Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9365
Tipo de Documento: Monografia
Título: Reforma psiquiátrica no Brasil e as dificuldades enfrentadas pelos familiares de pessoas com transtorno mental
Autor(es): Sant'Anna, Alessandro de Oliveira
Figueiredo, Roberio Santana
Data do documento: 16-Nov-2017
Orientador: Santos, Josiane Soares
Resumo: Este estudo teve como objeto as dificuldades da participação da família no tratamento de usuários dos serviços de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) no Brasil. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, cuja coleta de dados, realizou-se a partir de levantamentos de materiais já publicados como artigos, dissertações, teses, livros e outros tipos de publicações pelo Scielo e Google. Seu objetivo foi sinalizar as dificuldades vivenciadas por estas famílias e suas expressões descritas na literatura encontrada a respeito. Puderam ser identificados vários os tipos de obstáculos enfrentados pelos familiares no que diz respeito aos cuidados com as pessoas com transtorno mental: o descompasso entre o ritmo de vida do paciente e o da família/sociedade; conflitos no interior do espaço familiar; culpa/impedimento de aceitação da doença; objeção em lidar com o real e o desejo de não viver a situação; falta de manejo em lidar a sintomatologia decorrente do transtorno mental; preconceito com a problemática da “loucura” na sociedade e os contratempos com o serviço de saúde. Conclui-se que apesar desses entraves que as famílias enfrentam com o sofrimento mental no seu contexto, a mesma é um suporte importante no cuidado com a saúde dessas pessoas e inclusão no convívio social.
Abstract: This study had as object the difficulties of the family participation in the treatment of users of the services of Psychosocial Care Centers in Brazil. It is a bibliographical research, whose data collection was done from surveys of materials already published as articles, dissertations, theses, books and other types of publications by Scielo and Google. Its objective was to signal the difficulties experienced by these families and their expressions described in the literature found about them. Several types of difficulties faced by family members with regard to care of the mentally ill person could be identified: the gap between the rhythm of life of the patient and that of the family / society; conflicts within the family; guilt / acceptance difficulties of the disease; difficulty in dealing with the real and the desire not to live the situation; lack of management in dealing with the symptomatology resulting from the mental disorder; prejudice with the problem of the "madness" existing in society and difficulties with the Health Service. It is concluded that despite all these difficulties that families face with mental suffering in their context, it is a very important support in the care of these people's health and inclusion in social life.
Palavras-chave: Serviço social
Ensino de serviço social
Psiquiatria social
Mental disorder
Psychiatric reform
Family
Transtorno mental
Reforma psiquiátrica
Assistência social
área CNPQ: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO::SERVICO SOCIAL DA SAUDE
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DSS - Departamento de Serviço Social – São Cristóvão - Presencial
Citação: SANT'ANNA, Alessandro de Oliveira; FIGUEIREDO, Robério Santana. Reforma psiquiátrica no Brasil e as dificuldades enfrentadas pelos familiares de pessoas com transtorno mental. São Cristóvão, SE, 2017. Monografia (Bacharelado em Serviço Social) - Departamento de Serviço Social, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Sergipe, 2017.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9365
Aparece nas coleções:Serviço Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Alessandro_Oliveira_Sant'Anna.pdf1,14 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.