for frequencies under 43 Hz. In the collection of the responses within the time, it was observed the presence of wave in 150 of the 156 ears tested (96,15%). The found responses, according to the modulated frequencies, independently of which one was, showed more presences of picks and medium amplitudes for frequencies under 43 Hz. In 2000 Hz, the responses were just observed adequately in 37 and 40 Hz, however in low rates of equality with the responses according the time. (36,3%). The vestibular evoked myogenic potentials of steady state has a strong association with VEMP within the time, and more adequate responses are between 37 and 43 Hz, independently of the frequency.
Palavras-chave: Potenciais Evocados
Potencial Miogênico Evocado Vestibular
Audiologia
Eletromiografia
Labirinto
Análise de Fourier
Citação: OLIVEIRA, A. C. Estudo dos potenciais evocados miogênicos vestibulares de estado estável. 2010. 105 f. Tese (Doutorado em Ciências Médicas)-Universidade de São Paulo, 2010. Disponível em: <http://roo.fmrp.usp.br/teses/2010/aline_cabral_oliveira.pdf>. Acesso em: 14 fev. 2014.
Licença: Direitos da autora
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/913
Aparece nas coleções:DFOL - Departamento de Fonoaudiologia - Teses e Dissertações defendidas em outras instituições

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TeseEstudoPotenciais.pdf1,34 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.